Foto reprodução cena do filme
08 mar 2018

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 09 de março

Se na semana passada a agenda musical da cidade andava muito tímida, o jogo virou nesta Culturadoria. Está até difícil escolher no que ir por excesso de opções. Digamos que a Bossa Nova é estilo reinante, embora também tenha a poesia política de Criolo e o samba de Martinho da Vila. No cinema, uma surpresa: o filme vencedor do Oscar de melhor longa em língua estrangeira está de volta à telona depois de meses. Ou seja, é pra ver mesmo!

Crédito: Otávio Sousa/Divulgação

Criolo

É encantadora a versatilidade de Criolo. Se nesta quinta ele se junta ao duo Yamí Music, no sábado se apresenta em versão DJ + MC na inauguração do Boulevard UniBH. Criolo é um cara da palavra, já que cresceu na cena do RAP de São Paulo. Cresceu, cresceu e ampliou os horizontes. Confira a entrevista que ele deu para o Culturadoria sobre o show e os novos passos na carreira. Vem aí, Criolo, o ator! A abertura do show de sábado fica por conta do Grupo Teresa e do Trio Amaranto.

[O QUE] Criolo, Grupo Amaranto e Grupo Teresa [QUANDO] 10 de março, a partir das 14h [ONDE] Boulevard do UniBH Av. Professor Mário Werneck com Rua José Rodrigues Pereira (ao lado da portaria principal do Campus Buritis – UniBH) [QUANTO] Gratuito. Retirada de ingressos pelo Sympla [COMPRE AQUI]

Foto crédito Léo Aversa.

Martinho da Vila

Alegria transborda em Martinho da Vila. Ele chega a BH com o show que marca a festa dos 80 anos de idade dele. Sempre rodeado das filhas artistas, produziu um disco que conta a história da Escola de Samba Vila Isabel por meio dos sambas. Ou seja, o show terá boa parte destinado ao gênero que marca a carreira de Martinho. Ele não deixou de fora do repertório canções como Pequeno Burguês, Casa de Bamba e Devagar Devagarinho, Mulheres, Madalena do Jucu.

[O QUE] Martinho da Villa [QUANDO] 09 de março, 22h [ONDE] Km de Vantagens Hall BH (Av. Nossa Senhora do Carmo, 230, São Pedro, BH, (31) 3209-8989 ) [QUANTO] Pista R$80 (inteira) R$40 (meia), Mesa setor I R$560 Mesa setor II R$500 [COMPRE AQUI]

 

Foto crédito Claudio Romani.

Admirável Música Nova

Palmas para este projeto em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil. De encontros que, a princípio, podem parecer muito improváveis costumam saber coisas surpreendentes. Além de Criolo e Yamí, tem também Vitor Araújo + Wladimir Gasper (9/03), PianOrquestra + Tulipa Ruiz (10/03) e Camille Bertault + Ed Motta (11/03).

[O QUE] Admirável Música Nova, com Yamí Music + Criolo, Vitor Araújo + Wladimir Gasper, PianOrquestra + Tulipa Ruiz e Camille Bertault + Ed Motta [QUANDO]  08, 09, 10, 11 de março, 20h30 [ONDE] CCBB-BH (Praça da Liberdade, 450, Funcionários, BH, (31) 3431-9400) [QUANTO] R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia) [COMPRE AQUI]

 

Foto Crédito Jacob Blickenstaff.

John Pizzarelli

Eis um homem apaixonado pela nossa Bossa Nova e que faz de tudo para sempre mostrar seu valor. John Pizzarelli volta a Belo Horizonte depois de muito tempo. Ele vem comemorar os 50 anos do nobre encontro entre Tom Jobim e Frank Sinatra. Imagina isso, gente!!! Repertório fino inspirado no álbum de 1967 “Francis Albert Sinatra & Antonio Carlos Jobim”. Daniel Jobim, neto do maestro brasileiro, participa.

