fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Exposição ‘Empresta-me teus olhos?’ é uma provocação à empatia

Por Carol Braga

10/05/2017 às 08:31

Publicidade - Portal UAI
Quadro da mostra 'Empresta-me teus olhos?'. Crédito: Reprodução Internet

Quadro da exposição ‘Empresta-me teus olhos?’. Crédito: Reprodução Internet

Por Tainá Silveira*

A exposição “Empresta-me teus olhos?” que está no térreo do Centro Cultural Banco do Brasil de BH é uma provocação à empatia. O próprio nome diz isso. As 60 obras, expostas na parte do museu que menos chama atenção dos visitantes,  são de pacientes de Centros de Convivência da Saúde Mental da Prefeitura.

É um conjunto que nos propõe pensar os motivos que levaram cada um daqueles artistas – sim. Artistas – a internação. Também faz refletir sobre o papel da arte na recuperação e na integração das pessoas que sofrem aflições psicológicas e psiquiátricas, na sociedade.

São desenhos, pinturas, cerâmicas e uma instalação, a que mais chamou a minha atenção. Bacias de metal estão espalhadas pelo chão da entrada e, ao centro delas, espelhos com o desenho de um olho. Em toda a circunferência das bacias podemos ler, com certo esforço, frases sobre como lidamos com a própria imagem, o que ela significa e como o “reflexo da água” a distorce. São dizeres impactantes demais para passar desapercebidos como muitos que visitaram a exposição ao mesmo tempo que eu o fizeram.  

Outro destaque da mostra não tem título: é a representação de uma pessoa com o corpo todo formado por impressões digitais, e a cabeça por vários olhos.  É interessante como tomamos conclusões diferentes sobre obras artísticas quando sabemos algo sobre o artista, por menor que seja.

Sabendo que quem a fez é paciente em um Centro de Convivência de Saúde Mental, me perguntei se os olhos não representavam a sensação de perseguição, de estar sendo observado e observar o redor o tempo todo. As impressões digitais são uma das poucas coisas no mundo que nos tornam absolutamente únicos. Um corpo formado inteiramente por elas faz pensar que o corpo de cada um também reflete sua identidade.

Quadros

A exposição tem também releituras de pinturas renomados de Van Gogh e Manet, e eu particularmente me espantei com a semelhança com as originais. Ainda sobre as pinturas, destaque para “Sexo”. Em cores fortes e quentes estão dois corpos, um sobre o outro com pernas e braços que se misturam e se confundem.

Sobre as figuras, em letras garrafais lê-se “SEXO”. Para mim, foi impossível compreender as expressões faciais de ambos e, toda aquela confusão de partes do corpo e olhos esbugalhados me fizeram pensar se a obra realmente representava sexo ou uma agressão.

Apesar da pouca atenção que “Empresta-me teus olhos?” tem recebido, é interessante. Traz vários questionamentos e vontade de compreender o outro. A exposição pode ser visitada de quarta a segunda de 09h à 21h até o dia 29 de maio.  

*sob a supervisão de Carolina Braga
photo

Conheça os artistas que influenciam os ambientes da CASACOR

Amilcar de Castro, Hélio Oiticica, Isaura Pena, Nuno Ramos, Rivane Neuenschwander, Leonilson, Vik Muniz. Estes são apenas alguns dos representantes da fina arte brasileira que marcam presença na CASACOR 2018. Pois é, não pense que o evento montado no Casarão da Rua Sapucaí é uma mostra estritamente de decoração e arquitetura. Aliás, será possível dissociar […]

LEIA MAIS
photo

Com cardápio variado, FLI-BH abre inscrições para oficinas gratuitas

Se foi coincidência ou não, jamais saberemos. Fato é que o Festival Literário Internacional de Belo Horizonte será o terceiro evento consecutivo, em menos de dois meses, voltado para os livros realizados na capital. Tivemos o Salão, depois a literatura ocupou as ruas da Savassi e agora chegou a vez da coisa ser internacional. A […]

LEIA MAIS
photo

Casa do Saber perde mais de mil livros em ação da Prefeitura

Muitas vezes é até difícil compreender porque a arte é tão atacada. Sabemos que quem tem uma convivência maior com a literatura, o teatro, a música e o cinema tem um modo muito mais crítico para o viver. Mesmo assim, por que isso ameaça tanto? A questão vem à mente quando recebo a notícia que […]

LEIA MAIS
photo

5 motivos para ver a mostra de Almodóvar no Cine Humberto Mauro

Até o dia 18 de julho, o Cine Humberto Mauro recebe a Mostra Almodóvar. Ela reúne 19 obras do cineasta espanhol e só deixa de fora os sete curtas-metragens do começo da carreira  e os longas Os Amantes Passageiros (2013) e Dor e Glória (2019). Este último que estreou no em junho no Brasil.  Antes […]

LEIA MAIS
photo

Impressões sobre ‘Dor e glória’, novo filme de Pedro Almodóvar

Dor e Glória, o novo trabalho de Pedro Almodóvar, é daqueles que crescem na memória da gente à medida em que o tempo passa. Sabe aquele grande filme que é melhor nem ver de novo? Pois é! Isso vale para o longa protagonizado por Antônio Banderas, com Penélope Cruz, Asier Etxeandia, Leonardo Sbaraglia, Cecilia Roth, […]

LEIA MAIS
photo

Antiga Casa da Árvore vira biblioteca a céu aberto

Uma casa do saber ressurgida das cinzas. É assim que o morador de rua, Klinger Douglas, chama o novo espaço onde havia a Casa da Árvore que construiu e costumava encantar quem  passava pela Avenida Barão Homem de Melo, esquina com a Rua Maria Macedo, no bairro Nova Granada, na Região Oeste de Belo Horizonte. […]

LEIA MAIS