Foto: Vitor Zorzal / Divulgação
12 abr 2018

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 13 de abril

Diante desta Culturadoria, vai ser mesmo muito difícil escolher. Tem muita coisa legal em cartaz na cidade. Principalmente nas áreas da música e do teatro. Nossas apostas estão feitas. Faça as suas!

 

 

Crédito: Daryan Dornelles / Divulgação.

Maria Rita

Já tem bastante tempo que Maria Rita não vem a Belo Horizonte. Desta vez chega para o lançamento do segundo disco exclusivamente de samba da carreira, Amor e música. É um estilo que ela abraçou e tem se dado muito bem. O novo álbum foi coproduzido por Pretinho da Serrinha. Entre os compositores, nomes de peso como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Marcelo Camelo, Carlinhos Brown, Moraes Moreira e Davi Moraes.

[O QUE] Maria Rita, lançamento do novo CD “Amor e Música” [QUANDO] 14 de abril ,22h [ONDE] Km de Vantagens Hall BH  (Avenida Senhora do Carmo, 230,  São Pedro,BH, (31) 3209-8989) [QUANTO] Mesa Setor I R$150 Mesa Setor II R$130 Arquibancada I R$ 80 (inteira) R$40 (meia) Arquibancada II R$ 100 (inteira) R$50 (meia) Arquibancada III R$ 120 (inteira) R$60(meia).

[COMPRE AQUI]

 

 

Foto: Divulgação / Benedita Comunicação.

Zé Ramalho

Zé Ramalho tem tanto sucesso que, ai dele, se não incluí-los no repertório. Por isso, a notícia sobre o setlist do show dele só tem faixas conhecidas. Estão lá “Avohai”, “Frevo Mulher”, “Admirável Gado Novo”, “Chão de Giz”, “Beira-Mar”, “Eternas Ondas”, “Garoto de Aluguel”, “Vila do Sossego” e “Banquete de Signos”. São mais de 40 anos de carreira, ou seja, experiência de sobra para fazer um show capaz de tocar muita gente.

[O QUE] Zé Ramalho [QUANDO] 13 de abril, 22h [ONDE] Km de Vantagens Hall BH  (Avenida Senhora do Carmo, 230,  São Pedro,BH, (31) 3209-8989) [QUANTO] Mesar Setor I R$ 175 Arquibancada I R$ 90 (inteira) R$45 (meia) Arquibancada II R$ 110 (inteira) R$55 (meia) Arquibancada III R$ 130 (inteira) R$65 (meia).

[COMPRE AQUI]

 

Foto: Daryan Dornelles / Divulgação.

Alice Caymmi

Um dos grandes nomes da nova geração da MPB, quando penso em Alice Caymmi penso em personalidade. É uma cantora super original, que procurou seguir o próprio caminho na músioca apesar de toda a influência familiar que carrega. Alice é divertida e, sendo assim, não tem como o show fugir disso. Daquelas artistas que se jogam sem medo. Viva!

[O QUE] Alice Caymmi – Lançamento do álbum “Alice” [QUANDO] 13 de abril, às 22h [ONDE] A Autêntica – Rua Alagoas, 1172, Savassi – BH [QUANTO] De R$ 30 a R$ 50.

[COMPRE AQUI]

 

Foto: Paulo Lacerda / Divulgação.

Concertos no Parque Especial

Aqui temos um programa perfeito para quem procura algo para fazer ao ar livre, de graça e ainda domingo de manhã. Tirar a orquestra de dentro das salas de espetáculos a aproxima do público. Neste caso, o programa está dedicado à Ópera La Traviata.

[O QUE] Concertos no Parque Especial – Trechos da ópera La Traviata [QUANDO] 15 de abril, às 10h [ONDE] Parque Municipal Américo Renné Giannetti – Av. Afonso Pena, Centro – BH [QUANTO] Gratuito

 

 

Foto: Guga Melgar / Divulgação.

