fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Guia de sobrevivência para o Festival Sarará

Sarará chegou e você já se planejou? Veja as dicas do Culturadoria para você

Por Jaiane Souza *

28/08/2019 às 15:09 | * Escreveu com a supervisão de Carolina Braga

Publicidade - Portal UAI
Culturadoria/Divulgação

Você já sabe de todo mundo que vai ser apresentar no Sarará neste ano, já está com todas as letras na ponta da língua e já selecionou os artistas que você quer ver. Então, muito bem! Mas você já pensou no seu conforto e comodidade durante 12 horas de festa? Com o passar do tempo, o corpo reclama. Pensando nisso, nós separamos algumas dicas muito importantes para você. Elas valem desde o momento em que sair de casa até a hora que voltar. São recomendações de locomoção, como chegar, onde estacionar, dicas do que pode e do que não pode levar e o que comer dentro do evento. Vamos lá?

Locomoção

É o seguinte, em dias de grandes eventos no Mineirão ou em sua Esplanada o trânsito fica caótico, vide relato sobre a experiência depois do show da dupla Sandy e Junior. Entretanto, para não enfrentar esse problema, ou para fazer com que ele não te prejudique a ponto de se atrasar para o Festival Sarará, é importante se programar, sair cedo e ter muita paciência. 

Tenha claro que a ida raramente será um problema para você. As turmas vão chegando em horários diferentes. Agora, a volta… ah essa promete ser um drama.

Se você for de ônibus, pesquise com antecedência as linhas que estarão funcionando no dia e os seus respectivos horários. Nas madrugadas a frequência costuma reduzir bastante.

 

Ônibus

Linhas MOVE

Linha MOVE 64 (Estação Venda Nova/Assembleia via Carlos Luz)

Sai da Estação Venda Nova; para nas estações de transferência da Av. Vilarinho, Av. D. Pedro I e na Estação Pampulha; segue pela Av. Carlos Luz e Av. Olegário Maciel até a Assembleia.

Linha MOVE 67 (Estação Vilarinho/Santo Agostinho via Carlos Luz)

Sai da Estação Vilarinho; para nas estações de transferência da Av. D. Pedro I e na Estação Pampulha; segue pela Av. Carlos Luz, Av. Augusto de Lima e Av. Álvares Cabral até o bairro Santo Agostinho.

Linha MOVE 5106 (Bandeirantes/BH Shopping)

Sai do bairro Bandeirantes; para nas estações de transferência da Av. Antônio Carlos; passa no Centro e segue para a Savassi até o BH Shopping.

Linha MOVE 5401 (São Luís/Dom Cabral)

Sai do bairro São Luiz; para nas estações de transferência da Av. Antônio Carlos; passa no Centro e segue pela Av. Amazonas até a PUC e bairro Dom Cabral.

Linhas Convencionais:

Linha 503 (Estação São Gabriel/Aparecida/Santa Rosa)

Linha 504 (Estação São Gabriel/Santa Rosa/Aparecida),

Linha 506 (Estação ponto São José/Av. Antônio Carlos),

Linha S50 (Caiçara/Nova Vista via UFMG),

Linha S51 (Circular Pampulha)

Linha S53 (Confisco/Ouro Minas)

Fonte: BHTrans

Tem também o aplicativo Moovit, no qual é possível simular o ponto de chegada e de partida. A partir disso o app mostra as opções disponíveis e ainda avisa qual é a parada correta. 

Ah, no retorno para casa confira quais ônibus ainda estão passando ou simule novamente a sua viagem no aplicativo Moovit.

Foto: Nanda Bombonato (Qu4rtoStudio) / Divulgação.[/caption]

Aplicativos de locomoção

Não precisa nem falar que os aplicativos são uma mão na roda no deslocamento, não é? Às vezes as viagens têm o valor total um pouco maior que o ônibus, mas o dinheiro é bem gasto, já que você embarca e desembarca no local que preferir.

No entanto, o retorno costuma ser caótico e as tarifas sobem muito. Muitas vezes chegam a custar quatro vezes mais do que o valor tradicional. Se for este o caso, tenha paciência. 

A pé

Outra opção é se hospedar perto do Mineirão, ficar na casa de um amigo, de um parente ou pegar uma condução que te deixe mais ou menos próximo e ir a pé. Se o tempo tiver apertado essa é uma boa opção. Melhor que perder o show do seu artista favorito. 

Estacionamento, setores, o que comer e beber?

