fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 24 de agosto

Por Carol Braga

23/08/2018 às 10:32

Publicidade - Portal UAI
Foto: Universal Music / Divulgação

Culturadoria

 

Breve Festival

Não podemos, definitivamente, reclamar que Belo Horizonte é fraco em festivais. Eles podem até não ter atrações internacionais mas a seleção nacional anda bem satisfatória. Pensa bem: essa semana tem Caetano Veloso e os filhos com o show ‘Ofertório’ dentro da programação do Breve. Ainda tem Pablo Vittar, Mano Brown e IZA. Ou seja, música para todo tipo de gosto, mesmo. Acho ‘Ofertório’ um dos discos mais bonitos lançados este ano. O show já passou aqui por Belo Horizonte no ano passado. Porém, foi no Paládio das Artes, o que significa dizer uma experiência bem diferente da vibe de festival.

[O QUE] Breve Festival – Caetano Veloso com o show “Ofertório”, com os filhos Zeca, Tom e Moreno, BaianaSystem, Rincon Sapiência, Dônica, Teach Me Tiger e Luedji Luna [QUANDO] 26 de agosto, às 15h [ONDE] Mirante Beagá – Rua Gabriela de Melo, Bairro Olhos D’Água – BH [QUANTO] De R$ 60 R$ 110

[O QUE] Breve Festival – Pabllo Vittar, Iza, Mano Brown, Tropkillaz, Djonga, Carne Doce e Young Lights [QUANDO] 25 de agosto, às 15h [ONDE] Mirante Beagá – Rua Gabriela de Melo, Bairro Olhos D’Água – BH [QUANTO] De R$ 60 R$ 110

[COMPRE AQUI] 

 

Continua após a publicidade...

 

Foto: Paulo Fiori / Divulgação

 

Paula Morelenbaum  

Foram dez anos acompanhando Tom Jobim. Participou de discos como “Passarim”, “Antonio Brasileiro”, “Tom Jobim: inédito” e “Tom Canta Vinícius”. Ou seja, o que não falta à Paula Morelenbaum é propriedade para prestar homenagem à Bossa Nova. Este é um dos propósitos do show que estreia em Belo Horizonte. O espetáculo tem direção de Pedrinho Alves Madeira e tem um roteiro musical pautado por canções bossanovistas gravadas por Astrud Gilberto, Elizeth Cardoso, Nara Leão e Silvinha Telles.

[O QUE] Show ‘Canção do Amor (Totalmente) Demais’ de Paula Morelenbaum [QUANDO] 24 e 25 de agosto, às 21h [ONDE] Cine Theatro Brasil Vallourec – Praça Sete – BH [QUANTO] R$ 50

[COMPRE AQUI] 

 

 

Foto: Leila Fugii / Divulgação

Fernanda Montenegro em dose dupla

Há tempos Fernanda Montenegro não vem a Belo Horizonte. Chega agora para uma celebração dupla. Nesta sexta lança um belo livro com registro iconográfico da carreira inteira. Nunca é demais lembrar que a atriz esteve em cena em ‘Vestido de Noiva’, de Nelson Rodrigues. Ou seja, já começou arrasando na história do teatro brasileiro. Além do lançamento, no fim de semana ela faz uma leitura dramatizada do livro Nelson Rodrigues por ele mesmo, escrito pela filha do dramaturgo. Toda oportunidade de ver e ouvir Fernanda Montenegro vale a pena.

[O QUE] Lançamento do livro ‘Fernanda Montenegro – itinerário fotobiográfico’ [QUANDO] 24 de agosto, às 19h30 [ONDE] Grande Teatro do Sesc Palladium – Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro – BH [QUANTO] 1kg de alimento não perecível

[O QUE] Leitura dramatizada do texto ‘Ele Mesmo’, de Nelson Rodrigues, por Fernanda Montenegro [QUANDO] 25 e 26 de agosto, sábado, às 21h e domingo, às 19h [ONDE] Grande Teatro do Sesc Palladium – Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro – BH [QUANTO] De R$ 20 a R$ 30

[COMPRE AQUI] 

 

Foto: Juliana Alabarse / Divulgação

 

Chopin ou o Tormento do Ideal

Eis aqui uma curiosa coincidência: além de Fernandona, Nathália Timberg também está na cidade. Elas que trabalharam tantas vezes juntas! Ao lado da pianista Clara Sverner, a atriz contará um pouco sobre a vida de Chopin. O espetáculo se baseia em cartas escritas por George Sand e poemas de Musset, Liszt, Baudelaire, Gérard de Nerval e Saint-Pol-Roux. A montagem conta um pouco sobre a angústica do compositor em relação à própria arte.