Minha Vida em Marte, com Mônica Martelli

Mais de 50 mil espectadores em nove meses. Este é um dos indicativos do sucesso que o novo espetáculo de Mônica Martelli faz com o grande público. A peça é a continuação da saga de Fernanda, a protagonista de “Os Homens são de Marte… e é para lá que eu vou”. Nesse reencontro com a personagem, ela está casada, tem uma filha de cinco anos e enfrenta uma crise no relacionamento. Mônica Martelli tem a manha de fazer humor inteligente, aquele que faz pensar ao mesmo tempo que diverte!

[O QUE] Minha Vida em Marte, com Mônica Martelli [QUANDO] 14 de Abril  às 18h e 21h, e 15 de abril, às 19h [ONDE] Cine Theatro Brasil Valourec – Avenida Amazonas, 315, Centro [QUANTO] Plateia I: R$90,00 (inteira) e R$ 45 (meia) / Plateia IB: R$80 (inteira) e R$ 40 (meia) / PlateiaII: R$60 (inteira)  e R$ 30,00 (meia)

[COMPRE AQUI]

 

Foto: Renato Russo – O Musical / Reprodução.

Renato Russo – O Musical

Outro grande sucesso de público que já passou por Belo Horizonte e retorna em grande estilo. Sim, porque a apresentação será gratuita, na Praça da Estação. Bruce Gomlevsky interpreta Renato Russo neste espetáculo que costuma impressionar pela semelhança que o ator tem com o músico. Ao longo de 22 canções do repertório a história de Renato Russo é contada. Desde a juventude punk em Brasília até o sucesso no Legião Urbana.

[O QUE] Renato Russo – O Musical [QUANDO] 14 de Abril, às 19h30 [ONDE] Praça da Estação – Avenida dos Andradas, Centro – BH [QUANTO] Gratuito

 

Foto: Priscila Prade / Divulgação.

“Além do que os nossos olhos registram”, com Priscila Fantin, Luiza Tomé e Olivia Torres.

Os conflitos de mulheres de três gerações diferentes dão o mote para Além do que nossos olhos registram. Estão no elenco, Luiza Tomé (que andava bem sumida!), Priscila Fantin e Olívia Torres. O texto de Fernando Duarte se propõe trabalhar temas como direito das minorias, excesso de valorização de aparências e dificuldades de relacionamento com pais.

[O QUE] “Além do que os nossos olhos registram”, com Priscila Fantin, Luiza Tomé e Olivia Torres [QUANDO] 13 de abril, 21h [ONDE]  Grande Teatro Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420, Centro, BH, (31) 3270-8100) [QUANTO] Plateia I  R$ 70 (inteira) R$ 35 (meia) Plateia IIR$ 40 (inteira) R$ 20 (meia) Plateia III R$ 20 (meia) R$ 10 (meia).

[COMPRE AQUI]

 

Foto: Vitor Zorzal / Divulgação

Selfie, com Mateus Solano e Miguel Thiré

Marcos Caruso é o diretor dessa peça com Mateus Solano e Miguel Thiré. É importante dizer isso porque coroa a promessa de um grande encontro artístico. E mais: estão juntos em uma peça que aborda um tema tão contemporâneo como o excesso de imagens, as selfies e etc. Já são três anos de sucesso. Trata-se de uma comédia que conta a história de um homem hiperconectado que, depois de um acidente doméstico, se vê sem passado. Estou bem curiosa para ver!

[O QUE] Selfie, com Mateus Solano e Miguel Thiré [QUANDO] De 13 a 15 de abril, Sexta e Sábado, às 21h; Domingo, às 18h [ONDE] Teatro SESIMINAS – R. Padre Marinho, 60, Santa Efigênia [QUANTO] Plateia I – R$ 120 (inteira) / R$ 60 (meia entrada) Plateia II – R$ 100 (inteira) / R$ 50 (meia entrada)

[COMPRE AQUI]

 

Foto: Luiza Palhares / Divulgação.

