fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Festival BH Artes Cênicas terá mais de 50 atrações até o fim de julho

Por Thiago Fonseca *

06/07/2018 às 12:05 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Samuel Mendes / Divulgação

Cadê o público que estava aqui? Foi baseada nesta pergunta que o Festival BH Artes Cênicas chega para fomentar o movimento na plateia no mês de julho. O evento promete buscar um intercâmbio cultural entre grupos, produtores e artistas de todo o país. Serão 62 espetáculo em cartaz, quatro oficinas e três debates/palestras.

O evento surge da constatação que era preciso pensar em semelhante à Campanha de Popularização do Teatro e da Dança para as férias do meio do ano.  “Vivemos um período complicado nas artes cênicas. Criamos o Festival para buscar novas alternativas. Dessa forma, fazer parcerias, entender melhor o que desperta o interesse do público, ou o que o afasta e, assim, fortalecer nossa arte”, explica Rômulo Duque, presidente do Sinparc.

Fomento

Festival de Teatro de Curitiba é uma inspiração, já que trabalha com espetáculos de todo país. Entretanto, mesmo com a promessa de intercâmbio com outros Estados, o Festival BH Artes Cênicas surge apenas com espetáculos de Minas. Segundo Rômulo a crise que afeta o país impediu trazer produções de fora. Mas, mesmo assim, era necessário já por o projeto em prática.

“Vamos começar com as produções daqui, independente se são inéditas ou não. Anunciamos o Festival e quem estivesse com espetáculo em cartaz se inscreveu. Estamos dando espaço para produções profissionais. O BH das Artes Cênicas se difere da Campanha por trazer espetáculos em estreia e a formação’, pontua Rômulo.

Estarão em cartaz 40 atrações adultas e 22 infantis, entre espetáculos de drama, comédia, contemporâneo, além de musicais e dança. ‘Açoteia’, ‘Amar-te’, ‘180 Dias de Inverno’, ‘Gua-ra-pa-rir’, ‘O Pródigo’, ‘Os Inocentes’, ‘A Bela e a Fera’, ‘Alice no País das Maravilhas’, ‘Mágico de Oz’, ‘O Rei Leão’ e outros estarão em cartaz. Algumas peças contarão com acessibilidade física, visual e auditiva.

Claro que a criação de todo novo evento deve ser celebrada, mas vale também o cuidado para não fazer mais do mesmo.

A atriz e diretora Rita Clemente ministrará duas oficinas no Festival – Foto: Bianca Aun / Divulgação

Atividades de formação

Para levantar a discussão sobre o público o Sinparc convidou profissionais da cena teatral do Brasil e de Minas. Eles estarão reunidos em debates e palestras. Entre os temas a serem abordados, questões ligadas a políticas públicas, ações de fortalecimento da produção teatral, economia criativa.

Na programação das ações formativas estão as palestras: ‘Política Pública’, ‘Cadê o público que estava aqui?’ e ‘Ações para fortalecimento da produção’. Roberta Luchini ministrará a oficina ‘Vivência em MoE: aplicando o teatro às educação’, Rita Clemente as oficinas ‘Processos criativos: a criação como ferramenta para o trabalho do ator’ e ‘Exposição de cenas em processo’. Por fim, o Grupo Quatroloscinco ministrará a oficina ‘A palavra em Cena!.

A programação completa, ingressos e as inscrições para as atividades de formação você confere aqui.

photo

Confira as dicas de teatro infantil em cartaz na Campanha de Popularização 2018

Desde que me tornei uma tia coruja me aproximei do universo do Teatro Infantil. Descobri que é preciso escolher com muito cuidado no que levar as crianças. Se para as produções voltadas ao público adulto não é fácil, imagina para quem faz arte para criança. Só pra começar o ingresso tem que ser mais barato […]

LEIA MAIS
photo

Ator Leonardo Fernandes é indicado APCA por atuação em Cachorro Enterrado Vivo

Teve gente que tentou impedir a estreia do espetáculo porque acreditou piamente que se tratava de algo que maltratava animais. Esse foi apenas um dos desafios que o ator Leonardo Fernandes enfrentou até a estreia de Cachorro enterrado vivo na Sala João Ceschiatti de maneira totalmente independente em abril de 2015. Nada como um dia […]

LEIA MAIS
photo

Cinco curiosidades sobre o novo espetáculo do Grupo Giramundo

Domingo de manhã. O teatro está escuro. Bastante. Em meio ao breu, os atores se movimentam. Se norteiam pelo som antes que a imagem ocupe o devido lugar na nova montagem do Grupo Giramundo. Se você está acostumado aos tradicionais bonecos, prepare-se para uma outra fase. ‘O pirotécnico Zacarias’ nasce propondo uma série de mudanças. […]

LEIA MAIS