Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Gustavo Simões conquista internautas com suas intervenções sobre BH

Gostou? Compartilhe!

A capa do livro, que pode ser adquirido em várias livrarias

Os carimbos nos passaportes (ou melhor, nos vários passaportes) do administrador Gustavo Simões são provas incontestáveis dos vários países que ele já visitou. Pela sua conta, cerca de 40. Em todos, o mineiro nunca deixou de colocar em prática uma paixão que o acompanha desde que se entende por gente: a fotografia.

Mas foram as paisagens de sua cidade natal, Belo Horizonte, postadas no perfil @aboutripics, que o motivaram a investir em seu primeiro livro de fotos. Há dois anos, portanto, Simões lançou “BH Vista do Alto”, livro em catálogo.

Uma das intervenções mais famosas de Gustavo Simões
Uma das intervenções mais famosas de Gustavo Simões

Bem, como o título indica, a obra mostra pontos da capital mineira fotografados por ângulos certamente bem diferentes dos que estamos acostumados a ver no dia a dia: do alto, capturados por drones.

Intervenções

Mais recentemente, porém, diante da constatação o vasto material de arquivo acumulado em todos estes anos (segundo ele, mais de 20 mil cliques), Gustavo Simões decidiu partir para outra empreitada: assim, começou a fazer interferências criativas nas fotos das paisagens por ele retratadas.

Sim, a foto do próprio artista também sofreu uma intervenção

“A ideia de fazer as ilustrações, na verdade, veio do fato de, vez ou outra, eu ver esse tipo de trabalho sendo aplicado a imagens de outras cidades do mundo. Geralmente, acho o resultado dessas intervenções bem interessante”, confessa ele, que, antes de mais nada, partiu para aprender a desenhar. “Desenho com uma caneta direto em um IPad. Pelo Photoshop”, diz Gustavo.

Uma placa na Serra do Curral

Hoje residindo nos Estados Unidos, para onde se mudou decidido a ficar mais perto da esposa, que está estudando lá, Gustavo vem publicando regularmente as suas criativas intervenções nas redes sociais – e sempre aferindo um bom feedback.

“A obra que mais gerou repercussão foi aquela na qual coloquei uma placa de Belo Horizonte na Serra do Curral”, diz, referindo-se a um fictício letreiro que emula o icônico de Hollywood, que, aliás, em julho próximo completa 100 anos de inauguração (como peça publicitária da Câmara do Comércio). Nos EUA, o letreiro está situado no Monte Lee, nas montanhas de Santa Monica.

A avenida Afonso Pena serve de pista de boliche por meio da criatividade de Gustavo Simões

Atualmente, ele comercializa algumas de suas fotos e quadros em fine art pelas próprias redes sociais. “Mas estou estudando algumas formas de expandir a arte”, avisa o moço.

Pitadas de bom humor: na descrição deste trabalho, Gustavo brincou: “Muitas pessoas não sabem mas é assim que são exportados os queijos Mineiros para todo o mundo!!!!”

Ficaremos de olho, Gustavo.

Enquanto os novos produtos não aparecem, a dica é…. claro, seguir o Gustavo Simões, ora pois.

E esse Othon Palace, gente? Bem, Gustavo explicou, no post: “Sou mineiro e vejo queijo em tudo”. Errado, não está…
Certamente, o Homem-Aranha jamais vai esquecer esta escalada

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]