fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Exposição Cartografia do Universo Imaginado

Publicidade - Portal UAI
Foto: Ju Foini / Divulgação
[QUANDO]
28/09/2019 a 09/11/2019 às 13:00
[QUANTO]
Gratuito
[ONDE]
Escritório de Arte | Fasam - Rua Rodrigues Caldas - Santo Agostinho, Belo Horizonte - MG, Brasil


Horários de visitação: seg. a sex. 13h às 19h, sáb. 10h às 14h

Informações de divulgação:

Está em cartaz em Belo Horizonte a primeira mostra individual da artista carioca Ursula Tautz em terras mineiras. Seu trabalho pode ser visto no Fasam – escritório de arte, novíssimo espaço na capital. “Conheci Ursula há alguns anos em uma feira no Rio quando adquiro três obras dela”, conta Vanessa Monteze, nome por trás da galeria. “A convidei agora para expor pois é uma artista com uma pesquisa relevante e consistente”, completa.
Sobre

A partir de sua história pessoal, por proposições multimídia, Ursula Tautz desenvolve experiências artísticas que falam sobre identidades culturais e históricas, memória e narrativa. Muitas vezes, evocadas através do tempo percebido pelo movimento pendular, seja um som, um balanço ou pelos badalos. Pesquisando as relações que envolvem o habitar, o pertencer, utiliza a (re)significação do espaço para o desenvolvimento de suas questões. As ocupações dos espaços tendem ao uso da instalação. A história dos lugares sempre se faz presente em seus trabalhos, seja de sua história familiar, mesmo que não testemunhada e sim transmitida ou imaginada, ou dos lugares que ocupa.

Mini Bio

Ursula Tautz (1968), é artista, nasceu no RJ, onde vive e trabalha. Seu trabalho apresenta questões relacionadas à memória e pertencimento vinculados ao tempo, história e lugar. Utiliza fotografia, vídeo, objetos e instalações. Cursou a ESPM, frequentou oficinas da “School of Visual Arts /NY” e a Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Integrou o Programa Projeto de Pesquisa (2013), coordenado por Glória Ferreira e Luiz Ernesto; participou da Siart Bienal 2018 Bienal Internacional de Arte da Bolívia em La Paz; de exposições coletivas como “Monumental Arte na Marina da Glória; “Intervenções Urbanas Bradesco ArtRio 2015”. Individuais: “Frestas por onde Muros escoam” reinaugurando o Jardim da Reitoria da Universidade Federal Fluminense/RJ; “Lugar familiar” Zip’Up na Zipper Galeria/SP, “Fluidostática” na Galeria do Lago – Museu da República/RJ. Foi selecionada pelo crítico Fernando Cocchiarale para o “Programa Olheiro da Arte” e finalista do Prêmio Mercosul das Artes Visuais Fundação Nacional de Arte – FUNARTE. Ano que vem apresentará a individual “O Som do Tempo” no Paço Imperial do RJ. A artista acaba de regressar da residência artística Echangeur22, na França.

Continua após a publicidade...



photo

AmBHulantes #5 – Pampulha

Informações de divulgação: Depois de realizar encontros em quatro regiões de BH, a quinta e última edição de 2019 do AmBHulantes chega com tudo à Pampulha. Desta vez, o ciclo-cortejo sai da Praça Raul Soares, no centro da cidade, e pedala por 10km até a Praça dos Esportes, próxima à Lagoa da Pampulha. No local, […]

SAIBA MAIS