fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Globo de Ouro 2021 faz história ao indicar três mulheres a melhor direção 

A cerimônia está marcada para o dia 28 de fevereiro. Chloé Zhao, Regina King e Emerald Fennell concorrem ao prêmio de direção

Por Carol Braga

03/02/2021 às 12:40

Publicidade - Portal UAI
Globo de Ouro. Foto: Forein Press Association

O Globo de Ouro 2021 já é histórico, afinal de contas, três mulheres concorrendo ao prêmio de melhor direção não tem notícia melhor, né! Chloé Zhao, Regina King e Emerald Fennell, vocês são nosso orgulho. 

Esse fato é tão significativo e um resultado prático de todo o movimento do Times Up que, de fato, muda o rumo das coisas. Desde janeiro de 2018, quando mulheres se uniram para denunciar Harvey Weinstein, começou uma corrente que além de condenar o assédio sexual, lutava por igualdade. Eis que os primeiros sinais começam a surgir. 

A próxima premiação, marcada para o dia 28 de fevereiro, será atípica, claro. Assim também foi a divulgação dos indicados. As atrizes Sarah Jessica Parker e Taraji P. Henderson, cada uma em um lugar, anunciavam os nomes. Detalhe: um áudio péssimo. 

Filmes

Só quando a lista completa saiu foi possível fazer as análises. Além da forte presença feminina em uma categoria sempre dominada por homens, outros pontos chamam atenção. Achei as indicações bem distribuídas, embora tenha o domínio da Netflix. As produções lançadas pelo serviço de streaming receberam 22 indicações. 

Mank, como esperado, lidera a lista com seis indicações, seguido de Os 7 de Chicago, que recebeu cinco, ambos filmes Netflix. O mais comum, no entanto, foram os longas com quatro indicações cada: Meu pai, Nomadland e Bela Vingança (Promising Young Woman).

É difícil falar em filmes que tenham sido esnobados, mas sinceramente, acho que O som do silêncio merecia mais. O excelente filme disponível na Amazon Prime Vídeo só recebeu uma indicação: melhor ator para Riz Ahmed. Bom, será bem difícil alguém ganhar de Chadwick Boseman (“A voz suprema do blues”). Seria um Globo de Ouro póstumo e certamente um momento super emocionante da cerimônia. 

Séries

Como The Crown domina geral entre os dramas, minha curiosidade maior entre as categorias de séries está na disputa do prêmio de melhor atriz em série limitada ou filme para TV. Olha que páreo: Cate Blanchett (“Mrs. America”); Daisy Edgar-Jones (“Normal People”); Shira Haas (“Unorthodox”); Nicole Kidman (“The Undoing”) e Anya Taylor-Joy (“O Gambito da Rainha”). Faça as suas apostas! Minha torcida está com Daisy.

O Globo de Ouro é entregue pela Associação de Imprensa Estrangeira que cobre Hollywood. A cerimônia será dia 28 de fevereiro. 

Pieces of a Woman

Pieces of a Woman está disponível na Netflix. Foto: Netflix/Divulgação

 

Confira a lista completa dos indicados

 

MELHOR FILME DE DRAMA

The Father

Mank

Nomadland

Promising Young Woman

Os Sete de Chicago

 

MELHOR ATRIZ EM FILME DE DRAMA

Viola Davis – A Voz Suprema do Blues

Andra Day – The United States vs. Billie Holiday

Vanessa Kirby – Pieces of a Woman

Frances McDormand – Nomadland

Carey Mulligan – Promising Young Woman

 

MELHOR ATOR EM FILME DE DRAMA

Riz Ahmed – O Som do Silêncio

Chadwick Boseman – A Voz Suprema do Blues

Anthony Hopkins – Meu Pai

Gary Oldman – Mank

Tahar Rahim – The Mauritanian

 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM FILME DE DRAMA

Glenn Close – Hillbilly Elegy

Olivia Colman – Meu Pai

Jodie Foster – The Mauritanian

Amanda Seyfried – Mank

Helena Zengel – News of the World

 

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM FILME DE DRAMA

Sacha Baron Cohen – Os Sete de Chicago

Daniel Kaluuya – Judas and the Black Messiah

Jared Leto – Pequenos Vestígios

Bill Murray – On The Rocks

Leslie Odom Jr. – One Night in Miami

 

MELHOR DIREÇÃO EM FILME

Emerald Fennell – Promising Young Woman

David Fincher – Mank

Chloé Zhao – Nomadland

Regina King – One Nigh in Miami

Aaron Sorkin – Os Sete de Chicago

 

MELHOR ROTEIRO EM FILME

Promising Young Woman

Mank

Os Sete de Chicago

Meu Pai

Nomadland

 

