fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Confira as dicas para o seu fim de semana: 21 de dezembro

Tem a volta de Mary Poppins ao cinema e o encontro entre Geraldo Azevedo, Renato Teixeira e Xangai no palco do fim de semana

Por Carol Braga

20/12/2018 às 00:05

Publicidade - Portal UAI
O retorno de Mary Poppins. Foto: Divulgação

Além de finalizar a produção do natal, em nossa tradicional Culturadoria semanal separamos muitas atrações na cidade para você curtir o fim de semana. Entre os destaques, um encontro inédito no palco do Palácio das Artes e a volta de Mary Poppins ao cinema.

O retorno de Mary Poppins

Para quem viu Mary Poppins na infância sabe que esta estreia chega cercada de expectativas. Afinal, é a sequência de um longa lançado em 1964. Isso mesmo, 54 anos depois. A protagonista, que no passado foi interpretada por Julie Andrews, é papel de Emily Blunt. A veterana aprovou a escolha. A crítica também. Os aspectos mais destacados são a trilha sonora, as homenagens ao primeiro filme e, claro, a atuação de Blunt como a babá mais famosa do cinema.

 

Alma Clandestina

 A militante mineira Maria Auxiliadora Lara Barcelos, a Dora, é a protagonista do longa Alma Clandestina que terá sessão especial neste sábado no Cine Humberto Mauro. O novo filme do diretor português, radicado no Rio de Janeiro, José Bahaona tem a participação dos atores Sara Antunes e Paulo Azevedo. O longa transita em um território híbrido, bastante sensorial, para narrar a história da mulher que lutou bravamente contra a ditadura brasileira. Depois da sessão haverá um debate com a participação dos atores, do diretor e também de familiares de Dora.

 

Geraldo Azevedo – Foto: Marcelo Ribeiro / Divulgação

Geraldo Azevedo, Renato Teixeira e Xangai

Quem acompanha a história da música brasileira, certamente soltará a expressão ‘Que Trio’, diante desses três. Geraldo Azevedo, Renato Teixeira e Xangai já passaram dos 70 anos e continuam a colaborar com projetos inéditos como este. É a primeira vez que eles estarão juntos no palco para celebrar as carreiras. O público que sai ganhando. O repertório deles mescla canções regionais com grandes hinos da MPB.

[O QUE] Show Cantadores com Geraldo Azevedo, Renato Teixeira e Xangai [QUANDO] 22 de dezembro, às 21h [ONDE] Palácio das Artes – Av Afonso Pena, 1537, Centro – BH [QUANTO] De R$ 70 a R$ 90

[COMPRE AQUI] 

 

Skank – Foto: Weber Padua / Divulgação

Skank

Skank (1992), Calango (1994) e Samba Poconé (1996). Quem acompanha a trajetória da banda mineira conhece muito bem o repertório desses três discos. Pois eles são os ‘homenageados’, digamos assim, no álbum lançado em agosto. Chamado ‘Os três primeiros’, destaca os hits dos três primeiros discos do Skank com o plus de ‘Algo parecido’, a primeira música inédita depois de quatro anos.

[O QUE] Secreto de Natal com show de Skank [QUANDO] 22 de dezembro, às 18h [ONDE] Marô – Rua Gabriela de Melo, 365 – Olhos d’Água [QUANTO] De R$ 90 a R$ 180

[COMPRE AQUI] 

 

Orquestra Ouro Preto ‘O Pequeno Príncipe’ – Foto: Íris Zanetti / Divulgação

 

Orquestra Ouro Preto

O ano de 2018 foi especial para a Orquestra Ouro Preto. A residência fixa no Sesc Palladium fez com que o número de concertos se tornasse mais frequente. Assim, quanto mais se toca, mais os músicos se aprimoram. Nesta sexta, por exemplo, tem rodada dupla de ‘O pequeno príncipe’. A trilha para o clássico da literatura fica por conta do maestro Rodrigo Toffolo e cia o programa terá ainda a participação de bonecos.

[O QUE] Orquestra Ouro Preto ‘O Pequeno Príncipe’ [QUANDO] 21 de dezembro, às 19h e às 21h30 [ONDE] Grande Teatro do Sesc Palladium – R. Rio de Janeiro, 1046, Centro – BH [QUANTO] De R$ 8 a R$ 50

[COMPRE AQUI] 

 

Habana Vieja – Foto: Marcelo Aires / Divulgação

 

Habana Vieja

A sonoridade latina é um dos destaque da noite na Autêntica este fim de semana.  A banda Havana Vieja é de BH mas especializada na sonoridade da ilha caribenha. O show, chamado Uma noche em la Habana, tem no repertório canções como Guantanamera, Chan  Chan, El cuarto de Tula e La negra Tomasa. Também fazem parte do set list, outras músicas conhecidas do repertório de bandas como Buena Vista Social Club, Los Hacheros, Sierra Maestra, La Familia Valera Miranda, entre outros.

[O QUE] Autêntica Festa Latina com show de Habana Vieja [QUANDO] 22 de dezembro, às 22h [ONDE] A Autêntica – R. Alagoas, 1172, Savassi – BH [QUANTO] De R$ 18 a R$ 25

[COMPRE AQUI] 

 

 

Love Wine – Foto: Enan Correria / Divulgação

Love Wine

Se você for um amante dos vinhos – como eu! – a pedida é a edição especial do Love Wine. Este evento chega a oitava edição destacando não apenas rótulos selecionados mas a combinação com gastronomia de qualidade. Para comer você poderá escolher entre as sugestões de casas como A Favorita, Cabernet Butiquim, Rokkon, Tapas! Tapas! e Panda Wok. Para beber, são 40 opções de rótulos. Kadu Vianna é uma das atrações musicais que não param ao longo do dia.

[O QUE] 8ª edição Love Wine Festival [QUANDO] 22 de dezembro, às 12h [ONDE] Avenida Professor Cristovam dos Santos, 444, Belvedere – BH [QUANTO] De R$ 20 a R$ 50

[COMPRE AQUI] 

photo

Programação de férias de julho para crianças e família

Todo ano é a mesma coisa: o que fazer para tornar as férias das crianças na capital ainda mais divertidas? Uma programação de férias, ora bolas (rs)! Para te ajudar a resolver esta questão, preparamos uma lista especial com programação de férias. E tem de tudo. Passamos por cinema, uma mostra de desenho animado da DreamWorks […]

LEIA MAIS
photo

Show de Roger Waters a partir da experiência de quem não pode ver

Um dia depois do show de Roger Waters, enquanto ainda tentava elaborar alguma coisa sobre o show, toca o telefone e, do outro lado, Danilo Bayão. Formamos em jornalismo juntos e, como é muito frequente, cada um seguiu seu caminho. Vez ou outra nos encontramos. O telefonema foi justamente para comentar do show. Ambos estávamos […]

LEIA MAIS
photo

Hilda Hilst está presente: lançamentos e homenagens em 2018

Hilda Por Lara Alves   Nunca se falou tanto sobre Hilda Hilst como em 2018. Relegada pelo público durante a vida e restrita a tiragens baixíssimas, a escritora paulista passou toda sua vida esperando reconhecimento e, agora, depois de morta, nunca foi tão famosa e tampouco tão lida. É o que mostra um levantamento realizado […]

LEIA MAIS