Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Cia. de Dança Palácio das Artes estreia espetáculo “Você Perto…”

Gostou? Compartilhe!

Nova montagem da Cia. de Dança Palácio das Artes estreia neste sábado, dia 22 de junho, no Grande Teatro Cemig Palácio das Artes

“Você Perto…”, novo espetáculo da Cia. de Dança Palácio das Artes, deixa bem explícita a intenção da produção já no título. Ou seja, a ideia de romper qualquer tipo de barreira que possa existir entre os dançarinos que estão no palco e o espectador que os assiste da plateia. “Desse modo, a proposta é fazer com que quem está diante do palco possa se sentir pertencente à obra”, comenta a diretora da companhia, Sônia Pedroso. Com direção, coreografia, cenário e iluminação assinados por Henrique Rodovalho, “Você Perto…” estreia neste sábado, dia 22, às 20h, com apresentação também no domingo, 23, às 19h. O palco, claro, é o do Grande Teatro Cemig Palácio das Artes.

Ao Culturadoria, Sônia compartilhou o sentimento que predomina entre os integrantes do grupo nestes dias que antecedem a estreia. “Dá uma vontade de fazer com que o tempo ande ainda mais depressa para a gente poder estar perto do público logo. Afinal, foram muitos ensaios, com muita dedicação, muito suor. Então, é muita expectativa! Dá uma ansiedade…”, confessa ela.

A Cia de Dança Palácio das Artes estreia "Você Perto..." neste sábado, 22 de junho (Paulo Lacerda/Divulgação)
A Cia de Dança Palácio das Artes estreia "Você Perto..." neste sábado, 22 de junho (Paulo Lacerda/Divulgação)

Bailarinos criadores

O elenco de “Você Perto…” é formado pelos bailarinos criadores Anahí Poty, Ariane de Freitas, Bárbara Maia, Christiano Castro, Cristhyan Pimentel, Elton de Souza, Eliatrice Gischewski, Fábio Costa, Gutielle Ribeiro, Ivan Sodré, Isadora França, Kayky Neves, Ludmila Ferrara, Maxmiler Junio, Maíra Campos, Fábio Costa, Renato Augusto e Sílvia Maia. “Somos intérpretes criadores, ou seja, co-criadores da obra. Assim, dentro do processo, cada um trouxe um pouco de si. Daí, o (Henrique) Rodovalho foi lendo e, dentro do que contextualizava com o que vinha na cabeça dele, foi fazendo as conexões. Então, tem muito da gente (no espetáculo)”, conta Gutielle Ribeiro.

"Você Perto...": direção, coreografia, cenário e iluminação assinados pelo coreógrafo Henrique Rodovalho (Paulo Lacerda/Divulgação)
“Você Perto…”: direção, coreografia, cenário e iluminação assinados por Henrique Rodovalho (Paulo Lacerda/Divulgação)

Aliás, ela revela que um dos momentos que considera mais gostosos localiza-se justamente nesta fase. “Quando a gente entra no palco, as pessoas, claro, assistem ao resultado final. Mas as peculiaridades, os detalhes e toda investigação que acontecem antes… É muito rico”.

Diversidade e alinhamento

Por sinal, Sônia Pedroso tece vários elogios ao corpo de dançarinos. “É um grupo maravilhoso, dinâmico, que se propõe à entrega. Está pronto para qualquer coisa. Um grupo que mergulha com toda força em todas as propostas que levamos a eles. Cheio de vida, de vontade. E vontade de fazer arte, a dança”. Gutielle acrescenta. “Somos um elenco muito diferente, mas, ao mesmo tempo, formado por pessoas que dialogam muito bem junto. Assim, a gente consegue falar a mesma língua, mesmo com toda a diversidade que a gente tem”. (abaixo, mais uma foto de Paulo Lacerda/Divulgação)

Há dez anos na Cia. de Dança Palácio das Artes, Christiano Castro comenta que já viveu vários processos bem distintos no curso deste tempo. “E é uma alegria estar aqui por causa disso. ‘Você Perto…’ traz esse lugar que a gente gosta, de ter o público tão pertinho. A gente estava com essa vontade de estar novamente com a plateia perto”.