MELHOR ANIMAÇÃO

Os Croods 2: Uma Nova Era

Dois Irmãos

Over the Moon

Soul

Wolfwalkers

 

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

Another Round – Dinamarca

La Llorona – França, Guatemala

The Life Ahead – Itália

Minari – EUA

Two of Us – EUA, França

 

MELHOR TRILHA SONORA EM FILME

The Midnight Sky

Tenet

News of the World

Mank

Soul

 

MELHOR CANÇÃO EM FILME

Fight for You – Judas and the Black Messiah

Hear My Voice – Os 7 de Chicago

Io Sí (Seen) – The Life Ahead

Speak Now – One Night in Miami

Tigress & Tweed – The United States vs. Billie Holiday

 

MELHOR FILME DE COMÉDIA OU MUSICAL

Borat: Fita de Cinema Seguinte

Hamilton

Music

Palm Springs

The Prom

 

MELHOR ATRIZ EM FILME DE COMÉDIA OU MUSICAL

Maria Bakalova – Borat: Fita de Cinema Seguinte

Kate Hudson – Music

Michelle Pfeiffer – French Exit

Rosamund Pike – I Care a Lot

Anya Taylor-Joy – Emma

 

MELHOR ATOR EM FILME DE COMÉDIA OU MUSICAL

Sacha Baron Cohen – Borat: Fita de Cinema Seguinte

James Corden – The Prom

Lin-Manuel Miranda – Hamilton

Dev Patel – Personal History of David Copperfield

Andy Samberg – Palm Springs

 

MELHOR SÉRIE DE DRAMA

The Mandalorian

The Crown

Lovecraft Country

Ozark

Ratched

 

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE DRAMA

Emma Corrin – The Crown

Olivia Colman – The Crown

Jodie Comer – Killing Eve

Laura Linney – Ozark

Sarah Paulson – Ratched

 

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE DRAMA

Jason Bateman – Ozark

Josh O’Connor – The Crown

Bob Odenkirk – Better Call Saul

Matthew Rhys – Perry Mason

Al Pacino – Hunters

 

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL

Emily em Paris

The Flight Attendant

Schitt’s Creek

The Great

Ted Lasso

 

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL

Lily Collins – Emily em Paris

Kaley Cuoco – The Flight Attendant

Elle Fanning – The Great

Catherine O’Hara – Schitt’s Creek

Jane Levy – Zoey’s Extraordinary Playlist

 

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL

Don Cheadle – Black Monday

Eugene Levy – Schitt’s Creek

Jason Sudeikis – Ted Lasso

Nicholas Hoult – The Great

Ramy Youssef – Ramy

 

MELHOR MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

Normal People

O Gambito da Rainha

Small Axe

The Undoing

Unorthodox

 

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

Cate Blanchett – Mrs America

Daisy Edgar-Jones – Normal People

Shira Haas – Nada Ortodoxa

Nicole Kidman – The Undoing

Anya Taylor-Joy – O Gambito da Rainha

 

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU FILME PARA TV

Bryan Cranston – Your Honor

Jeff Daniels – The Comedy Rule

Hugh Grant – The Undoing

Ethan Hawke – The Good Lord Bird

Mark Ruffalo – I Know This Much is True

 

PRÊMIO CECIL B. DE MILLE

Jane Fonda

 

PRÊMIO CAROL BURNETT

Norman Lea

photo

Mank: as impressões sobre o novo filme de David Fincher

Você já reparou que com alguns filmes a experiência depois que ele acaba chega a ser até melhor do que durante a projeção? Foi o que eu senti vendo Mank, o novo do diretor David Fincher, já disponível na Netflix.  São cerca de 130 minutos, em preto e branco, com muitos flashbacks. Tudo para contar […]

LEIA MAIS
photo

Soul, filme da Pixar, provoca reflexão sobre propósito e o viver a vida

Pare pra pensar por cinco segundos. Você com certeza já se perguntou qual é o seu propósito ou a sua missão na vida. Além disso, o que te move e te faz feliz? Esses questionamentos constantemente nos cercam e são ponto central na animação Soul, filme da Pixar lançado pela Disney na plataforma de streaming […]

LEIA MAIS
photo

O que a série Normal People tem para fazer tanto sucesso?

Não sei isso é normal, gente, mas logo depois de maratonar em um único dia os 12 episódios, de cerca de 30 minutos cada, de Normal People me deu uma saudade de Marianne (Daisy Edgar-Jones) e Connell (Paul Mescal). Foi estranho, reconheço. Mas talvez a conexão que os protagonistas conseguem estabelecer com o espectador explique […]

LEIA MAIS