fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Grupo Galpão busca nas ruas de BH inspiração para próxima peça

Por Carol Braga

30/04/2018 às 17:01

Publicidade - Portal UAI
Grupo Galpão se reúne com professores em frente à Prefeitura de Belo Horizonte. Crédito: Carolina Braga

Grupo Galpão tem mais de 35 anos de carreira e continua surpreendendo.

Os professores da educação infantil terminavam a vigília do dia em frente a Prefeitura de Belo Horizonte. Portanto, era o fim de mais uma aula pública. De repente, ouviram um som diferente. “Abre as asas sobre mim/ Oh senhora liberdade”, diz a canção que os atores do Grupo Galpão cantavam no meio da rua.

Carregavam uma mesa. Montaram ali mesmo, no cenário do triste confronto violento entre a truculência da polícia e profissionais da educação que protestavam por mais dignidade no trabalho. Por alguns minutos, no fim de uma sexta-feira, arte e política se juntaram. Em síntese: os professores falavam e os atores do Grupo Galpão ouviam. Atentamente. Foi forte.

Esse foi um dos tantos encontros relevantes que os artistas presenciaram desde que saíram da sala de ensaio e foram buscar nas ruas elementos para a nova montagem. Em resumo: o Galpão quer tirar das ruas, dos encontros material para mais uma peça da carreira.

No entanto, pouca coisa se sabe sobre ela. O espetáculo que deve estrear no segundo semestre será o segundo trabalho consecutivo da companhia de BH com o diretor Márcio Abreu. Foi ele quem propôs ao Galpão performances junto aos moradores de BH. Qualquer um, sem importar a idade, a classe social, a cor, a orientação sexual.

Confira no vídeo como a performance do Galpão reverberou em quem foi atravessado por ela.

 

[youtube modulo=”2″]0raq_j9FU7k[/youtube]

“Toma um café com a gente?”

Na penúltima semana de abril cada ator foi para um canto diferente da cidade com uma ação que destoou do ritmo urbano. Por exemplo, Inês Peixoto se pôs a fazer concertos de roupa na Afonso Pena. Julio Maciel convidava para um papo e um café no meio do viaduto de Santa Teresa. Além deles, também participam do processo os atores Beto Franco, Simone Ordones, Eduardo Moreira, Paulo André, Lydia Del Picchia, Fernanda Vianna e Antonio Edson.

Os registros das performances eram compartilhados nas redes sociais do próprio grupo.

“Olha, são vocês! Que ótimo”. Disse a moradora de BH anônima sem reduzir o passo em plena Avenida Afonso Pena. Do mesmo modo,  diversos outros passantes do centro da cidade observavam curiosos. O olhar era de surpresa, afinal, pessoas cantando, carregando uma mesa e convidado para um cafe no centro da cidade é mesmo uma raridade.

Itinerário

A performance coletiva encerrou a temporada de processo coletivo na rua no dia 27 de abril. A ação começou na praça da Rodoviária, seguiu para a Praça 7, com paradinhas depois no Café Nice, Igreja e São José, Mercado das Flores, Prefeitura e Palácio das Artes. Havia uma rotina. A reação das pessoas também era parecida. Muitos passaram reto, outros olhavam curiosidade, e alguns aceitaram o convite. Se sentavam à mesa e ali ficavam, um bom tempo, compartilhando a vida.

Até agora, o que tudo isso revela é o quão rico pode ser um processo criativo. E sempre que possível, vamos acompanhar e compartilhar com vocês.

 

Continua após a publicidade...

photo

‘Sobre ratos e homens’: um clássico que não perde validade

Prepare-se para os dez minutos finais de Sobre Ratos e Homens. O espetáculo em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil pode ser considerado um clássico. Foi escrito por John Steinbeck em 1937. Para aquela época, tratou de um tema contemporâneo: o impacto que a crise de 1929 deixava na vida das pessoas. Lá se […]

LEIA MAIS
photo

Mais provocador, FIT-BH divulga programação de 2018

Para quem acompanha o teatro em BH, ano de Festival Internacional de Teatro Palco & Rua, do FIT-BH, é sempre uma alegria a mais. Em 2018, aumentam também a expectativa e a curiosidade sobre a programação divulgada a partir de um eixo-curatorial específico.  Isso é raridade na história desse evento que chega à sua 14ª edição. […]

LEIA MAIS
photo

Teatro negro: cinco espetáculos imperdíveis no FAN

Dando sequência ao especial dedicado ao Dia da Consciência Negra confira cinco espetáculos que falam sobre o negro e o protagonismo de sua cultura nas artes cênicas que estão em cartaz no Festival de Arte Negra, em BH.  O evento é realizado até o domingo, dia 24 de novembro, em Belo Horizonte. Navalha na Carne […]

LEIA MAIS
photo

250 anos de Beethoven: conheça as obras essenciais

É preciso compreender o homem para depois entender a obra. Essa é uma das recomendações do maestro Fabio Mechetti, diretor artístico e regente titular da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais para quem quer conhecer mais e aprender com um dos grandes nomes da música erudita no mundo. Falamos de Ludwig van Beethoven. Em 2020, o […]

LEIA MAIS
photo

Por que ‘A Vida invisível’ é uma aposta ousada do Brasil para o Oscar?

A Vida Invisível, o novo filme do diretor Karim Aïnouz, é capaz de dividir a plateia em dois grupos ao final da projeção. Sobretudo as mulheres. De um lado, quem cai – pra valer – no choro. Do outro, que foi o meu caso, pessoas dominadas por uma raiva, uma revolta com o que acaba […]

LEIA MAIS
photo

Os segredos da fotografia do filme ‘Divinas Divas’, de Leandra Leal

Logo nos primeiros minutos de Divinas Divas, documentário dirigido por Leandra Leal exibido na Mostra de Cinema de Tiradentes, já é possível perceber que a fotografia é mais um aspecto a se observar ali. A obra é de David Pacheco, um dos parceiros da cineasta estreante na jornada de sete anos até que o filme […]

LEIA MAIS