Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Mostra “Diálogos pela Equidade” homenageia Marcélia Cartaxo

Gostou? Compartilhe!

A “5ª Mostra Diálogos pela Equidade: Mulheres Plurais” começa nesta terça, dia 5 de março, e segue até o dia 17, no Cine Santa Tereza

Dedicada a apresentar e dar visibilidade à atuação feminina no âmbito do audiovisual, a “Mostra Diálogos pela Equidade: Mulheres Plurais” chega agora à quinta edição. Assim, entre os dias 5 e 17 de março, no Cine Santa Tereza, a Mostra traz uma programação que prioriza produções assinadas por mulheres ou obras que abordam temáticas relacionadas ao feminino. Nesta quinta edição, destaca-se a homenagem a Marcélia Cartaxo. Desse modo, haverá uma retrospectiva de filmes protagonizados pela atriz. Tal qual, a exibição de filmes dirigidos por ela. Algumas destas exibições serão comentadas, inclusive com a presença da homenageada.

Nesta edição, a Mostra Diálogos pela Equidade traz uma seleção diversa de filmes de ficção e documentário, em longa e curta-metragem. Ou seja, produções que abordam temas como sexualidade, maternidade, direito ao corpo, negritude, feminismo e ativismo social. Primeiramente, o filme “A Estação” (2023), da cineasta mineira Cristina Maure, será exibido. A sessão de pré-estreia da obra em Belo Horizonte será comentada pela diretora e terá a presença da equipe e elenco.

Marcélia Cartaxo em cena de "Pacarrete", que será exibido na "Mostra Diálogos pela Equidade: Mulheres Plurais" (Frame)
Marcélia Cartaxo em cena de "Pacarrete", que será exibido na "Mostra Diálogos pela Equidade: Mulheres Plurais" (Frame)

Produções contemporâneas

Assim como o filme, outras produções contemporâneas realizadas por mulheres em Minas Gerais também estarão em cartaz na Diálogos pela Equidade. Caso, por exemplo, dos documentários: “Cambaúba” (2022), de Cris Ventura; bem como de “Marlene Dança para o Mundo” (2021), de Elaine do Carmo. Enquanto isso, “A Casa de Dona Helena Greco”, de Luciene Araujo, será lançado na Mostra. Em tempo: todos esses filmes serão exibidos na primeira semana da programação.

A homenagem

Ainda na primeira semana da programação, a “V Mostra Diálogos pela Equidade: Mulheres Plurais” celebra e homenageia a expressiva trajetória da atriz Marcélia Cartaxo. Assim, a retrospectiva exibe quatro filmes por ela protagonizados. Primeiramente, e como não poderia ser diferente, “A Hora da Estrela” (Suzana Amaral, 1985). Bem como “Pacarrete” (Allan Deberton, 2019) e “O Seu Amor de Volta – Mesmo que Ele Não Queira” (Bertrand Lira, 2019). Do mesmo modo, um dos mais recentes trabalhos da atriz, “A Mãe” (Cristiano Burlan, 2022).

Além da interpretação, Marcélia Cartaxo também se dedica à realização cinematográfica. Assim, este lado da artista também será reverenciado na Mostra Diálogos pela Equidade, com a exibição de três curtas-metragens nos quais ela assina a direção. São eles: “Tempo de Ira” (2003), “De Lua” (2013) e “Redemunho” (2016). As sessões de “Tempo de Ira”, “De Lua” e “Redemunho” serão comentadas por Marcélia Cartaxo. “O Seu Amor de Volta – Mesmo que Ele Não Queira” (mesmo que ele não queira) terá a presença da homenageada e do cineasta Bertrand Lira. Enquanto isso, “Pacarrete” será comentada por Cartaxo e pela atriz Soia Lira.

