fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Galpão Cine Horto chega aos 21 anos repleto de novidades

Centro Cultural administrado pelo Grupo Galpão anuncia dois editais de fomento e parceria com Sesiminas

Por Laura Oliver *

29/03/2019 às 14:52 | * Escreveu com a supervisão de Carolina Braga

Publicidade - Portal UAI
Foto: Galpão Cine horto / Divulgação.

São 21 anos de histórias. Muitas e lindas. Falar sobre o Galpão Cine Horto é o mesmo que percorrer com lente de aumento a história recente com o melhor do que foi produzido pelo teatro mineiro. É certo que não haverá nenhum grupo com menos de duas décadas que não tenha passado lá em algum momento.

Luna Lunera, Espanca!, Quatroloscinco, Teatro Invertido, Pigmalião Escultura que Mexe e muitas outras companhias. Enfim, se tantos grupos tem suas origens ligadas ao centro cultural, sua importância é clara. Por isso, sobram também motivos para se comemorar o anúncio feito pelo Galpão Cine Horto sobre novos editais de fomento. De certa forma, é um movimento que confirma a vocação do querido espaço no Horto.

Em resumo, são dois editais: 8º Rascunho de Cena e 1º Montagem de Rua. Este, em sua primeira edição, selecionará um projeto de teatro de rua. A estreia já está marcada para o encerramento do 20º Festival de Cenas Curtas, em setembro. Já o Rascunho de Cena/Cena-Espetáculo apoiará com R$ 10 mil uma nova montagem para o palco.

“Nesses anos de existência fomos um centro cultural ativo nas artes cênicas. Dessa forma, criamos vários projetos para suprir a demanda e a carência do teatro. A criação desses dois editais reforça isso”, explica Chico Pelúcio, diretor do Galpão Cine Horto.

 

Foto: Galpão Cine horto / Divulgação.


Os editais

O Rascunho de Cena é um projeto laboratório voltado para a inquietação e experimentação no teatro. Serão selecionadas 12 cenas com duração de até oito minutos. Elas serão apresentadas ao público na Mostra Rascunhos de Cena, na segunda quinzena de junho. Desses, quatro rascunhos serão selecionados para desenvolverem em cenas de 15 minutos. Elas estarão na abertura do Festival de Cenas Curtas.

Já o edital para a montagem de rua é uma novidade no variado cardápio do Cine Horto. Foi criado com o propósito de estimular a criatividade e fomentar a produção do teatro de rua local. Além disso, é uma forma de encorajar a pesquisa de linguagem e proporcionar ao público o acesso a uma diversidade maior de gêneros teatrais.

Podem participar artistas, grupos e coletivos da cidade de Belo Horizonte e região metropolitana que não estejam ligados diretamente ao Galpão Cine Horto. As inscrições seguem até 28 de abril.O regulamento e o formulário para os interessados você confere clicando aqui.

Novidades

Além dos editais para fomento das artes cênicas, o Galpão Cine Horto está com novidades. Uma delas é a investida na área da música com os encontros mensais do Cine Horto Som & Fúria. Dessa forma, o Cine Horto intensifica a parceria com instrumentistas, compositores, intérpretes, bandas, produtores e realizadores de eventos musicais, estimulando a realização de shows, mostras e festivais.

Tem ainda a participação na 14ª Quadrienal de Praga com o livro interativo com os estudos de Cenografia e Figurinos do espetáculo ‘O Firme Soldadinho de Chumbo’, criado por André Brandão e Lorena Vaccarini. O espetáculo nasceu da parceria entre os Cursos Livres de Teatro e os Núcleos de Pesquisa.

Tem também parceria com SESI MG. O prédio onde também fica o Teatro Sesiminas vai abrigar o Pro: Cria – Centro de Criação e Formação Sesi-Galpão Cine Horto, a partir de maio. “Já tínhamos uma parceira e agora ela cresceu. Neste ano, a instituição cedeu um andar do prédio no Centro Cultural para realizarmos várias atividades”, conta Chico.

Dessa forma, no espaço funcionará um braço do Cine Horto com uma incubadora de talentos, oficinas, residências artísticas, workshops e os Núcleos de Pesquisa nas áreas de Dramaturgia, Cenografia e Figurinos, jornalismo cultural e outros. A programação completa do Galpão Cine Horto você confere clicando aqui.
photo

Crítica em diálogo: monólogo ‘Peixes’, de Ana Regis

Crítica em diálogo é um experimento proposto pelo Culturadoria para a crítica de teatro. Mais que uma relação unilateral, acreditamos na potência da conversa. Por isso, convidamos a atriz, dramaturga e diretora Ana Regis a participar desse diálogo crítico sobre Peixes. Peixes, por Carolina Braga Peixes não é um espetáculo fácil de se ver. Incomoda. […]

LEIA MAIS
photo

Culturadoria para o seu fim de semana: #30mar_02abr

O fim de semana está com atrações interessantes principalmente na música. A programação tem desde veteranos como Lô Borges comemorando os 45 anos do “Disco do Tênis” como representantes da novíssima geração revelada pela internet, elenco do Festival Sai da Rede. No teatro, Letícia Sabatella traz a Belo Horizonte montagem que está mais para show […]

LEIA MAIS
photo

Saiba os nomes dos selecionados para fazer audição ao vivo no espetáculo ‘Meu destino é ser Star, ao som de Lulu Santos’

O espetáculo ‘Meu destino é ser Star, ao som de Lulu Santos’ com audições ao vivo no meio da peça, narra a trajetória de jovens que buscam realizar seus sonhos profissionais. Além disso, eles pretendem conquistar um grande papel em suas carreiras artísticas. O musical será no Grande Teatro Sesc Palladium, em BH. Nos dias […]

LEIA MAIS