Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Espaço DO AR: gastronomia, arte e cultura em um só lugar

Por Thiago Fonseca *

09/11/2018 às 08:49 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI

O casarão projetado em uma esquina por Éolo Maia na rua Amoroso Costa, no bairro Santa Lúcia, região Centro-Sul de Belo Horizonte, sempre chamou atenção de quem passava por lá. Agora, até mesmo de longe, é que o espaço não passará despercebido. É que neste mês foi inaugurado na casa o Espaço DO AR. Um estabelecimento que une gastronomia, música, design e arte.

Fica aberto o dia todo pois foi pensado para oferecer restaurante/bar, feiras, concertos intimistas, espaço para workshops e reuniões. “A casa era nosso escritório, mas enxergamos que ela precisava ser vivida. Somos muito ligados a cultura e gastronomia, dessa forma, decidimos criar o DO AR. Procuramos encontrar o melhor de cada coisa da cidade para a experiência”, explica Isadora Moema, uma das proprietárias.

Sendo assim, a lareira da casa foi transformada em palco; sala e varandas em salão com cadeiras e mesas; a piscina em cinema; e os jardins em espaço para cultura. O cardápio é bem diferente e muda ao longo do dia. O cheiro de café, que leva a chancela da OOP, revela que o expediente no espaço começou cedo e só termina no fim da noite.

 

Café da manhã e da tarde é um dos atrativos gastronômicos que chama atenção no cardápio do DO AR – Foto: Marcella Ribeiro

Cardápio

No menu, uma culinária afetiva e descomplicada, mas com muita personalidade. O cardápio é assinado pelo chef Rodrigo Mendes, com opções para café da manhã, almoço, café da tarde e petiscos para o happy hour. Espaço abre todos os dias às 10h para o café. No cardápio estão: Bolo do dia (R$5), croissant (de R$ 9 a R$12) e pão de queijo (R$4). Os cafés da casa são de grãos catuaí-vermelho da Serra da Mantiqueira. São servidos o clássico coado, cold brew, machiatto, capuccino, e por fim, o espresso. Os valores variam de R$ 6 a R$ 10.

Já para a noite, há petiscos e pratos variados, como por exemplo, almondega de cabrito (R$ 49) e bolinho cervejeiro (R$ 28). Entre os pratos, há ainda opções vegetarianas e também com todo o tipo de carnes. O menu conta, ainda, com quatro tipos de sanduíches (de R$ 20 a R$27), saladas, burgers (de R$ 25 a R$ 30) e lanches. Para a sobremesa, o destaque é o “Bão de mel” um pão de mel com poeira de cúrcuma. Tudo servido em porcelanas que chamam atenção pela forma diferente.

Por fim, para beber a casa conta com drinks que levam a assinatura do mixologista Diego Kruz. Serão oito torneiras de cervejas locais, artesanais. Já a carta de vinhos, montada pela sommelier Ana Borges, será diversificada com espumantes, rosés, brancos e tintos. O vinho mais barato, o ‘Puesto del Marques Malbec’, por exemplo, custa R$ 63.

 

Bolinho Cervejeiro – Foto: Bruno Senna / Divulgação

Atrativos culturais

Ao chegar no cinema o visitante logo toma um susto. Afinal, ele foi montado em cima da piscina da casa, coberta por uma rede. É só deitar e se acomodar nas almofadas. Calma: ela está vazia. A sensação é estranha pelo fato da rede ser perfurada e mexer, mas a experiência é diferente. A quarta é o dia de exibição de filmes.

Já o salão principal, onde era a sala da casa, abriga a música. Às quintas-feiras é dia de música instrumental brasileira com grupo criado pelo músico Leandro César exclusivamente para o espaço. Às terças-feiras, o percussionista Túlio Araújo se apresenta com um grupo de Jazz Fusion. Durante os outros dias da semana, o palco será aberto a bandas e artistas. Couvert fixo: R$10 nas terças e R$12 nas quintas.

O DO AR também receberá feiras diversas aos sábados, com produtores locais em variados segmentos e programação para as crianças aos domingos. “Temos programação variada e todos os dias. São atrativos para explorar o potencial da região que tem um público diversificado. Dessa forma, a gente quer que o espaço seja um refugio, que as pessoas sintam-se em casa e que saiam com uma experiência agregadora”, pontua Isadora.

 

Foto: Marcella Ribeiro

 

Espaço DO AR

Endereço: Rua Amoroso Costa, 32, Santa Lúcia – Belo Horizonte

Horário de funcionamento:

Segunda, das 10h às 18h – café da manhã, almoço e café da tarde

Terça a quinta, das 10h à 0h – café da manhã, almoço, café da tarde e happy hour

Sexta e sábado, das 10h à 1h – café da manhã, almoço, café da tarde e happy hour

Domingo, das 10h às 16h – café da manhã e almoço

Couvert artístico: R$ 10 (terças) e R$ 12 (quintas)

Reservas via WhatsApp: (37) 99914-4763

photo

Startup mineira abre cursos EAD na área cultural

Cursos como  ‘Gestão e Política Cultural na América Latina’, ‘Comunicação Social para Organizações’ e outros cinco em modelo EAD serão os primeiros a integrar a grade de cursos da startup mineira Inspira. A Escola de Gestão e Cultura está com inscrições abertas. As aulas serão entre agosto e novembro e serão dentro de uma plataforma […]

LEIA MAIS
photo

Antiga Casa da Árvore vira biblioteca a céu aberto

Uma casa do saber ressurgida das cinzas. É assim que o morador de rua, Klinger Douglas, chama o novo espaço onde havia a Casa da Árvore que construiu e costumava encantar quem  passava pela Avenida Barão Homem de Melo, esquina com a Rua Maria Macedo, no bairro Nova Granada, na Região Oeste de Belo Horizonte. […]

LEIA MAIS
photo

Carnaval de BH cresce e blocos alteram percursos históricos

Há menos de duas semanas para o carnaval os blocos começaram a divulgar as datas e os locais de desfile. Muitos surpreenderam o público com mudanças.  ‘Chama o síndico’ e’Então, Brilha’ são os responsáveis pelas maiores surpresas. O primeiro, que tradicionalmente abria a festança na quarta-feira na Afonso Pena, trocou de data e local. Apesar […]

LEIA MAIS