fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Desenhos animados: 5 opções no streaming para todas as idades

Irmão do Jorel, Steven Universe e Carmen Sandiego provam que animação não é só coisa de criança

Por Jaiane Souza *

27/08/2020 às 10:36 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Irmão do Jorel. Crédito: Cartoon Network

Quem foi que disse que desenhos animados são só para as crianças? Atualmente, muitas produções possuem diferentes camadas de entendimento, passando mensagens para todas as idades. Algumas delas são pensadas para ambos os públicos ou até mesmo apenas para os adultos. 

O fato é que temas considerados como de gente grande, ganham cada vez mais terrenos na tentativa de conscientizar crianças desde cedo e provocar reflexões nos adultos. Pensando nisso, selecionamos cinco desenhos animados que a família inteira pode ver junta e sairá todo mundo satisfeito. Tudo bem se você assistir sozinho também. O importante é se divertir. Confira!

Irmão do Jorel

Quem assiste a esse desenho se identifica em diferentes níveis, pois retrata uma família tipicamente brasileira.A história gira em torno do Irmão do Jorel, protagonista que nunca tem o nome revelado, mas todas as ações ocorrem a partir da perspectiva dele. Jorel é o irmão do meio e o estereótipo de garoto popular da escola, que joga basquete, é bonitão e faz todas as meninas caírem de amor por ele. Dessa forma, o Irmão do Jorel, uma criança tímida e sonhadora busca a todo custo a própria identidade e mostrar que tem papel importante na família.

Além deles, o desenho tem uma série de personagens peculiares que dão tom único à narrativa, como a Vovó Juju, típica avó super protetora dos netos e Vovó Gigi, completamente contrária à primeira. Com narrativa envolvente e personagens marcantes, o que fica são lições de empoderamento, amizade, autoconhecimento e companheirismo.

É uma produção brasileira criada por Juliano Enrico e co-produzida pela Cartoon Network Brasil e pela Copa Brasil. É o primeiro desenho animado do Cartoon Network feito na América Latina e conquistou o título de Melhor Série Brasileira de Animação no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro em 2019.

Hora da Aventura

Mostra as aventuras de Finn, um garoto humano, e do cachorro Jake, o melhor amigo de Finn e seu irmão adotivo. Eles moram na pós-apocalíptica Terra Ooo, local onde interagem com outras criaturas, como a Princesa Caroço, Princesa Jujuba, Marceline e o Rei Gelado. Em resumo, eles embarcam em inúmeras aventuras para se divertirem e, no caminho, ajudam quem aparece.

Tem gente que fala que é um desenho doidão e, muitas vezes, sem sentido. Mas a história e os personagens são complexos, há muitas questões filosóficas, discursos de diversidade e a música é marcante. Grande parte dos episódios são apresentados em formato de canções. Além disso, já ganhou diversos prêmios e existe em outras mídias, como história em quadrinhos e jogos eletrônicos.

Star Wars Rebels

Para quem é fã de Star Wars, essa é uma alternativa entre os desenhos animados. Exibido de 2014 a 2018, o desenho explora o que ocorreu entre o Episódio III – A vingança dos Sith e o Episódio IV – Uma nova esperança. É uma boa opção para quem já é fã do universo e mitologia de Star Wars e até mesmo para que não conhece. 

Por enquanto, está disponível na plataforma de streaming Claro Video. Mas, com a chegada do Disney+ em novembro no Brasil a produção também vai estar no catálogo.

Carmen Sandiego

Este é para as crianças e adultos que foram criança em 1985 ou não. Isso porque foi inspirado no game Where In The World is Carmen Sandiego?, da Brøderbund. O jogo já havia ganhado uma versão animada, exibida na TV aberta entre as décadas de 1990 e 2000, entretanto, esta nova versão é uma produção original Netflix. A animação mostra a história de uma super ladra, a Carmen Sandiego, que roda o mundo inteiro para boicotar os planos da Villainous International League of Evil, uma escola de ladrões. Assim como o jogo, tem caráter educativo e explora diferentes países, culturas, história e geografia. 

Steven Universe

A série norte americana, também do Cartoon Network, conta a história do garoto Steven Universe, de 12 anos, que vivem em uma cidade litorânea chamada Beach City. Ao lado dele, três guardiãa, Garnet, Ametista e Pérola, que defendem a Terra contra ameaças alienígenas. Elas são Crystal Gems, uma espécie de ET, e Steve meio humano e meio Gem, pois é filho de um humano com uma Gem. 

Embora Steven tenha poderes e lute para salvar a Terra, ele foge dos estereótipos comuns de um super-herói. É uma criança é gordinha e baixinha, o que obviamente não o torna menos capacitado para as aventuras. Também no quesito representatividade, estão as próprias Gems, já que elas variam muito na forma física. Em resumo, é uma série sobre maturidade, autoconhecimento e entendimento do mundo.

O desenho também virou filme em 2019. No longa, Steven acredita que não precisa mais defender o planeta, até que ele é ameaçado novamente. Disponível para compra no YouTube Filmes. 

desenhos animados
Carmen Sandiego. Crédito: Netflix
photo

Cinco filmes para entender o Cinema da Retomada

O descaso com o cinema brasileiro nos preocupa. Bastante! Não sabemos o que será da nossa vibrante produção com tanta perseguição política ao setor e dificuldade de produção. Em meio a esse clima, decidimos recuperar alguns conteúdos especiais e algumas obras importantes da produção nacional. Hoje é dia de falar sobre o “Cinema da Retomada” […]

LEIA MAIS
photo

Thiago Delegado: ebulição criativa na pandemia

Com o que você se reencontrou no período de isolamento social? O músico Thiago Delegado se reconectou com o próprio violão e com o mar. O instrumento que ficava no porta malas do carro indo de um compromisso artístico a outro, ganhou moradia nova: a sala de casa. Dessa forma, com estudos, parcerias e projetos, […]

LEIA MAIS
photo

Festival Desperta ocupa drive-in com programação cultural gratuita

A jornalista e escritora Leila Ferreira e o músico Pedro Morais nunca imaginaram na vida que se apresentariam em um drive-in. Dezenas de outros artistas que integram a programação do Festival Desperta, idealizado e promovido pela Unimed-BH, também não. O evento que entende como corpo, mente e alma conectados significam saúde, sai das praças públicas […]

LEIA MAIS