Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 18 de maio

Por Carol Braga

17/05/2018 às 12:50

Publicidade - Portal UAI

É certo que nossa culturadoria anda cada vez mais cheia. No entanto, este fim de semana o ato da escolha está ainda mais tenso. Tem coisa demaaais, minha gente! Aqui vão alguns caminhos para você apostar!

 

 

[youtube modulo=”2″]Z3rHUGdOXUs[/youtube]

O processo

Confesso que saí do cinema muito triste. Incomodada mesmo. O processo, o documentário que Maria Augusta Ramos fez sobre o processo de Impeachment é cru. Revela jogos de poder, a sociedade polarizada, a espetacularização de tudo. Que Brasil é esse, galera! Onde vamos parar? Sei não… se quiser saber mais do filme, aqui está o texto com as minhas impressões.

 

[youtube modulo=”2″]1P9OzWX6nzE[/youtube]

Deadpool

É o anti-herói mais queridão de todos está de volta. Deadpool 2 já caiu nas graças da crítica especializada e olha que esse povo sabe muuuito de todo o universo que ronda o personagem. A sinopse básica diz que Deadpool (Ryan Reynolds) vai precisar aprender o que é ser herói de verdade depois que o super soldado Cable (Josh Brolin) chegar em uma missão assassina. Fica a dica de leitura da crítica publicada pelo Omelete.

 

 

 

Foto Rodolfo Magalhães / Divulgação.

Feminino

É cada dupla nesse projeto que vou te contar, viu! Dá vontade de ir todo dia. O projeto em cartaz no CCBB celebra a força do feminino. A diversidade é uma delas. Aí está a beleza em ver Maria Gadú se encontrando com Felipe Catto, Fernanda Abreu e Iza além de Badi Assad e Tiê. Uma mais poderosa do que a outra! Não tem como dar errado não!

[O QUE] Filipe Catto convida Maria Gadú [QUANDO] 18 de maio, às 20h30 [ONDE] CCBB – Praça da Liberdade, 450, Funcionários – BH [QUANTO] R$ 20 (inteira) / R$ 10 (meia)

[INGRESSOS ESGOTADOS]

[O QUE] Fernanda Abreu convida Iza [QUANDO] 19 de maio, às 20h30 [ONDE] CCBB – Praça da Liberdade, 450, Funcionários – BH [QUANTO] R$ 20 (inteira) / R$ 10 (meia)

[INGRESSOS ESGOTADOS]

[O QUE] Badi Assad convida Tiê [QUANDO] 20 de maio, às 20h30 [ONDE] CCBB – Praça da Liberdade, 450, Funcionários – BH [QUANTO] R$ 20 (inteira) / R$ 10 (meia)

[INGRESSOS ESGOTADOS]

 

Foto crédito Léo Aversa

Lulu Santos

Show do Lulu Santos é aquela coisa: difícil você não saber cantar do início ao fim. Ele andou bem sumidão dos palcos depois que virou jurado do The Voice. Ano passado lançou um disco que me divertiu muito com o repertório de Rita Lee. Traz a BH o show Canta Lulu. Os sucessos antigos vão conviver com as versões que ele fez para o cancioneiro dela.

[O QUE] Lulu Santos [QUANDO] 18 de maio, 22h [ONDE] Km de Vantagens Hall BH  – Avenida Senhora do Carmo, 230, São Pedro – BH [QUANTO] De R$ 60  a R$ 240 

[COMPRE AQUI]

 

Ozzy Osbourne chega a BH no dia 11 de maio – Foto: Ozzy Osbourne / Divulgação.

Ozzy Osbourne

Diz que é a turnê de despedida. Nunca acredito nessas coisas. De todo modo, Ozzy estará na esplanada do Mineirão para a alegria dos fãs de rock. No domingo ele passou por São Paulo e, no resumo da ópera, a crítica atestou “show é mais do mesmo, o que é ótimo”. Ou seja, não espere novidades. Se jogue.

[O QUE] Ozzy Osbourne [QUANDO] 18 de maio, às 21h [ONDE] Esplanada do Mineirão – Av. Antônio Abrahão Caram, 1001, Pampulha – BH [QUANTO] A partir de R$ 150

[COMPRE AQUI] 

 

 

Foto: Alves Madeira Comunicacao e Produção / Divulgação

Ed Motta

Ed Motta vem a BH para participar de um projeto que tem no nome seu grande diferencial. Uma voz, um instrumento se resume a isso mesmo. Aquele básico que encanta, feito com verdade. No caso de Ed Motta, essa é um pouco a essência dele. Vai se revezar entre o piano e a guitarra munido de sua coleção de pedais dos anos 70. Além de ser um grande intérprete, o artista é um excelente músico. Entro, já viu: não tem erro.

[O QUE] Projeto ‘Uma Voz, Um Instrumento’ Apresenta Ed Motta [QUANDO] 18 de maio, às 21 horas [ONDE] Centro Cultural Minas Tênis Clube – Rua da Bahia, 2244, Lourdes – BH [QUANTO] R$ 25 (inteira) / R$ 12,50 (meia)

[COMPRE AQUI] 

 

Foto crédito Nathalia Pacheco.