Espetáculo Orlando – Um prólogo

Da cena de BH, Orlando é um solo da atriz Ludmilla Ramalho com direção de Diego Bagagal. Ambos flertam bastante com a performance. Desta vez, falam sobre solidão, amor, morte e questões de gênero. O livro homonimo de Virgínia Woolf norteou a pesquisa que dá origem à peça.

[O QUE] Espetáculo Orlando – Um prólogo [QUANDO] Data: 13 a 22 de Abril, sextas e sábados 20h, Domingos 19h [ONDE] Teatro de Bolso do Sesc Palladium – Av. Augusto de Lima, 420, Centro – BH [QUANTO] R$15 (inteira)

[COMPRE AQUI]

 

Foto: Nana Moraes / Divulgação.

PRETO

O público de Belo Horizonte já tem uma relação de admiração mútua com os paranaenses da Cia Brasileira de Teatro. Por isso, nem custa dizer o tanto que Preto estava esperado por aqui. O espetáculo, que tem Cássia Damasceno, Felipe Soares, Grace Passô, Nadja Naira, Renata Sorrah e Rodrigo Bolzan / Rafael Lucas Bacelar no elenco, explora o tema da diferença. Ou seja, amplo e oportuno. Tudo parte da fala pública de uma mulher negra. A partir daí se sucedem inúmeras tentativas de diálogos.

[O QUE] PRETO [QUANDO] 12 a 30 de abril, 20h [ONDE] CCBB BH (Praça da Liberdade, 450, Funcionários, BH, (31) 3431-9400) [QUANTO] R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia).

[COMPRE AQUI]

 

 

AOS TEUS OLHOS

Carolina Jabor é uma diretora que sabe bem o que quer. Aos teus olhos, o filme dela, pega em uma ferida bem aberta de nossos dias. O longa protagonizado por Daniel de Oliveira fala sobre o ódio nas redes sociais. Ele é um professor de natação que acaba é condenado pelo tribunal da internet. Linchamento virtual. O filme estreou no Festival do Rio do ano passado e saiu de lá com os prêmios faturou os prêmios de melhor ator (Daniel de Oliveira), ator coadjuvante (Marco Ricca), roteiro e o prêmio do público de melhor longa-metragem de ficção no Festival do Rio 2017. Fica a dica de leitura do perfil que a Trip fez de Carolina. 

 

 

BASEADO EM FATOS REAIS

Primeira coisa a se dizer sobre Baseado em fatos reais: é dirigido por Roman Polanski. Precisa mais? Sim porque apesar disso o longa tem sido massacrado pela crítica. Desde quando foi exibido no Festival de Cannes. A nota em vários portais especializados em cinema é baixíssimo. De todo modo, tenha a própria opinião. É uma história de obsessão entre uma escritora e sua fã. Pelo que andaram dizendo sobre a produção, roteiro e interpretações não sustentam. Confira a crítica publicada pelo Estado de Minas.

+

 

Continua após a publicidade

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 21 de setembro

Culturadoria   PEDRO CARDOSO Tem um tempão que Pedro Cardoso não se apresenta em Belo Horizonte. Chega neste fim de semana com ‘O Autofalante’, mais um monólogo da carreira dele. É uma remontagem. A peça conta sobre um homem que perdeu o emprego, a mulher, a casa e tem um surto identitário. O protagonista é […]

Leia Mais

Fim de semana no Fit-BH: cheio de sentidos e vazio de público

Sou da turma que enfrentou mais de 12 horas de fila para comprar um ingresso para ver Peter Brook e Teatro da Vertigem no Fit-BH de 2004. Em 1997, na edição do centenário de BH, também estava lá correndo com uma multidão atrás do Generik Vapeur do Parque Municipal até a Praça da Estação. Antes […]

Leia Mais

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 14 de setembro

    FIT-BH Tem FIT na cidade e isso significa que os palcos estarão não apenas movimentados. É tempo de muita reflexão. É a primeira vez na história do festival que a curadoria foi escolhida por meio de edital. O tema selecionado aborda temas urgentes, como por exemplo, colonização e minorias. Isso significa que teremos […]

Leia Mais

Comentários