Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Filarmônica de MG apresenta ópera Cartas Portuguesas neste 10 de junho

Ópera é de autoria de João Guilherme Ripper e apresentação será transmitida pelo canal da orquestra do YouTube
cartas Portuguesas
João Guilherme Ripper, autor de Cartas Portuguesas. Foto: Ana Branco / Divulgação

A paixão da freira portuguesa Mariana Alcoforado por oficial francês Noël de Chamilly no século XVII é o centro da narrativa Cartas Portuguesas, ópera do compositor carioca João Guilherme Ripper, que a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais apresenta neste 10 de junho, às 20h30. A ópera será apresentada em forma de concerto cênico. Dessa forma, o papel principal é interpretado pela soprano Camila Titinger. Por outro lado, o concerto tem regência do maestro convidado Roberto Tibiriçá e a direção de cena é de Jorge Takla. Além deles, participam as sopranos Érica Muniz, Deborah Bulgarelli e Nívea Freitas. As cartas que deram origem à ópera foram escritas pela religiosa ao seu amor de dentro da clausura e publicadas em Paris em 1669 sem autorização da remetente. Assim dão origem ao libreto, também de autoria de Ripple.

Além disso, na mesma noite, a Filarmônica interpreta a Sinfonia nº 8 em Fá maior, op. 93, de Beethoven. Tudo isso ocorre na Sala Minas Gerais com transmissão ao vivo e gratuita pelo canal da orquestra no YouTube.

Concertos Comentados

Durante a apresentação desta noite, haverá um intervalo de 20 minutos, no qual a orquestra realiza os Concertos Comentados, ou seja, quando especialistas comentam o repertório do dia. Desta vez o convidado é o doutor em História, maestro do Coro Madrigale e professor de Regência da Escola de Música da UFMG, Arnon Oliveira.

cartas portuguesas
Foto: Flora Silberschneider / Divulgação

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!