Trajetória de reconhecimento

Natural de Cajazeiras, na Paraíba, Marcélia Cartaxo estreou no cinema em 1985, como protagonista do filme “A Hora da Estrela” (Suzana Amaral, 1985). Aliás, a atuação a consagrou como a primeira atriz brasileira a vencer o “Urso de Prata” de melhor atriz no “Festival de Cinema de Berlim”. Ao longo de mais de 38 anos de carreira, a homenageada da Mostra Diálogos pela Equidade recebeu diversas premiações. Entre eles, dois prêmios Grande Otelo, três Guarani; dois Kikitos, em Gramado; e quatro Candangos, em Brasília. 

Segunda semana da Mostra

Na segunda semana da programação, a “V Mostra Diálogos pela Equidade: Mulheres Plurais” traz, ainda, uma seleção diversa de filmes de ficção e documentário – muito deles premiados em festivais nacionais e internacionais. São títulos que buscam discutir e refletir sobre a presença das mulheres no cinema brasileiro contemporâneo. Todavia, a lista completa de filmes ainda será divulgada.  

Programação 1ª Semana

“V Mostra Diálogos Pela Equidade: Mulheres Plurais”

5/3, terça-feira, às 19h

Produção feminina mineira e contemporânea

“A Estação” (Cristina Maure | Brasil | 2023 | Drama | 103 min) – 16 anos

Sessão comentada com a presença da diretora e equipe

6/3, quarta-feira

17h “A Hora da Estrela” (Suzana Amaral | Brasil |  1985 | Drama/Comédia | 96 min). 12 anos

19h “A Mãe”(Cristiano Burlan | Brasil | 2022 | Drama | 80 min), 14 anos

7/3, quinta-feira

Às 17h | Homenagem a Marcélia Cartaxo com exibição de curtas – 12 anos

“Tempo de Ira” (Marcélia Cartaxo / Gisella de Mello | Brasil | 2003 | 15 min)

“De Lua” (Marcélia Cartaxo | Brasil | 2013 | 15 min)

“Redemunho” (Marcélia Cartaxo | Brasil | 2016 | 20 min) 

Sessão comentada com a presença da diretora Marcélia Cartaxo

Às 19h

“O seu amor de volta (mesmo que ele não queira)”

(Bertrand Lira | Brasil | 2019 | Documentário | 81 min) – 16 anos

Sessão comentada pela atriz Marcélia Cartaxo e pelo diretor Bertrand Lira

8/3, sexta-feira, às 19h | Homenagem a Marcélia Cartaxo

“Pacarrete” (Allan Deberton | Brasil | 2019 | Drama | 97 min) – 12 anos

Sessão comentada pelas atrizes Marcélia Cartaxo e Soia Lira

9/3, sábado, às 19h

Mulheridades: feminismo, ativismo e direitos humanos

“A Casa de Dona Helena Greco”

(Luciene Araujo | Brasil | 2023 | Documentário | 60 min). Livre.

Sessão comentada pela diretora e equipe do filme

10/3, domingo, às 16h30

Produção feminina mineira e contemporânea + mulheres negras e mulheres indígenas

“Marlene Dança o Mundo”

(Elaine do Carmo | Brasil | 2021 | Documentário | 15 minutos), 10 anos

“Cacica – A Força da Mulher Xavante”

(Jade Rainho | Brasil | 2022 | Documentário | 20 minutos), 10 anos

Sessão comentada com a presença da diretora Elaine do Carmo

Às 19h | Produção feminina mineira e contemporânea

“Cambaúba” (Cris Ventura | Brasil | 2022 | Documentário | 27 minutos) – 12 anos

Serviço

“V Mostra Diálogos Pela Equidade: Mulheres Plurais”

Quando. De 5 a 17 de março

Onde. Cine Santa Tereza (Rua Estrela do Sul, 89 – Santa Tereza)

Quanto. Gratuito, mediante retirada antecipada de ingressos on-line pelo

site da Sympla ou na bilheteria do cinema, 30 minutos antes da sessão

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]