Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Filarmônica recebe circo e divulga temporada 2019

Por Thiago Fonseca*

12/11/2018 às 15:08

Publicidade - Portal UAI
Foto: Bruna Brandão / Divulgação

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais divulgou a temporada 2019. Como já estamos acostumados, a programação – de alto nível – conta com uma diversidade de convidados nacionais e internacionais, e ainda, grandes concertos. Dessa forma, já é possível se programar até dezembro do ano que vem para não perder nada.

Mas, enquanto 2019 não chega, os olhos do público estão voltados para a apresentação da Orquestra com o grupo Cirque de la Symphonie, nos dias 13 e 14 de novembro, às 20h30. Esta é a primeira vez do grupo no Brasil. Vamos combinar que será uma atração um tanto quanto inusitada para a Sala Minas Gerais.

Quando o circo encontra a orquestra

Os ajustes para a sede da Filarmônica se transformar em picadeiro estão a todo vapor. A união da Orquestra com o grupo oferecerá ao público a beleza do circo, combinada a grandes sucessos da música clássica, como trechos do balé ‘O lago dos cisnes’, de Tchaikovsky, e o Bolero de Ravel. No dia 13, a regência é do maestro Fabio Mechetti, diretor artístico e regente titular da Filarmônica de Minas Gerais, e, no dia 14, do maestro Marcos Arakaki, regente associado da Filarmônica.

Segundo Mechetti, trazer o Cirque de la Symphonie para BH era um desejo antigo, uma vez que, já tinha trabalhado com o grupo em outros países. Mas só agora surgiu a oportunidade da apresentação. “Essa junção é uma maneira de mostrar um repertório de música erudita com um grupo que é reconhecido no mundo inteiro. Em resumo, a apresentação contará com acrobacias áreas e números circenses. Sendo assim, liberamos a área da frente para montar a estrutura. Enquanto a orquestra toca, os artistas apresentaram os números”, explica Mechetti.

O concerto tem duração média de duas horas e conta com oito integrantes do Cirque de la Symphonie. As coreografias terão relação com a música orquestrada. O repertório foi escolhido em cima do que o grupo já havia apresentado.

Liderado pelo acrobata russo Alexander Streltsov, o Cirque é formado por artistas recordistas mundiais e atletas olímpicos. Eles se revezam em diversas linguagens como malabarismo, contorcionismo, mímica e acrobacia. A trupe já compartilhou o palco com mais de cem orquestras internacionais.

 

‘Cirque de la Symphonie’ em um dos concertos pelo mundo a fora – Foto: Cirque / Divulgação

 

Temporada 2019

A apresentação do concerto com o grupo de circo não estava na programação da temporada de 2018, divulgada no ano passado. Isso mostra como a grade de concertos que é divulgada no ano anterior tem flexibilidade para agregar novas apresentações ao longo do tempo. Sendo assim, a programação para 2019, que foi divulgada pela Orquestra neste mês, poderá ser maior do que a prevista. Em síntese, terá pelo menos 57 concertos.

A abertura oficial da nova temporada da Filarmônica de Minas Gerais será realizada nos dias 14 e 15 de fevereiro de 2019. “Nela encontraremos diversidade de solistas convidados, riqueza de programação e busca de excelência. Teremos nomes internacionais e nacionais. Ainda celebraremos aniversários de importantes compositores. E também mostraremos o vínculo da música com outras manifestações, na nova temática da série Fora de Série”, conta Mechetti.

 

Continua após a publicidade...

 

Grandes nomes da música clássica

Na temporada já estão confirmadas a celebração de 200 anos de Offenbach e de Suppé; 175 anos de Rimsky-Korsakov; 150 anos de Roussel; 100 anos de Claudio Santoro; 75 anos de Marisa Rezende; 150 anos da morte de Berlioz; e por fim, 125 anos da morte de Chabrier. Além disso, uma homenagem especial marcará os 80 anos do compositor pernambucano Marlos Nobre.

Dentre os solistas que se apresentarão com a Filarmônica em 2019 estão o violinista e regente convidado Pinchas Zukerman; os pianistas Barry Douglas,  Arnaldo Cohen, Sonia Rubinsky,  Lucas Thomazinho; o violinista Michael Barenboim; e por fim, o pianista, compositor e regente convidado Olli Mustonen. O venezuelano Pacho Flores, um dos grandes trompetistas da atualidade, e a violoncelista sérvia Maja Bogdanovic também farão suas estreias com a Orquestra.

No repertório dos concertos, ressaltam-se as sinfonias de Haydn, Mozart e Schubert, o romantismo de Tchaikovsky, Dvorák e Brahms, além de obras do século XX, com Shostakovich, Ravel e Villa-Lobos, chegando aos dias de hoje com a Suíte Festiva, do compositor carioca Ronaldo Miranda. Ainda tem Fantasia Tarumã, de João Guilherme Ripper, e a estreia de Memória do Cardume, de Martim Butcher, vencedor do Festival Tinta Fresca 2018. A Orquestra também já lançou a campanha de assinaturas para quem quiser adiantar as compras e receber benefícios.

 

Michael Barenboim é uma das atrações da temporada 2019 – Foto: Yannick Perrin / Divulgação

 

Nossa Filarmônica

A série Fora de Série, com nove concertos ao longo do ano, irá explorar a conexão da música com outras manifestações humanas como dança, teatro, cinema, fauna e flora, guerra e paz, mitologia, pintura, religiosidade e a literatura. Em 2019, a Filarmônica de Minas Gerais também gravará a Primeira Sinfonia de Mahler, dando sequência às gravações do Ciclo Mahler, iniciadas em 2017.

“Com essa programação a gente mostra a diversidade de repertório. Fizemos a temporada de 2019 com orçamento enxuto, assio como nos outros anos. Mas mostrando que a cada ano nós estamos conseguindo manter a programação com excelência em contramão do orçamento. Em 2019 queremos ainda reforçar nosso trabalho de aproximação com a sociedade”, pontua Mechetti.

Clique aqui e confira a programação da temporada 2019

photo

Lulu Santos emociona BH com repertório de Rita Lee e sucessos da carreira

Lulu Santos passou a semana em BH. Visitou pontos turísticos, almoçou com amigos e ainda comprou a blusa preta, que usou no show.  Esse período foi bom para ele. O suficiente para recarregar as energias e levar muita animação para o show, na noite de sexta (18/05), no Km de Vantagens Hall. Foram mais de […]

LEIA MAIS
photo

Cena musical autoral em BH cresce mas ainda enfrenta dilemas

O lançamento do primeiro disco de carreira da banda mineira Daparte, marcado para dia 24 de Abril, no Teatro Bradesco, em BH, pode ser visto, sim, como mais um sinal. A cena autoral da capital mineira cresce sem parar. Afinal, neste mês, no período de 11 dias, três discos autorais foram lançados. No ano passado foram […]

LEIA MAIS
photo

Festival Somos Comunidade celebra 15 anos do Instituto Unimed-BH

O Instituto Unimed comemora 15 com um espetáculo cujo título sintetiza sua missão. “Quando dizemos que somos feitos de sonhos queremos demonstrar vale a pena seguir e acreditar”, afirma o diretor da montagem Gilvan de Oliveira. O musical com 400 pessoas no palco, é parte do festival ‘Somos Comunidade’, que será realizado no dia 13 […]

LEIA MAIS