Escuta

Gutielle pontua que, lá no início do processo, Henrique Rodovalho dividiu com os dançarinos a necessidade de dar ênfase à escuta. “Ou seja, sobre a importância de exercer um pouco mais esse movimento, assim como olhar mais para o outro, sentir o outro com mais atenção, carinho, acolhimento. E, assim, num segundo momento, veio a tentativa de transformar tudo isso em movimento”, diz ela. No entanto, vale frisar que a encenação também inclui textos, escritos por alguns dos dançarinos.

“Ao fim, entendo que é um trabalho bem emocionante”, confirma Christiano Castro. “‘Você Perto…” tem essa pegada de trazer um pouco dessas escutas. Aliás, falo que uma coisa que ficou muito marcante, pra mim, em todo esse processo, foi justamente essa dinâmica da escuta do outro. E, do mesmo modo, de tentar trazer as pessoas para mais perto da gente”. Ainda sobre a questão da escuta, Christiano também salienta a importância de a pessoa também escutar a si mesma.

Olho no olho

A fala do dançarino encontra eco nas palavras da diretora Sônia. “A proposta do Rodovalho foi exatamente promover essa aproximação (companhia e plateia) através do afeto, do carinho, do olho no olho”. Vale dizer que, antes de “Você Perto…”, a Cia de Dança Palácio das Artes já havia trabalhado com Rodovalho em 2001, com “Poderia Ser Rosa”. Do mesmo modo, cumpre frisar que Henrique é diretor artístico e coreógrafo da Quasar Cia de Dança desde a fundação. Assim, já criou e dirigiu 28 espetáculos pela Cia de 1988 a 2024. Foi vencedor dos prêmios Melhor Coreógrafo, Melhor Espetáculo e Melhor Cia pelo Ministério da Cultura. Tal qual, melhor espetáculo pelo público em Tel Aviv e melhor coreografia em Festival Internacional de Dança no México.

Figurinos e trilha

Os figurinos de “Você Perto…” levam a assinatura de Cássio Brasil. De acordo com o material do espetáculo, foram pensados como “uma metáfora visual para a proximidade e a intimidade”. Ao mesmo tempo, valorizam a singularidade de cada bailarino, começando com roupas mais volumosas e escuras, que gradualmente vão se tornando mais leves e claras. No texto de apresentação, Pedroso ressalta que foram utilizados tecidos como seda, linho e algodão para criar uma sensação de elegância e conforto.

A trilha sonora do espetáculo inclui três músicas originais de Luiz Naveda. Do mesmo modo, composições de artistas como Sérgio Pererê e Coral de Vozes de Campanhã e Isabel Casimira e Richard Neves, Dawn of Midi, Opto e Opiate e alva noto. E, ainda, de Paulo Santos, Aleph-1, alva noto e Ryuichi Sakamoto e Ensemble Modern, Versos Que Compomos Na Estrada. Do mesmo modo, de Jonathan Silva e Ceumar, Anna Tréa e Kabé Pinheiro, Tuyo, Vladislav Delay, Labaq, José Miguel Wisnik & Arthur Nestrovski e Marcelo Jeneci e Sérgio Reze.

*Apuração: Carol Braga/Redação: Patrícia Cassese

Serviço

Cia de Dança do Palácio das Artes estreia “Você Perto…”

Quando. Dias 22 e 23 de junho, sábado, às 20 h, e domingo, às 19h
Onde. Grande Teatro Cemig Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro)
Quanto. R$ 20 (inteira) e R$10 (meia entrada), à venda no Eventim ou na bilheteria do Palácio das artes
Classificação indicativa. Livre
Informações para o público
: (31) 3236-7400 | www.fcs.mg.gov.br

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]