fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Festa junina: saiba onde pedir delivery de comidas típicas

Estabelecimentos criaram caixas temáticas com quitutes variados e opções individuais

Por Thiago Fonseca *

26/06/2020 às 09:06 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Gui Barros / Divulgação

Por incrível que pareça: você sabia que a origem da festa junina é de Portugal? Bom, mais uma coisa que herdamos e, claro, a partir das homenagens que eles faziam aos santos populares demos um super toque brasileiro. Os festejos juninos tomaram conta de nossos corações. 

Por aqui são realizadas nas igrejas, escolas e nas casas. Festa tradicional, cheia de comidas típicas, neste ano terá que ser comemorada de maneira diferente. Para não deixar passar em branco, separamos cinco lugares para você encomendar caldos, quitutes e doces. Tem opções de combos e individuais. 

Lola's Bakery

Foto: Arquivo Lola's Bakery / Divulgação

Lola’s Bakery preparou uma caixa de festa junina. Você pode comprar a pequena, de R$ 42, que vem com quatro quitandas ou a maior, de R$ 78, que vem com oito. Ambas também contêm uma passadeira de mesa. Entre as opções de quitutes tem broa mineira, cocada, doce de leite de corte, mingau de milho verde, pipoca, quentão e praliné de amendoim. As encomendas podem ser feitas pelo (31) 99302-2913. As entregas são realizadas todas terças e sextas-feiras. Consulte a taxa.  

Boi Vitório

Foto: Pedro Henrique Silva / Divulgação

Localizado no bairro Mangabeiras, o restaurante Boi Vitório está com festival de caldos. Tem os sabores tradicionais, feijão e mandioca, que custam de R$ 12,90, a R$ 18,90, a depender do tamanho. Os pedidos podem ser feitos pelo Ifood e pelo telefone (31) 3223-2222. Quem optar por pedir direto na casa, deve retirar o prato na Av. Afonso Pena, 4374 – Mangabeiras. 

LP sobremesas

Foto: Arquivo LP sobremesas / Divulgação

A chef Larissa Pinheiro, responsável pela LP sobremesas, também criou uma caixa junina. Além de doces, tem também comes salgados. No combo, que custa R$ 108, vai canjica doce, caldo de mandioca, duas maçãs do amor de chocolate, brigadeiros de amendoim, cocada cremosa, pastelzinho de angu, pipoca gourmet, curau de milho, broa de fubá, pé́ de moleque e torta de amendoim. Os pedidos devem ser feitos pelo WhatsApp (31) 99728-9924. A entrega ou retirada é combinada.

Caixa de Afeto

Foto: Arquivo Caixa de Afeto / Divulgação

Esta é uma opção para quem gosta do tradicional. Especializada em caixas de afeto com alimentos, a Caixa de Afeto entrega em casa as cestas que vão fartas. Por R$ 98 você recebe caldo de feijão e mandioca, canjica doce, quentão, broa de milho, pipoca doce e brigadeiro de paçoca. Encomendas pelo (31) 99489-0147. 

Espetacular Doceria

Foto: Gui Barros / Divulgação

O famoso Ateliê de pâtisserie francesa, a Espetacular Doceria, comandado por Elisa Dayrell, está com cardápio voltado para doces juninos. Tem cake pop de churros por R$ 3,50, bolo de coco fofinho de R$29, brigadeiro de paçoca que varia de R$ 9 a R$ 36 e outras quitandas. Você pode pedir pelo Ifood até 4 de julho.

photo

Delivery: dicas de 15 restaurantes de BH que entregam menus para você ficar em casa

Além de ficar em casa, a crise que o Coronavírus gera pede também colaboração. Se você sempre foi aquele tipo de pessoa que curtia o bar com os amigos, sair para almoçar ou jantar em restaurantes, não vai ser agora que vai deixar de apoiar o seu local preferido, não é mesmo? Muitos estabelecimentos precisaram […]

LEIA MAIS
photo

Aprenda a fazer fricassé de frango com Renato Quintino

“Cozinhar é uma forma de celebrar, de agregar as pessoas, comemorar e meditar”, conta Renato Quintino. Há décadas dedica a vida à arte da gastronomia. É professor, filósofo, historiador, criador, consultor, sommelier, artistas plástico, atleta e amante das artes. Inventar é palavra de ordem na cozinha dele. E dessas invenções surgiu o fricassé de frango […]

LEIA MAIS
photo

Aprenda a fazer um prato português com o chef Cristóvão Laruça

Foi para encurtar a distância de casa que o português Cristóvão Laruça, de 39 anos, começou a cozinhar. Isso foi há 16 anos quando veio para o Brasil. Hoje, o ex-campeão de wakeboard e arquiteto, é dono de dois restaurantes em Belo Horizonte: o Caravela e Capitão Leitão. Se prepara para lançar o terceiro. Na […]

LEIA MAIS