fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Erasmo Carlos: por que você não deveria perder o show dele em BH?

Erasmo volta à capital mineira para o Baile do Tremendão, leitores e seguidores do Culturadoria têm 10% de desconto

Por Jaiane Souza *

06/08/2019 às 08:36 | * Escreveu com a supervisão de Carolina Braga

Publicidade - Portal UAI
Erasmo Carlos. Foto: Guto Costa/Divulgação

Depois de alguns meses, o Tremendão está de volta a Belo Horizonte para encantar o público. Também conhecido como Erasmo Carlos e Gigante Gentil, o músico, ícone da Jovem Guarda, dá mais uma chance para quem perdeu a última apresentação.

Desta vez, além das canções do seu último trabalho, “Amor é isso”, Erasmo Carlos mostra todos os seus grandes sucessos. Quer alguns motivos para comparecer ao show? A apresentação “Baile do Tremendão” comemora os 50 anos de carreira de Erasmo Carlos e celebra o dia dos pais. Na festa quem ganha ganha presente aqui no Culturadoria é o público. Nossos leitores e seguidores têm 10% de desconto na compra de ingressos para o show

O desconto ainda não te convenceu? Ainda está indeciso se vai ao show ou não? Lembre-se que sábado a noite é dia de diversão com os amigos, com a família, ou sozinho mesmo. Pensando nisso, separamos algumas curiosidades e motivos para você clicar neste link e adquirir já o seu ingresso. 

Fã das séries mais vistas no momento

Como nós contamos aqui há um tempo, Erasmo Carlos é fã de Game of Thrones. Ele dedica um tempo no seu dia a dia para ver, pelo menos, um filme ou episódio de série por dia. Além disso, anota o nome de tudo para não esquecer. Bem como Game of Thrones, o Tremendão também assiste The Walking Dead e Santa Clarita Diet.

Aprendeu a tocar violão com Tim Maia

Desde a infância Erasmo e Tim já se conheciam, mas a amizade só começou na adolescência por causa do rock. Sendo assim, em 1957, Tim Maia formou a banda The Sputniks, da qual também participaram, Arlênio Lívio, Wellington Oliveira e Roberto Carlos. 

Depois de uma briga com Roberto Carlos, o grupo foi desmontado e cada um seguiu seu caminho. Após algum tempo, nasceu o The Snakes, grupo que acompanhava não apenas Tim Maia, como também Roberto Carlos. Foi aí que Erasmo aprendeu a tocar violão com Tim Maia. 

 

Foto: Edu Lissovsky / Divulgação.

O nome completo não é Erasmo Carlos

Na verdade, o nome dele é Erasmo Esteves. No começo da carreira, o músico resolveu homenagear Roberto Carlos e Carlos Imperial, produtor artístico responsável por lançar Roberto Carlos, Paulo Sérgio, Elis Regina, Tim Maia, Wilson Simonal, Clara Nunes. Desse modo, adotou o nome Carlos artisticamente e abandonou o Esteves.

Com esse nome, o gigante gentil lançou o disco compacto que obteve muito sucesso devido à música “O terror dos namorados”.

Tem mais de 30 álbuns lançados 

Não precisa nem dizer que nestes 30 discos estão muitos sucessos que escutamos por aí, não é? Alguns deles são, por exemplo, Gatinha manhosa, Fera ferida, Festa de arromba, Mesmo que seja eu, Minha fama de mau e Sou uma criança, não entendo nada.

O Tremendão também aposta na versatilidade para se fazer ouvir por não ter apenas fãs das suas canções tradicionais, como também das novidades. No trabalho “Amor é isso” participam também Emicida, Marcelo Camelo, Arnaldo Antunes e Adriana Calcanhoto. 

 

[O QUE] Baile do Tremendão – Especial de Dia dos Pais com Erasmo Carlos [QUANDO] 10 de agosto, 20h [ONDE] O Distrital – R. Opala, s/n – Cruzeiro – BH – (31) 3284-0709 [QUANTO] R$ 80 (3º lote, pista, inteira) e R$ 45 (3º lote, pista, meia)

[COMPRE AQUI]

photo

Madeleine Peyroux vem aí! Conheça curiosidades sobre a carreira dela

O nome é francês. Mas Madeleine Peyroux é natural dos Estados Unidos. Mais precisamente de Athens, Geórgia. Ela é uma cantora de jazz e já foi considerada a Billie Holiday do século XXI, destacando-se pelo estilo vocal. Além da Geórgia, Madeleine também morou na Califórnia, em Nova York e em Paris.  Madeleine Peyroux se apresenta […]

LEIA MAIS
photo

Banho de Sol volta ao cartaz para única apresentação em BH

É natural que cada espectador tenha uma relação particular com obras artísticas. Agora, é curioso quando há um sentimento comum de impacto. As intensidades podem variar, é claro, mas fato é que desconheço uma só pessoa que tenha saído inerte de Banho de sol, a nova peça da Cia Zula de Teatro. Por isso, repito […]

LEIA MAIS
photo

Por que Petra Costa é uma diretora para se prestar atenção?

A estreia do documentário Democracia em Vertigem na Netflix chamou a atenção para o nome de uma jovem diretora: Petra Costa. A cineasta de 36 anos tem três longas-metragens no currículo e dois curtas. Todos eles têm algo em comum. Em resumo: é um cinema que Petra procura analisar o mundo, mas sempre a partir […]

LEIA MAIS