05 jan 2018

Para além dos protestos: as especulações sobre os filmes favoritos ao Globo de Ouro

É bem provável que os comentaristas de moda que costumam fazer a festa no tapete vermelho do Globo de Ouro exercitem variações sobre o mesmo tema em 2018. “Meryl Streep usa um pretinho básico”. “Saoirse Ronan ousa no preto”. E assim por diante com Jessica Chastain, Emma Stone, Frances McDormand, Michelle Williams, Nicole Kidman, Margot Robbie e Octavia Spencer.

As atrizes já sinalizaram que apoiam o protesto contra os casos de assédio que sacudiram Hollywood. O Globo de Ouro será palanque para tal. Por isso, depois da cerimônia é bem provável que comentemos mais sobre os posicionamentos políticos do que sobre os resultados propriamente ditos.

Vale lembrar que ano passado Mrs. Streep arrasou com muita força em discurso anti-Trump. Registro que a homenageada com o Cécil B. De Mille este ano é Oprah Winfrey. Não tem cara de que vai ficar calada.

Mas e os filmes? Temos favoritos?

Ok, o Globo de Ouro pode até não ter a mesma força que teve no passado no sentido de prever os “Oscarizáveis”. Mesmo assim, para quem curte a temporada de prêmios do cinema, não deixa de ser um abre-alas bem interessante. Esquenta o burburinho, abre as apostas. Estas, inclusive, andam bem abafadas pelo prometido protesto.

Além disso, está mesmo difícil apostar. Confira abaixo os pitacos da Indiewire, Rolling Stone, Entertainment Weekly e Vulture para as principais categorias e a minha opinião sobre isso.

 

Confira no link as previsões sobre as séries. 

 

A forma da água é o favorito a melhor filme de drama. Crédito: Reprodução da Internet

Melhor Filme de Drama

Indicados:

  • Me chame pelo seu nome
  • The Post
  • Dunkirk
  • A forma da água
  • Três anúncios para um crime

Aposta: O novo longa de Guillermo del Toro, A forma da água, é a aposta da IndieWired, Entertainment Weekly e Rolling Stone. Concordo com eles. É produção que mais recebeu indicações e as fantasias do diretor mexicano radicado na Espanha faz o tipo dos votantes da Imprensa estrangeira em Hollywood.

Azarão (ões): The Post é o preferido da IndieWire e Me chame pelo seu nome do The Independent e Rolling Stone. Quem saiu totalmente do padrão de apostas foi a Vulture. Para a revista, Três anúncios para um crime leva o prêmio. Será?

 

Melhor Filme – Comédia e musical

  • Artista do Desastre
  • Corra!
  • I, Tonya
  • Lady Bird: É Hora de Voar
  • O Rei do Show

Aposta: Lady Bird: é hora de voar é um caso raro de aprovação na plataforma do Rotten Tomatoes. Como a nota no site é baseada em crítica e são os jornalistas que votam no Globo de Ouro, parece mesmo um caminho meio óbvio que o filme da diretora Greta Gerwig. O site Entertainment Weekly acredita na força de Corra!. Sei não, viu … sou mais Lady Bird.

Azarão (ões): Corra! é um atípico filme de terror e tem tudo a ver com esse movimento de protestos sociais que estamos vivendo. A IndieWire e a Rolling Stone apostam nesta produção independente como possível azarão.

 

Melhor atriz – Drama

  • Frances McDormand – Três Anúncios Para um Crime
  • Jessica Chastain – A Grande Jogada
  • Meryl Streep – The Post: A Guerra Secreta
  • Michelle Williams – All the Money in the World
  • Sally Hawkins – A Forma da Água

Aposta: Categoria bem diversificada nos palpites internacionais. O embate é forte entre Frances McDomard e Sally Hawkins. Para a Indiwire, Vulture e Rolling Stone, McDormand leva a melhor. EW ousa pouco e vota em Meryl Streep.

Azarão (ões): Só se der Jessica Chastain e Michelle Williams. O Ibope delas está baixo nos sites consultados.