[O QUE] Espetáculo ‘Chopin ou o Tormento do Ideal’ [QUANDO] 24 e 25 de agosto, sexta, às 21h e sábado, às 20h [ONDE] Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube – Rua da Bahia 2.244, Lourdes – BH [QUANTO] R$ 50

[COMPRE AQUI] 

 

Continua após a publicidade...

 

 

Foto: Alex Stoppa / Divulgação

 

A Zeropeia

Já podemos dizer que é um clássico da dramaturgia mineira, né? Essa montagem de A Zeropeia é de 2012. Conquistou vários prêmios. O texto da peça é uma adaptação teatral feita por Luciano Luppi para a obra original criada por Herbert de Souza, o Betinho. Conta a história de uma centopeia que era motivo de piada na floresta que tem vergonha de ter tantas patinhas. Resolve amarrar todas elas e no fim das contas descobre que o melhor é ser ela mesma.

[O QUE] Espetáculo ‘A Zeropéia’ [QUANDO] 25 e 26 de agosto, às 16h [ONDE] Teatro Marília – Avenida Prof. Alfredo Balena, 586, Santa Efigênia [QUANTO] R$ 40

[INGRESSOS NA BILHETERIA] 

 

 

Foto: José Luiz Pederneiras / Divulgação

Grupo Corpo

A temporada do Grupo Corpo em agosto já é tradicional. Mas esse ano é aquele de entressafra. Embora não tenha nenhuma estreia no repertório, tem uma visita ao passado que soa bem interessante. Junto com Gira, a montagem do ano passado, a companhia dos Pederneiras, tem apresentado 21, que é de 1992. Uma grande distância histórica entre as duas coreografias que permitirá ao público observar como a dança do Grupo Corpo foi se transformando ao longo do tempo.

[O QUE] Grupo Corpo Apresenta ‘Gira’ e ’21’ [QUANDO] De 22 a 26 de agosto, de Quarta a sábado, às 20h30 e Domingo, às 19h00 [ONDE] Palácio das Artes – Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro – BH [QUANTO] De R$ 80 a R$ 100

[COMPRE AQUI] 

 

 

[youtube modulo=”2″]ZvSxisV-VMA[/youtube]

ESCOBAR – A traição

Confesso que as estreias do cinema não me apeteceram muito. Escobar, a traição chama mais atenção pelo elenco. Javier Bardem e Penélope Cruz interpretam respectivamente o líder do tráfico de drogas na Colômbia e Virgínia Vallejo, uma apresentadora de TV que teve um caso com ele. Inclusive, o longa é inspirado no livro escrito por esta jornalista.

 

[youtube modulo=”2″]fOBQYNYITc8[/youtube]

 

Onde está você, João Gilberto?

É um documentário que tem dividido a crítica. O longa é baseado no livro HO-BA-LA-LÁ – À Procura de João Gilberto, do escritor alemão Marc Fischer, dirigido pelo francês Georges Gachot e sobre o compositor brasileiro. Ou seja, uma mistura bem interessante. É aquele tipo de filme que o diretor se coloca bastante. No caso, Gachot esteve no Rio de Janeiro para fazer um pedido a João Gilberto. Se ele conseguiu, são outros quinhentos. Vale ressaltar que o cineasta francês é tão apaixonado pela música brasileira que este já é o quarto documentário que ele faz sobre o tema. São dele também longas como O Samba (2015), Rio Sonata (2010) e Maria Bethânia – Música é perfume (2005).

 

Continua após a publicidade...

photo

Cursos em BH qualificam músicos para empreender

Em 2017, o mercado de música no Brasil teve aumento de 17,9% em relação a 2016 e apresentou uma média mundial de crescimento de 8,1%. Foi o que apontou o relatório do Mercado Fonográfico Brasileiro e Mundial divulgado neste ano. Em Belo Horizonte, o mercado da música, principalmente o autoral, cresce não é de hoje. […]

LEIA MAIS
photo

Confira as dicas culturais para o fim de semana: 23 de agosto

Confira Saudações a todos os amantes da cultura de BH!  Está próxima a estreia de Bacurau, o filme vencedor do Prêmio do Juri, no Festival de Cannes, de Kleber Mendonça e Juliano Dornelles. Essa semana eles estiveram no Festival de Gramado e, claro, rolou uma repercussão bem bacana. O longa está em pré-estreia em BH. […]

LEIA MAIS
photo

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 11 de maio

Temos Orquestras para todos os gostos no fim de semana. Até uma bastante atípica. Culturadoria também destaca espetáculos super esperados na cena teatral de BH. Nossas apostas estão feitas. E as suas?       Ummagumma – The Brazilian Pink Floyd Até mesmo quem torce o nariz para covers é capaz de valorizar o trabalho […]

LEIA MAIS