Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Entenda porque Drake pediu retirada de indicações no Grammy 2022

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Boicote do cantor Drake à premiação dos Grammy’s é inédito e inesperado, mesmo com seu histórico de insatisfações

Por Joyce Vitória | Culturadora

O rapper Drake pediu que as recebidas indicações ao Grammy’s 2022 fossem canceladas. O cantor apareceu duas vezes na lista. Concorria a melhor álbum de rap por Certified Lover Boy e melhor performance de rap pela música Way 2 Sexy.

Drake e o boicote aos Grammy's veio de forma inesperada. Foto: Kevin Mazur
Drake e o boicote aos Grammy's veio de forma inesperada. Foto: Kevin Mazur

O pedido de retirada das indicações partiu do próprio artista e da equipe. As categorias, agora, ficam com um competidor a menos — Drake não será substituído, pois a votação já começou. 

A decisão chocou o mundo do entretenimento. Um detalhe: para ser indicado, o artista precisa submeter o trabalho à premiação. Portanto, Drake em algum momento desejava participar do evento. Surgiu a dúvida: o que mudou?

O artista e a equipe dele não se pronunciaram sobre a real razão da desistência, mas muito se especula que as antigas reclamações de Drake sobre o Grammy’s podem ter relação com a decisão. 

Drake x Grammy’s: uma longa história

O cantor já se frustrou antes com as escolhas do júri. Em 2017, Drake expôs indignação por ter a canção Hotline Bling indicada na categoria rap, mesmo sendo uma música pop. 

Esse, inclusive, é um assunto recorrente entre críticos ao Grammy’s, que tem a fama de indicar artistas negros em categorias urbanas e rap, os excluindo das categorias principais. 

Mais recentemente, em 2021, Drake se posicionou novamente. O artista The Weeknd não recebeu nenhuma indicação, mesmo tendo um dos álbuns mais comentados e bem sucedidos do ano. 

Mas Drake não se calou, em publicação no Instagram disse que a premiação não reconhece os trabalhos musicais realmente impactantes e que “devemos aceitar que, o que antes era a maior forma de reconhecimento, talvez não importe mais aos artistas atuais e futuros”. 

Na ocasião, o próprio The Weeknd também demonstrou insatisfação sobre não ser indicado. Segundo ele, o Grammy’s seria uma premiação corrupta, e que deve transparência a ele, aos fãs e à indústria.

Outras controvérsias do Grammy’s 

Mais artistas já demonstraram o desprazer com a premiação, um deles foi Justin Bieber, indicado em 2021 na categoria pop com o álbum Changes

O artista definiu o acontecimento como “estranho”. De acordo com ele, o álbum é R&B, um gênero que o mesmo aprecia e difere bastante da sonoridade característica pop.

Jay-Z, um dos rappers mais consagrados dos EUA, também se declarou contra o Grammy’s após um episódio que aconteceu em 2017. Recebeu indicações em oito categorias e saiu do evento sem ganhar nenhuma delas. 

Sendo assim, ele registrou a decepção em uma música, onde faz alusão à premiação não ser tão importante quanto os fãs.

Por enquanto, ninguém sabe as razões da retirada de Drake. Porém, podemos perceber que muitos artistas têm se posicionado contra o Grammy’s. 

E você, o que acha sobre a premiação? Ela ainda é sinônimo de sucesso artístico ou precisa de uma reformulação?

Drake. Foto Chris Delmas
Drake. Foto Chris Delmas

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!