 

Continua após a publicidade

 

 

Melhor atriz – Musical ou comédia

  • Emma Stone – A Guerra dos Sexos
  • Helen Mirren – The Leisure Seeker
  • Judi Dench – Victoria e Abdul – O Confidente da Rainha
  • Margot Robbie – I, Tonya
  • Saoirse Ronan – Lady Bird: É Hora de Voar

Aposta: Vulture, The Independent, EW e RS vão de Saoirse Ronan. Acha que eu discordo? Claro que não.

Azarão: Judi Dench corre por fora. Mas ela é o tipo de atriz que deveria ser hor concours.

 

Melhor ator – Drama

  • Daniel Day-Lewis – Trama Fantasma
  • Denzel Washington – Roman J. Israel, Esq.
  • Gary Oldman – O Destino de uma Nação
  • Timothée Chalamet – Me Chame pelo Seu Nome
  • Tom Hanks – The Post: A Guerra Secreta

Aposta: Os palpites estão bem divididos entre o Winston Churchil de Gary Oldman (Independent, IndieWire, EW) ou o personagem de Timothée Chalamet (Vulture), de Me chame pelo seu nome. O veterano leva vantagem. Também acredito que leve.

 

Melhor ator – Musical ou comédia

  • Ansel Elgort – Em Ritmo de Fuga
  • Daniel Kaluuya – Corra!
  • Hugh Jackman – O Rei do Show
  • James Franco – Artista do Desastre
  • Steve Carell – A Guerra dos Sexos

Aposta: James Franco está disparado nessa categoria. Está irreconhecível na pele do protagonista. E ainda tem um detalhe curioso: ele dirige e produz esse filme.

Azarão: Se o vento virar, pode ser que Daniel Kaluuya se dê melhor. Pouco provável.

(From L-R) Michael Stuhlbarg, Michael, Shannon, Director/Writer/Producer Guillermo del Toro and David Hewlett on the set of THE SHAPE OF WATER. Photo by Kerry Hayes. © 2017 Twentieth Century Fox Film Corporation All Rights Reserved

Melhor diretor

  • Christopher Nolan – “Dunkirk”
  • Guillermo del Toro – “A Forma da Água”
  • Martin McDonagh – “Três Anúncios Para um Crime”
  • Ridley Scott – “All the Money in the World”
  • Steven Spielberg – “The Post: A Guerra Secreta”

Apostas: A disputa está complicada nesta categoria. Guillermo del Toro é o favorito para IndieWire e EW. Mas para Independent e Vulture o prêmio fica com Chirstopher Nolan. A Rolling Stone é mais tradicional e acredita que Steven Spielberg será o vencedor. Ou seja, sem espaço para azarões.

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

Bastidores do impeachment: ‘O processo’ e a função de documentar a história

É difícil não se deixar envolver com o documentário O processo, de Maria Augusta Ramos. Seja como for, isso independe de seu posicionamento político. É um filme cansativo, denso e tenso. Se você for de esquerda, ou tiver tendências, vai se incomodar mais. Muito mais. Dá arrepio rever políticos, eleitos, justificando seus votos em nome da […]

Leia Mais

BH recebe Mostra de Diretoras Negras no Cinema Brasileiro

Um levantamento da Agência Nacional do Cinema (Ancine) apontou que nenhum filme foi dirigido ou roteirizado por uma mulher negra no ano de 2016. A pesquisa teve como base 142 longas-metragens brasileiros lançados comercialmente em salas de exibição. Deste modo, com o objetivo de incentivar a produção cinematográfica de diretoras negras a ‘Mostra de Diretoras […]

Leia Mais

‘Ex-Pajé’: um retrato poético, triste e urgente sobre a erosão da cultura indígena

  Perpera, o ex-pajé, caminha no meio da floresta. Calça preta, gravata da mesma cor. Frouxa. A camisa branca parece ter dois números a mais. O senhor, com pouco domínio do português, também vai ao supermercado. No corredor de frios, precisamente, esmagado entre infinitas marcas de margarina. Mais uma vez, surge a sensação de inadequação […]

Leia Mais

Comentários