Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Filme “Grande Sertão”, de Guel Arraes, divulga data de estreia

Gostou? Compartilhe!

Protagonizado por Caio Blat e Luisa Arraes, “Grande Sertão” é uma releitura da obra de João Guimarães Rosa

Com estreia nacional definida para o dia 30 de maio, o filme “Grande Sertão”, dirigido por Guel Arraes (“O Auto da Compadecida” e “Lisbela e o Prisioneiro”) acaba de divulgar o cartaz oficial. Exibido na 27ª edição do Tallinn Black Nights Film Festival (PÖFF), na Estônia, em novembro de 2023, o longa recebeu o prêmio de melhor direção para Guel Arraes, na categoria Critic’s Picks. Adaptação do clássico “Grande Sertão: Veredas”, de João Guimarães Rosa, o filme tem roteiro assinado conjuntamente por Arraes e Jorge Furtado. O longa é produzido pela Paranoïd Filmes, em coprodução com a Globo Filmes. Já a distribuição é da Paris Filmes. 

Narrativa

Estrelado por Caio Blat (Riobaldo) e Luisa Arraes (Diadorim), “Grande Sertão” é produzido por Manoel Rangel, Egisto Betti e Heitor Dhalia. A iniciativa transpõe o universo da violência dos jagunços do sertão para o território das organizações criminosas de uma periferia urbana, cercada por muros gigantescos, em um tempo indeterminado. Assim, a história, narrada em tom épico, segue a trajetória de Riobaldo, professor que ingressou no bando por amor a Diadorim. No elenco, estão, ainda, Rodrigo Lombardi (Joca Ramiro), Luiz Miranda (Zé Bebelo), Eduardo Sterblitch (Hermógenes), Mariana Nunes (Otacília) e Luellen de Castro (Nhorinhá). Confira, abaixo, o cartaz oficial

Luisa Arraes e Caio Blat em cena do filme "Grande Sertão" (Paris Filmes/Globo Filmes/Divulgação)
Luisa Arraes e Caio Blat em cena do filme "Grande Sertão" (Paris Filmes/Globo Filmes/Divulgação)

Sinopse 

Numa grande comunidade da periferia brasileira chamada Grande Sertão, a luta entre policiais e bandidos assume ares de guerra. Desse modo, a narrativa traz à tona questões como lealdade, vida e morte, amor e coragem, Deus e o diabo. Assim, Riobaldo entra para o crime por amor a Diadorim. No entanto, ele nunca tem a coragem de revelar a paixão. Por outro lado, a identidade de Diadorim é um mistério constante para Riobaldo, que lida com escolhas morais e dilemas éticos, enquanto busca entender seu lugar no mundo e a própria natureza.

Confira, a seguir, o trailer

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]