fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Abertura da exposição “As cores e os versos”, de Vander Lúcio Macciel, e lançamento do livro “Volúvel fado”, de Rogério Salgado [QUANDO] 6 de janeiro, 18h30 [ONDE] Livraria Páginas – R. Padre Eustáquio, 2475, loja 6, Padre Eustáquio – BH “

Publicidade - Portal UAI
Foto: Imagem Canvas Pro/Culturadoria
[QUANDO]
06/01/2021
[QUANTO]
Gratuito
[ONDE]
Livraria Páginas - Livraria em Belo Horizonte, Livraria, Belo Horizonte, livraria virtual - Rua Padre Eustáquio - Padre Eustáquio, Belo Horizonte - MG, Brasil
Array

[QUANDO] 6 de janeiro, 18h30 [ONDE] Livraria Páginas – R. Padre Eustáquio, 2475, loja 6, Padre Eustáquio – BH

A exposição “As cores e os versos” é composta de 13 pinturas inspiradas em poemas de Rogério Salgado, além de uma escultura intitulada “Linhas da memória”, também de autoria Vander Lúcio Macciel, feita a partir da coleção de canetas que lhe foram doadas pelo poeta Rogério Salgado e que será sorteada entre os que adquirirem o livro.

“Volúvel Fado” tem projeto gráfico da capa (com ilustração de Vander Lúcio Macciel), contracapa e miolo do artdesigner Irineu Baroni e prefácio da escritora paulista Anita Costa Prado. Com tiragem de 500 exemplares, o livro vem com 48 páginas, num formato simples, com 31 poemas escritos nos últimos dois anos. “Em 2018 eu havia escrito poucos poemas, mas ao longo desses 2019 e 2020 realmente estive sem inspiração por causa dos rumos que o país seguiu em relação a tudo e principalmente à cultura. Daí ter escrito tão pouco nesses últimos dois anos”, desabafa o poeta.

Rogério Salgado é natural de Campos dos Goytacazes\RJ. Veio para Belo Horizonte em 1980. Em 1982 publicou seu livro de estreia “Tontinho” (Conto – Edição do Autor). Na década de 80, foi editor da Revista Arte Quintal. Realizou entre 2005 e 2014 com Virgilene Araújo, o “Belô Poético Encontro Nacional de Poesia” de Belo Horizonte. Também com Virgilene Araújo, idealizou e concebeu o projeto “Poesia na Praça Sete”, projeto esse realizado com os benefícios da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte. Publicou mais de 30 livros.

Vander Lúcio Macciel é natural de Belo Horizonte. Artista plástico autodidata, desde criança já colocava algumas ideias no papel, mais como brincadeira, e gostava de ver os desenhos e entalhes em lápis que havia feito em sala de aula. A pintura iniciou-se na década de 90, quando comprou de um colega de trabalho uma coleção de livros sobre técnicas de desenho e pintura. Expôs seus trabalhos em vários locais da capital mineira, tais como Espaço da Assembleia Legislativa de MG, Centro Cultural Padre Eustáquio, etc.

O evento é uma realização da Livraria Páginas e conta com o apoio de Baroni Edições, Restaurante Dona Preta, Cachaçaria Ouro 1 e Qualigraf Copiadora. A exposição ficará aberta ao público até o final de janeiro.

Continua após a publicidade...