Uma reclamação que é sempre feita por quem frequenta o Mineirão são os estacionamentos. Como acontece em dias de jogos, muitos moradores transformam suas garagens e quintais em estacionamentos. Nestes casos, geralmente você tem que acertar antecipadamente e em dinheiro. 

Também será possível parar no Estacionamento do Mineirão. O ticket antecipado custa R$ 30 e você já pode fazer a reserva de vaga por aqui.

Veja também a lista de perguntas frequentes a respeito do Festival Sarará e tire suas dúvidas. A organização do Sarará ainda não divulgou qual será o cardápio do interior da Esplanada. O que sabemos até agora é que serão aceitos dinheiro, cartão de débito e crédito no bar e na praça de alimentação, de todas as bandeiras. Assim como o cardápio, os preços ainda não foram divulgados. Os vegetarianos e veganos também podem ficar feliz, pois haverá opções para eles também! 

 

Cuidados pessoais

Para longas maratonas de diversão e show use sempre roupas e sapatos confortáveis. Dá pro outfit ser incrível e confortável ao mesmo tempo. Use tênis, roupas leves e se hidrate bastante antes, durante e depois do Festival Sarará. Isso vai garantir que o seu corpo continue forte para aguentar tantas horas de maratona. 

O que pode levar

– Snacks lacrados (2 snacks por pessoa com embalagem lacrada (bolachas, salgadinho, barra de cereais etc.) e até 2 frutas pequenas por pessoa, sem qualquer embalagem rígida.

– Água em copo com embalagem lacrada (até 3 unidades por pessoa). Não é permitida a entrada de garrafas, mesmo que plásticas.

– Filtro solar/labial

– Creme para pele em embalagem plástica

– Desodorante (roll-on ou creme apenas)

– Mochila/bolsa

– Capa de chuva

– Canga

– Bonés, chapéus, toucas

– Carregador portátil

– Go-pro

– Remédios: desde que estejam lacrados na embalagem, e não em porta comprimidos que dificultem a sua identificação. Remédio manipulado em embalagem de tampa/rosca deve vir acompanhado da receita.

O que não pode levar para o Sarará

– Copos

– Camelback

– Drone

– Câmera semi ou profissional

– Computadores, gravadores

– Garrafas de plástico (com ou sem tampa)

– Bebida alcoólica

– Latas de refrigerantes, sucos, cervejas etc.

– Qualquer objeto com vidro

– Correntes e pulseiras pesadas

– Capacetes

– Itens inflamáveis/spray (desodorantes, produtos de cabelos, perfumes etc.)

– Substâncias ilícitas

– Cadeiras/banquinhos (ou qualquer tipo de assento com material rígido)

– Guarda-chuvas de qualquer tamanho

– Cartazes em papelão e suporte de madeira

– Isopor ou cooler

– Objetos cortantes e/ou pontiagudos (tesoura, estiletes, pinças, facas, garfos, canivetes, cortadores de unhas, alicates etc.)

– Materiais ou objetos que possam causar ferimentos

– Fogos de artifício

– Bandeira com mastro

– Animais (exceto cão-guia devidamente identificado e acompanhado de portadores de deficiência visual)

– Skates, bicicletas ou qualquer veículo motorizado

photo

Arnaldo Antunes vem aí! Leitor do Culturadoria tem desconto para o show

Setembro tem Arnaldo Antunes em BH. E o melhor: os leitores e seguidores do Culturadoria tem 10% de desconto para conferir o show. Ele chega acompanhado do RSTUVXZ Trio para uma apresentação que mistura samba e rock. Bom, o que não falta à carreira de Arnaldo Antunes é referência em diversos gêneros, musicais e literários. […]

LEIA MAIS
photo

Madeleine Peyroux vem aí! Conheça curiosidades sobre a carreira dela

O nome é francês. Mas Madeleine Peyroux é natural dos Estados Unidos. Mais precisamente de Athens, Geórgia. Ela é uma cantora de jazz e já foi considerada a Billie Holiday do século XXI, destacando-se pelo estilo vocal. Além da Geórgia, Madeleine também morou na Califórnia, em Nova York e em Paris.  Madeleine Peyroux se apresenta […]

LEIA MAIS
photo

Leitão é protagonista em novo gastrobar em BH

De muitas maneiras diferentes, cozinha é afeto. Você já experimentou comer uma receita que alguém fazia muito bem e a lembrança volta na hora, com o melhor que ela possa ter? Pois foi exatamente essa a sensação que veio só de ver a secura da pele do leitão à Bairrada que o chef Cristóvão Laruça […]

LEIA MAIS