Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Elias Andreato reencena peça Van Gogh, agora em formato online

A temporada é realizada até o dia 4 de abril pela plataforma Zoom. Espetáculo é premiado e encenado por mais de 15 anos

Gostou? Compartilhe!

Van Gogh é um dos artistas mais estudados e aclamados  da história da arte. Entretanto, em vida, não teve tanto reconhecimento sendo negado como artista e vendendo apenas um quadro. Entretanto, uma das maravilhas do teatro é recontar e resgatar histórias em vários âmbitos. Dessa forma, sob direção de Marcia Abujamra, responsável pela montagem original, Elias Andreato apresenta o espetáculo que leva o nome do pintor. A peça estreou em 1993 e permaneceu em cartaz por mais de 15 anos, com sucesso de crítica e público durante todos esse tempo. Van Gogh foi remontado pensando especialmente no formato online e realiza temporada até o dia 4 de abril. 

As apresentações começaram em 20 de março e ocorrem nos dias 22, 28 e 29 de março, e 3 e 4 de abril, sempre às 19h. O público tem acesso gratuito ao espetáculo por meio deste link. Além disso, a produção recomenda se conectar 15 minutos antes do início da sessão. 

Enredo

Van Gogh relata o universo violento no qual o artista estava inserido. Em outras palavras, o suicídio aos 37 anos após uma vida cheia de negações. Entre elas o não reconhecimento dele como artista, negação do amor e convívio social. Além disso, retrata o fluxo criativo do artista, assim como sua obsessão pela pintura, o amor pela natureza e pela vida humana. As questões de saúde e corpo físico também estão presentes na montagem. Como o lóbulo da orelha cortado, a perda dos dentes, a suposta epilepsia, ou doença de Meunière e a centena de diagnósticos que ele recebeu em vida. 

van gogh
Foto: João Caldas

Van Gogh viveu entre 1853 e 1890 e dedicou toda sua vida à pintura. Além de mais de 800 telas, é lembrado pelas cartas enviadas ao irmão, à irmã, à mãe e a artistas como Emile Bernard e Paul Gauguin. Dessa forma, o material escrito serviu de base para o roteiro do espetáculo e representa um documento precioso para o conhecimento do processo de criação do artista. 

Sucesso de público e crítica

Sucesso durante 15 anos em cartaz, o espetáculo passou por capitais brasileiras, como São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro, Salvador e Curitiba. Além disso, por cidades do interior de São Paulo e festivais. Fez também temporada internacional, em Nova York e rendeu a Elias Andreato os prêmios Shell e Apetesp de melhor ator, a Wagner Freire o Prêmio Shell de melhor iluminação e indicação para o Prêmio Shell de melhor direção para Márcia Abujamra..

van gogh
Foto: João Caldas

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]