fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Design italiano é tema de mostra na Casa Fiat de Cultura

"Beleza em Movimento - Ícones do Design Italiano" propõe diálogo entre arte e design em mostra inédita na Casa Fiat de Cultura

Por Jaiane Souza *

13/08/2019 às 10:47 | * Escreveu com a supervisão de Carolina Braga

Publicidade - Portal UAI
Formas Únicas de Continuidade no Espaço, escultura de Umberto Boccioni Foto: Studio Cerri

Carros, sofás, luminárias, utensílios domésticos, esculturas. Você pode até não perceber mas a sua vida é rodeada de desing. Por toda parte. É justamente de objetos pensados para um uso cotidiano e que depois se transformaram em arte que é feita a exposição que ocupa a Casa Fiat de Cultura até 03 de novembro. A mostra Beleza em Movimento – Ícones do Design Italiano ocupa todos os espaços do antigo Palácio dos Despachos. 

É a primeira vez que o centro cultural recebe uma mostra que toma tantas salas. “Cada espaço tem o nosso coração, a nossa alma na montagem”, explica Fernão Silveira, presidente da Casa Fiat de Cultura. O acervo é composto por mais de 100 peças. Entre elas estão obras de arte, objetos, miniaturas, instalações multimídia e automóveis. Os carros são, claro, as maiores estrelas da mostra Beleza em Movimento.

Curadoria

A curadoria é de Peter Fassbender, Header do Design Center LATAM da FIat Chrysler Automobiles. Ou seja, ele é o diretor de design da Fiat em toda América Latina. Fassbender trabalhou em colaboração com a arquiteta e historiadora italiana Maddalena D’Alfonso. “Nós buscamos abordar, além da arte, um contexto cultural e social da Itália ao longo do último século. A arte é o elemento que consegue juntar as pesquisas, as novas tecnologias, materiais, tudo em uma só”, explica Maddalena.

O percurso pensado para o visitante explica – e contextualiza – todas as mudanças e evoluções do design automotivo. “À medida que a história foi passando e novas expressões artísticas foram aparecendo, as mudanças também ficaram evidentes nos veículos”, comenta Peter Fassbender. Por exemplo, o modelo  DeLorian DM-12 foi produzido na década de 1980 com uma pintura fosca. Não agradou tanto até que apareceu no cinema em De volta para o futuro. Aí o sucesso chegou e você poderá ver o carro em Belo Horizonte.

 

Curador da mostra Beleza em Movimento,  Peter Fassbender – Ícones do Design Italiano
Foto: Leo Lara/Divulgação

Casas de Design de Automóveis

As mudanças nos carros ficaram evidentes com o surgimento das Casas de Automóveis, escritórios especializados em desing. Foram empresas que surgiram após a Segunda Guerra Mundial e inovaram na criação dos veículos assim como de diversos objetos cotidianos. Sendo assim, Beleza em Movimento também destaca mesas, sofás, luminárias, utensílios domésticos etc. Só para exemplificar, ao caminhar por um dos andares da Casa Fiat, é possível encontrar uma luminária produzida a partir de um farol de carro. Foi montada com o farol de um Fiat 500, uma vara de pescar e uma haste de metal. Achille e Pier Giacomo foram os criadores da peça em 1962.

No total são cinco as Casas de Design de Automóveis presentes na exposição Beleza em Movimento – Ícones do Design Italiano. Carrozzeria Bertone, lançada em 1912 por Giovanni Bertone; Carrozzeria Zagato, que completa 100 anos em 2019; Carrozzeria Touring Superleggera, que fez história desde 1926 ao realizar veículos como a Ferrari 166 MM e o Disco Volante; Carrozzeria Pininfarina, fundada em 1930 por Battista Farina. Por último, mas não menos importante, está a Carrozzeria GFG Style. O fundador, Giorgetto Giugiaro foi o responsável por desenhar alguns dos carros mais distribuídos do mundo, como o Passat, da Volkswagen e o Fiat Uno. 

O percurso da exposição

“Nós temos algumas fotografias ampliadas de grandes designers italianos que permitem ver como era a atmosfera da época, expografia do testes feitos com os automóveis. Tudo isso para ilustrar como eram os costumes da época, o cenário político e social”, explica Ana Vilela, Gestora Cultural da Casa Fiat de Cultura.  O percurso, de fato, começa pela introdução à história nos sofás da entrada da Casa Fiat e vai até o quarto andar com muitas curiosidades.