Milton Nascimento

Ingresso para este show agora você só consegue no mercado negro. Tem, mas vai custar bem mais caro. Afinal, trata-se de Milton Nascimento, no Palácio das Artes. Uma combinação que faz toda diferença. Como não tem disco novo na área, o repertório visita a carreira inteira. Ou seja, canções que marcaram diversas gerações.

[O QUE] Milton Nascimento [QUANDO] 19 de maio às 21h e 20 de maio às 19h [ONDE] Palácio das Artes –  Av. Afonso Pena, 1537, Centro, – BH [QUANTO] De R$ 70 a R$ 160 

[INGRESSOS ESGOTADOS]

 

Foto Crédito Renata Araújo.

Jorge Vercilo

É curioso mas, apesar de tocar muito nas rádios de BH, Jorge Vercilo não é um cara que faz muito show por aqui. Essa turnê se chama A experiência. É raridade. No repertório, entre as músicas do novo disco, chamado Vida é arte, tem canções que fizeram sucesso no início da carreira dele. Um bom exemplo é Monalisa que até hoje bomba no dial mineiro.

[O QUE] Jorge Vercillo [QUANDO] 19 de maio, 22h [ONDE] Km de Vantagens Hall BH – Av. Nossa Senhora do Carmo, 230, São Pedro – BH [QUANTO] Pista R$ 90 (inteira) R$ 45 (meia), Mesa I R$520, Mesa II R$ 440

[COMPRE AQUI] 

 

 

Foto: Caio Gallucci / Divulgação

Baixa Terapia

Tenho admiração especial por artistas que apesar do sucesso na televisão fazem questão de se manterem fiéis às origens teatrais. Todo espetáculo que produz, Antônio Fagundes traz a BH. Como gosta de transitar por vários gêneros, agora experimenta a comédia. Quem já fez terapia em grupo vai se identificar mais com o texto do argentino Matias Del Federico. É a história de três casais que recebem uma surpresinha do terapeuta. Sucesso total na temporada carioca.

[O QUE] Espetáculo “Baixa Terapia” [QUANDO] 19 de maio às 21h e 20 de maio às 19h [ONDE] Sesc Palladium – R. Rio de Janeiro, 1046, Centro – BH [QUANTO] R$ 80 Plateia I e II; R$ 60 Plateia III

[COMPRE AQUI] 

 

Foto: Netinho Albuquerque / Divulgação

Puro Ney – Um tributo a Ney Matogrosso

O musical é protagonizado por Soraya Ravenle e Marcos Sacramento. Eles selecionaram 24 canções do repertório de Ney Matogrosso para contar a história dele. A gente nem precisa questionar a força e importância que o artista tem na música brasileira. Além da força do personagem, a montagem é capitaneada por dois grandes nomes do teatro musical no Brasil.

[O QUE] Espetáculo ‘Puro Ney – Um tributo a Ney Matogrosso’ [QUANDO] 19 e 20 de maio, sábado às 21h e domingo às 18h [ONDE] Teatro SESIMINAS – R. Padre Marinho, 60, Santa Efigênia – BH [QUANTO] R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia)

[COMPRE AQUI] 

 

Foto: Sartoryi

‘OperATA’

O Grupo vem de Brasília e tem direção do uruguaio Hugo Rodas. É circulação nacional desse projeto agraciado com o Prêmio Myriam Muniz em 2012. Ou seja, já tem tempo que eles apresentam. Em resumo: são duas peças em uma. No primeiro ato Ensaio Geral e no segundo Punaré & Baraúna. Uma oportunidade para conhecer um pouco do teatro candango.

[O QUE] Espetáculo ‘OperATA – Repertório da Agrupação Teatral Amacaca’ [QUANDO] 19 de maio às 20h e 20 de maio às 19h [ONDE] Galpão Cine Horto – Rua Pitangui, 3613, Horto – BH [QUANTO] R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

[COMPRE AQUI] 

 

photo

Quatro ensinamentos de Monja Coen no Fliaraxá 2018

“Antes de enfrentar situações difíceis devemos respirar devagar pelo nariz e soltar pela boca. Assim tudo se acalma e temos discernimento correto”. Foi com um exercício de meditação que  Monja Coen abriu sua participação no Fliaraxá 2018. Com fala serena, Coen esteve no primeiro dia do evento para falar sobre o livro “O Inferno Somos […]

LEIA MAIS
photo

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 09 de março

Se na semana passada a agenda musical da cidade andava muito tímida, o jogo virou nesta Culturadoria. Está até difícil escolher no que ir por excesso de opções. Digamos que a Bossa Nova é estilo reinante, embora também tenha a poesia política de Criolo e o samba de Martinho da Vila. No cinema, uma surpresa: […]

LEIA MAIS
photo

Zezé Motta faz Tiradentes sambar dentro da Matriz de Santo Antônio

O que diferencia o Tiradentes em Cena de outros festivais de teatro é a possibilidade de ocupar espaços de fato pouco convencionais para as apresentações. Prova disso, foi o show ‘Divina Saudade’, de Zezé Motta, realizado dentro da igreja de Santo Antônio. Quem esteve lá teve a oportunidade única de ouvir a homenagem a Elizeth […]

LEIA MAIS