Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 16 de fev

Gostou? Compartilhe!

Agora sim nossa Culturadoria volta ao normal! São muitas estreias interessantes na Campanha de Popularização para crianças e adultos. No cinema, também tem novidades de peso: Três anúncios para um crime, Lady Bird: a hora de voar e Eu, Tonya.

 

Foto reprodução da internet.

 

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais faz concerto comemorativo de 10 anos. Crédito: Rafael Motta

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Embora os ingressos já estejam esgotados, não dá para deixar passar batida a festa de 10 anos da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Quem garantiu a entrada – elas acabaram em menos de 24 horas – verá o mesmo programa que marcou a inauguração desse que é um dos projetos mais vitoriosos da cultura mineira. Ou seja, Nona Sinfonia de Beethoven, na Sala Minas Gerais. Participam como solistas Gabriella Pace (soprano), Denise de Freitas (mezzo-soprano), Matheus Pompeu (tenor), Licio Bruno (baixo-barítono), Coro da Osesp, com regência de Valentina Peleggi, e Concentus Musicum de Belo Horizonte, com regência de Iara Fricke Matte.

[O QUE] Orquestra Filarmônica de Minas Gerais [QUANDO] 17 fev, 20h30; 18 fev, 19h [ONDE] Sala Minas Gerais (Rua Tenente Brito Melo, 1.090 – Barro Preto, Belo Horizonte – MG)

 

[culturadoriaads]

 

 

Três anúncios para um crime

Vencedor do Globo de Ouro, Três anúncios para um crime é o mais forte entre os concorrentes ao Oscar. Narra uma cartada desesperada de uma mãe que teve a filha assassinada. Ela aluga três outdoors e denuncia a morosidade da polícia local para resolver o crime. Pontos altos? As interpretações de Frances McDormand, Woody Harrelson, Sam Rockwell e o roteiro, do próprio diretor, Martin McDonagh.

Lady Bird: a hora é de voar

Primeiro Lady Bird deu o que falar quando ostentou a nota máxima da crítica pelo site Rotten Tomatoes. Depois conquistou o Globo de Ouro de Melhor comédia ou musical e Saoirse Ronan foi a melhor atriz também em comédias ou musicais. Apesar do currículo de estatuetas já estar caprichado, não crie grandes expectativas. A força de Lady Bird é justamente a simplicidade como Greta Gerwig conta uma história de amadurecimento.

 

 

Eu, Tonya

Eu, Tonya é um drama familiar bem pesado. Conta a história da patinadora Tonya Harding (a ótima Margot Robbie). Tem toda aquela coisa de dedicação ao exporte e tal. O que faz o longa denso são as duras relações familiares que fazem dela a mulher que se tornou. Destaque para a interpretação de Allison Janney como a mãe de Tonya.

 

 

Grupo Armatrux em Nightvodka. Crédito: Bruno Magalhães/Divulgação
Grupo Armatrux em Nightvodka. Crédito: Bruno Magalhães/Divulgação

Nightvodka

Sem dúvidas uma das estreias mais intensas de 2017 no teatro mineiro. A montagem do Grupo Armatrux se inspira na literatura da ganhadora do Nobel, Svetlana Alexiévitch. É um espetáculo bastante performático. Como o ponto de partida é a literatura, radicaliza em relação ao uso da palavra, do texto. O diretor Eid Ribeiro fez, de fato, uma proposta inédita para os atores do grupo. Confira a crítica do espetáculo aqui.

[O QUE] Nightvodka [QUANDO] 15 a 26 de fevereiro, 20h [ONDE] CCBB-BH (Praça da Liberdade, 450, Funcionários, BH, (31) 3431-9400) [QUANTO] R$10 [COMPRE AQUI]

 

Espetáculo Rua das Camélias. Crédito Lucas Pacheco

Rua das Camélias

Mais que um espetáculo, a proposta de Rua das Camélias é propor uma experiência diferente para espectadores e espectadoras. O espetáculo é fruto de uma pesquisa de mais de um ano na zona boêmia de Belo Horizonte. A peça reproduz a rotina de um bordel. A plateia se divide entre os quartos das prostitutas e, em cada quarto, uma história diferente.

[O QUE] Rua das Camélias [QUANDO] 16 de fevereiro a 4 de março, 20h [ONDE] Hotel São Cristóvão (Avenida do Contorno, 60) [QUANTO] R$13 [COMPRE AQUI]

 

Reprodução Facebook.

Sapato Bicolor

Fabiano Persi começou a trajetória de Sapato Bicolor como uma cena de curta de 15 minutos. Estreou no La Movida, no ano passado. O que entra em cartaz na Campanha de Popularização é a versão mais longa do monólogo. Prepare-se para rir da irreverência de um homem que representa o brasileiro típico. A vida dele pode até não ser perfeita, mas não falta alegria.

[O QUE] Sapato Bicolor [QUANDO] 17 fev a 25 fev, Qui a Sáb: 21h, Dom: 20h [ONDE] Funarte MG (Rua Januária, 68, Centro, BH, (31) 3213-3084) [QUANTO] R$15 [COMPRE AQUI]

 

Segunda Chamada tem direção de Chico Pelúcio. Crédito: Campanha de Popularização/Divulgação

Segunda Chamada

A peça com direção de Chico Pelúcio narra um encontro inusitado em uma seção eleitoral. No dia da votação, velhos amigos se encontram e lembram pendências do passado que ficaram sem resolver. O que me atrai a ver este espetáculo é a direção, claro, mas também o elenco formado por Dayane Lacerda, Fabiano Lana, Mariana Blanco. É um trio talentoso!

[O QUE] Segunda Chamada [QUANDO] 19 a 25 fevereiro, 20h [ONDE] Galpão Cine Horto (R. Pitangui, 3613, Horto, BH, (31) 3481-5580) [QUANTO] R$11.

 

 

Escola de Heróis

O diretor e professor de teatro Antônio Hildebrando é quem comanda a montagem de Escola de Heróis. O texto, que se passa na Espanha do Século XVII, também é dele. Na história, uma trupe de atores investiga se é possível ensinar alguém a ser herói. Eles vão estudar com Dom Quixote. Imagina! Acredito que a montagem seja mais adequada para crianças com mais de três anos.

[O QUE] Escola de Heróis [QUANDO] 17 e 18 de fevereiro, 19h [ONDE] Francisco Nunes (Av. Afonso Pena, s/n, Centro, BH, (31) 3277-6325) [QUANTO] R$11 [COMPRE AQUI]

[culturadoriaads]

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]