O caminho é traçado como em uma linha do tempo. Ou seja, vai desde o início da história do desing italiano no século XX até os dias atuais. Sendo assim, passa pelas Casas de Design de Automóveis e pelo colecionismo, onde estão expostas réplicas em miniaturas fiéis a automóveis originais. Além disso, estão expostos objetos que fizeram história, como a Olivetti Valentine, de 1968, máquina de escrever que se destacou pela cor vermelho vibrante e pela portabilidade. Outro ícone é a Bocca, de 1970, um sofá em formato de boca feminina, inspirado nos lábios de Marylin Monroe.

 

Bocca, Studio 65 para Gufram, 1970
Foto: Studio Cerri

Automóveis são as grandes estrelas

Mas os automóveis são mesmo as grandes estrelas da exposição Beleza em Movimento – Ícones do Design Italiano. Eles estão em todos os espaços da mostra. A paixão do curador Peter Fassbender pelo trabalho que faz e pelos carros é visível. Mesmo depois de ter visto os objetos inúmeras vezes, ainda foi possível observar o encantamento dele diante de algumas obras. Na sala do Ronco dos Motores, onde características dos veículos são apresentadas em telões, durante alguns instantes, Fassbender ficou parado observando e ouvindo os sons.

Programa educativo

A Casa Fiat de Cultura conta com um programa educativo que tem objetivo de valorizar e ampliar o conhecimento proporcionado pela Casa. Com a mostra sobre design italiano não é diferente. Para isso, algumas atividades serão desenvolvidas para que a experiência de crianças da educação básica consigam conhecer as visões relacionadas ao design. “Nossa intenção é que essa visão explore os pontos de vista principalmente relacionado aos carros. Quem está dentro dele tem uma impressão, quem está do lado de fora tem outro”, explica Clarita Gonzaga, coordenadora do Programa Educativo da Casa Fiat de Cultura. Desse modo, serão realizadas oficinas, visitas guiadas e experiências de design. “Quando você coloca peças como essas dentro de uma galeria a perspectiva muda”, explica Clarita em relação às experiências que serão proporcionadas pela oficina.

Ao mesmo tempo as pessoas surdas e cegas também terão acesso à exposição. O design italiano será possibilitado para esse público por meio de dois tradutores de libras e dois tradutores bilíngues. Para os cegos haverá objetos táteis como espumas, volantes, bancos de carro. Tudo isso para proporcionar a experiência para todos.

Serviço

[O QUE] Exposição Beleza em Movimento – Ícones do Design Italiano na Casa Fiat de Cultura [QUANDO] 13 de agosto a 3 de novembro, ter. a sex. 10h às 21h, sáb., dom. e feriados, 10h às 18h [ONDE] Casa Fiat de Cultura – Praça da Liberdade, 10, Funcionários – BH – (31) 3289-8900 [QUANTO] Gratuito

photo

Adriana Calcanhotto vem aí! Confira curiosidades sobre a carreira dela

Samba, bossa nova, pop e baladas. Esses são alguns dos estilos que a cantora e compositora brasileira Adriana Calcanhotto interpreta. Mas essa definição não é capaz de traduzir o que é a vida e obra musical de Adriana. No próximo dia 23 de agosto ela estará em BH para o lançamento de “Margem”, o 10º […]

LEIA MAIS
photo

Madeleine Peyroux vem aí! Conheça curiosidades sobre a carreira dela

O nome é francês. Mas Madeleine Peyroux é natural dos Estados Unidos. Mais precisamente de Athens, Geórgia. Ela é uma cantora de jazz e já foi considerada a Billie Holiday do século XXI, destacando-se pelo estilo vocal. Além da Geórgia, Madeleine também morou na Califórnia, em Nova York e em Paris.  Madeleine Peyroux se apresenta […]

LEIA MAIS
photo

Simonal: um resgate da memória do cantor que dividiu opiniões

Simonal As condenações sempre foram comuns desde que o mundo é mundo e desde que existe sociedade. Capitu, por exemplo, foi acusada de trair Bentinho no romance de Machado de Assis. Tal caso gera discussão até hoje, mas ninguém tem certeza do que aconteceu de fato. Talvez nem o próprio Machado tenha pensado nisso. Outro […]

LEIA MAIS