Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Dicas da extensa programação do 4º Festival Literário Internacional de BH

Fli BH terá mais de 100 participações de autores em debates, mesas de conversa e oficinas. Toda a programação é on-line e gratuita.
Mazza é homenageada do 4º Fli BH. Foto: Sylvia Vartuli
Mazza é homenageada do 4º Fli BH. Foto: Sylvia Vartuli

“Virando a Página: Livro e Leitura Tecendo Amanhãs” é o tema da 4ª edição do Festival Literário Internacional de BH, o Fli BH. O evento, gratuito e on-line, será realizado entre os dias 10 e 20 de agosto. Como é bastante comum em eventos desse tipo, são mais de 100 atrações com participações de autores em diversos formatos. 

Em 2021, o Fli BH pauta a programação na transformação e inclusão, em termos de gênero, raça e etnia. A homenageada é Maria Mazarello Rodrigues, mais conhecida como Mazza, que tem um percurso intelectual e humano marcado pelo envolvimento com as questões sociais, políticas e culturais do país. 

Para te ajudar a escolher o que não perder no Fli BH, fazemos aqui nossas apostas. Ou seja, passamos um pente fino na programação. Nossa recomendação é que você aproveite ao máximo. Tem muita coisa legal. Mas, se por causa tempo ou outra razão não for possível, segue aqui as nossas dicas das atrações que mais chamaram nossa atenção.

Editorias negras no Brasil: notas sobre ser estrangeiro em sua própria terra

O poeta, ensaísta e professor da Faculdade de Letras de Juiz de Fora, Edimilson de Almeida Pereira é o convidado da mesa de abertura. O encontro, mediado pelas curadoras Ana Elisa Ribeiro e Madu Costa, vai abordar, entre outros temas, os processos de exclusão e de resistência de personalidades culturais

[QUANDO] 10/8, 19h30 [VEJA AQUI] bit.ly/flibh2021

Histórias de Carolina Maria de Jesus

Histórias da vida da escritora Carolina Maria de Jesus, retiradas do livro dela, Diário de Bitita, serão contadas pela professora e narradora de história Marly com Y. Carolina foi uma das primeiras escritoras negras do Brasil. Publicou, em 1960, Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada.

[QUANDO] 11/8, 9h [VEJA AQUI] bit.ly/flibh2021

Cordel: tradição e reinvenção na escrita e na leitura

Com mediação de Olegário Alfredo, Jarid Arraes (SP) e Paola Tôrres (Fortaleza) são convidados para falar sobre a literatura de cordel. A manifestação literária atravessa séculos e, a mesa em questão, vai abordar inquietações relacionadas à estética e reinvenções do gênero, na escrita e na leitura.

[QUANDO] 13/8, 19h30 [VEJA AQUI]

Escrevivências de Mulheres Pretas

Cristiane Sobral (RJ), Bianca Santana (SP) e Rosália Diogo (BH), três mulheres negras conversam sobre as próprias experiências em torno do termo “escrevivência”, criado pela escritora Conceição Evaristo. 

[QUANDO] 15/8, 17h

[VEJA AQUI]

Para abrir uma janela – Palestra Cênica

Odilon Esteves faz o convite para um passeio por livros e autores que entraram na vida graças à mediação de um afeto. Ou seja, a recomendação de uma amiga, uma professora, um amor, alguém da família, uma peça de teatro, um filme, etc. É uma atividade interativa que promete ser bem interessante! 

[QUANDO] 15/8, 19h30

[QUANTO] Gratuito, com retirada de ingressos.

Literatura infantil para todas as crianças no combate ao racismo 

Quem se vê representada nos livros de literatura infantil? Essa é uma das perguntas norteadoras do encontro entre Kiusam de Oliveira (SP) e Josias Marinho Casadecaba (RO) com mediação de Renata Moreira (BH). O objetivo é discutir o protagonismo e representatividade negra no texto e na ilustração.

[QUANDO] 16/8, 19h30 

[VEJA AQUI] YouTube

Slam: Poesia, Identidade e Participação

Refletir sobre os elementos que compõem as batalhas de slam e suas disputas. Esse é o objetivo da mesa que reúne Lucía Tennina (Argentina) e Piê Poeta (BH) com mediação de Rogério Coelho (BH). Lucía é professora de Literatura Brasileira na Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Buenos Aires e pesquisadora da produção dos saraus e slams das periferias do Brasil. Já Pieta Poeta é escritor, professor, artista cênico e campeão mundial de poesia falada. 

[QUANDO] 18/8, 19h30

[VEJA AQUI] YouTube

Serviço – Festival Literário Internacional de BH 2021 – Fli BH

[QUANDO] 10 a 20 de agosto – on-line e gratuito [ONDE] fli.pbh.gov.br (ainda em construção)

Odilon Esteves. Foto: Fernando Badharó / Divulgação
Odilon Esteves. Foto: Fernando Badharó / Divulgação

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!