fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Encontro Latino-americano de Teatro de Grupo resiste e chega a sua segunda edição

Por Thiago Fonseca *

11/04/2018 às 13:50 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Jesús Rodriguez / Divulgação.

Movidos pela resistência, pela vontade de transformar por meio da arte com alegria e amor, três grupos de teatro de Nova Lima, na região metropolitana de BH, juntaram forças e persistiram para a realização do Segundo Encontro Latino-americano de Teatro de Grupo. O evento, de 12 a 16 de abril, contará com apresentações teatrais brasileiras, mexicanas e marroquinas, além de mesas redondas. Tudo no Centro de Artes Suspensa Armatrux.

O evento propõe fortalecer a cena local, promover o intercâmbio e trocas sobre o fazer teatral entre grupos latino-americanos e outros. A primeira edição do projeto se deu em 2016. No ano passado não foi possível consolidar a segunda edição por conta do momento cultural, artístico e social do país. Mas, com resistência, as companhias mineiras Armatrux, Atrás do Pano e Grupo dos Dois conseguiram este ano. Eis que nasce a edição denominada “Para não morrer”.

“Ficamos triste porque não conseguimos realizar o encontro no ano passado. Neste ano colocamos que iríamos produzir de qualquer forma para que o evento não morra”, explica Raquel Pedras, uma das realizadoras do encontro. A ideia do evento surgiu da necessidade de criar um pólo de intercâmbio e difusão de obras e grupos que têm extrema relevância em seus respectivos países. Todos eles tem em comum o desejo de circular mas que por dificuldades de financiamento, não conseguem trazer ao Brasil, e particularmente, a Minas Gerais, suas produções e pensamentos artísticos.

Sem patrocínio público o evento conta com a ajuda de comércios e empresas da cidade. Os grupos convidados pagaram suas passagens para se apresentar em Minas. Tudo isso, com o propósito de não deixar morrer a profissão do artista.

Espetáculo: Thácht, uma tragicomédia musical estará em cartaz dia 15 de abril às 20h – Foto: Bruno Magalhães / Divulgação.

PROGRAMAÇÃO

A programação tem cinco peças e três mesas-redondas. No dia 12, às 17h, será discutida a internacionalização. Dia 13, às 14h, será a vez de se debater a curadoria de teatro. Por último, no dia 16, às 14h, o assunto será o processo criativo no México. “Quando nos reunimos conversamos com está sendo o artista hoje e pensamos as artes juntos, observamos as divergências. É um encontro do fazer teatro, sendo ele uma arte que o ser humano vê o outro”, detalha Raquel.

Convidado especial, espetáculo Marroquino “Un Marocain”  abre o evento no dia 12, às 20h30. Na sexta, dia 13, às 20h30, é a vez do mexicano “Raiz, yo soy”. “O Maluco do céu” se apresentará em dobradinha, às 15h e 17h, no dia 14.  Domingo, dia 15, é a vez do espetáculo “Thácht, uma tragicomédia musical”, às 20h. O encerramento do encontro, no dia 16, será com Espetáculo “Experimento 1: masculino?”, às 20h30.

 

Continua após a publicidade...

photo

Zezé Motta faz Tiradentes sambar dentro da Matriz de Santo Antônio

O que diferencia o Tiradentes em Cena de outros festivais de teatro é a possibilidade de ocupar espaços de fato pouco convencionais para as apresentações. Prova disso, foi o show ‘Divina Saudade’, de Zezé Motta, realizado dentro da igreja de Santo Antônio. Quem esteve lá teve a oportunidade única de ouvir a homenagem a Elizeth […]

LEIA MAIS
photo

‘O frenético Dancin Days’ empolga na música mas fica devendo na história

Curitiba – Não deixa de ser frustrante você entrar para um espetáculo com a ideia de que vai conhecer mais sobre determinado assunto e sai da sala com a sensação de que havia bem mais para ser contado. Bem, foi mais ou menos isso que aconteceu com ‘O Frenético Dancyn Days’, apresentado no Teatro Guaíra […]

LEIA MAIS
photo

Quer ganhar ingresso para ver ‘Fauna’ do grupo Quatroloscinco?

A mostra que comemora os 10 anos do grupo mineiro Quatroloscinco – Teatro do Comum chega à sua reta final. Até o dia 27 de agosto a companhia estará em cartaz na Funarte com os espetáculos mais recentes do repertório, entre eles, Fauna, o meu preferido. A montagem de 2016 é muito filosófica. Escrevi sobre […]

LEIA MAIS