[O QUE] John Pizzarelli [QUANDO] 11 de março, 19h [ONDE] Grande Teatro do Sesc Palladium (Rua Rio de Janeiro 1046, Centro, BH, (31) 3270-8100) [QUANTO] Plateia I R$140 (inteira) R$ 70 (meia), Plateia II R$ 120 (inteira) R$ 60 (meia) Plateia III R$ 100 (inteira) R$ 50 (meia)

 

Continua após a publicidade

 

Crédito Caio Callucci/Divulgação

O musical da Bossa Nova

Pelo visto a Bossa Nova está em alta no fim de semana. Cláudio Lins é protagonista desta montagem que teve entre os consultores o mestre Roberto Menescal. O negócio é contar a história do estilo musical. São 90 minutos de peça divididos em quatro partes. Elas abordam desde as curiosidades envolvendo o nome “Bossa Nova”, até os costumes dos artistas que fizeram parte do “movimento”. Direção de Rodrigo Faur.

[O QUE] O musical da Bossa Nova [QUANDO] 09 de março, 21h e 10 de março, 17h [ONDE] Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420, Centro, BH, (31) 3236-7400) [QUANTO] Plateia I R$ 90 Plateia II R$ 70 Plateia III R$ 50 [COMPRE AQUI]

Foto Crédito assessoria.

Dudude Hermann e Renato Motha

Eis aqui um encontro bem antigo. Há 20 anos Dudude e Renato Motha se reuniram para fazer um duo de violão e dança. Rodaram o país com o espetáculo. É a hora de revisitá-lo para criar algo diferente. Eles continuam com o desafio de traçar desenhos sonoros e gestuais no espaço da cena. Estamos falando aqui de dois artistas muito profundos que esperam que a poesia possa se dar no encontro das duas linguagens.

[O QUE] ENTRE A PAUSA E O SILÊNCIO, existe um lugar… [QUANDO] 8 a 12 de março, 19h [ONDE] Teatro II (Sala Multiuso) do CCBB BH (Para da Liberdade, 450 – Funcionários, (31) 3431 9400) [QUANTO] R$20 (inteira) R$10 (meia) [COMPRE AQUI]

 

Foto crédito Daniel Bianchini.

O Tubarão Martelo

A criançada pira com O Tubarão Martelo. Falo isso porque tenho sobrinhos e nenhum deles passou incólume do animal de cabeça chata com formato de martelo. A criação do músico Cláudio Fraga aparece menos no palco do que deveria. É um show com uma estrutura e tanto. Todos os personagens, Os habitantes do fundo do mar, não ficam devendo para os bonecos da Disney. Aqui é diversão certa para a família inteira.

[O QUE] O Tubarão Martelo [QUANDO] 11 de março, 16h [ONDE] Teatro Bradesco (Rua da Bahia, 2244, BH, (31) 3516-1360) [QUANTO] R$ 60 (inteira) R$ 30 (meia)

 

Foto reprodução cena do filme

Uma mulher fantástica

O filme chileno vencedor do Oscar de melhor longa em língua estrangeira volta ao cartaz. Que bom, né! É um longa cheio de significados ainda mais em uma semana como esta, do Dia Internacional da Mulher. Longa é protagonizado por Daniela Vega e conta a história de uma transexual que perde o marido e precisa lidar com a hostilidade da família dele, que não aceitava a relação.

[O QUE] Uma mulher fantástica, com direção Sebastián Lelio e produção  IMOVISION.

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 21 de setembro

Culturadoria   PEDRO CARDOSO Tem um tempão que Pedro Cardoso não se apresenta em Belo Horizonte. Chega neste fim de semana com ‘O Autofalante’, mais um monólogo da carreira dele. É uma remontagem. A peça conta sobre um homem que perdeu o emprego, a mulher, a casa e tem um surto identitário. O protagonista é […]

Leia Mais

Fim de semana no Fit-BH: cheio de sentidos e vazio de público

Sou da turma que enfrentou mais de 12 horas de fila para comprar um ingresso para ver Peter Brook e Teatro da Vertigem no Fit-BH de 2004. Em 1997, na edição do centenário de BH, também estava lá correndo com uma multidão atrás do Generik Vapeur do Parque Municipal até a Praça da Estação. Antes […]

Leia Mais

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 14 de setembro

    FIT-BH Tem FIT na cidade e isso significa que os palcos estarão não apenas movimentados. É tempo de muita reflexão. É a primeira vez na história do festival que a curadoria foi escolhida por meio de edital. O tema selecionado aborda temas urgentes, como por exemplo, colonização e minorias. Isso significa que teremos […]

Leia Mais

Comentários