04 jan 2018

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 05 de janeiro

A primeira Culturadoria do ano destaca, obviamente, os ventos que fazem nosso janeiro ferver. A Campanha de Popularização do Teatro e da Dança começou e, como sempre, o cardápio é variado. As peças a preços razoáveis estarão em cartaz entre os dias 05 de janeiro e 04 de março. São 132 espetáculos, sendo 54 deles inéditos. Serão 15 apresentações de dança, 29 peças infantis e 88 voltadas para o público adulto. Já o Verão Arte Contemporânea oferece será realizado de 07 de janeiro a 04 de fevereiro com mais de 25 atrações em 11 espaços culturais da cidade.

 

 

Gisberta. Crédito: Alice Macedo

GISBERTA

Antes de conhecer a história dessa mulher, Balada de Gisberta, a música que Maria Bethânia interpreta já me chamava atenção pela força. Pois é justamente a protagonista da canção que o ator Luis Lobianco leva para o palco. Aqui o ator de Porta dos Fundos investe em uma vibe totalmente diferente. É um monólogo, um drama. Lobianco narra a experiência da brasileira, transexual, que foi para Portugal tentar uma vida melhor mas acabou vítima da transfobia. Um adendo, o espetáculo não faz parte da Campanha de Popularização do Teatro e da dança e nem do VAC.

[O QUE] Gisberta, com Luis Lobianco [QUANDO] 05 de janeiro a 05 de fevereiro, 20h [ONDE] CCBB BH (Praça da Liberdade, 450, Funcionários, BH, (31) 3431-9400) [QUANTO] R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia) [COMPRE AQUI]

 

Carol Corrêa. Crédito: Lucas Brito/Divulgação

TROMBO

A atriz Carolina Corrêa fez primeiro uma cena curta e agora apresenta o monólogo Trombo. É a história de uma mulher que recebe um diagnóstico fatal. Como a artista tem uma relação bonita com a expressão corporal, a dança, o espetáculo tende a ser uma performance poética. Trombo reflete, entre outros temas, sobre a finitude. Na sinopse, ela pergunta: quantos golpes são necessários para um corpo deixar de ser um corpo?

[O QUE] Trombo, com Carolina Corrêa [QUANDO] 07 jan a 15 jan; Dom e Seg: 19h [ONDE] CCBB BH (Praça da Liberdade, 450, Funcionários, BH, (31) 3431-9400) [QUANTO] R$ 10 [COMPRE AQUI]

 

Certos Rapazes foi dirigido por Maurício Canguçu. Crédito: Campanha de Popularização/Divulgação

CERTOS RAPAZES

É muito bom que tenhamos cada vez mais espetáculos que tratem as relações homossexuais com respeito. Certos Rapazes é um deles. Vi a peça e o que chamou a minha atenção foi o fato de ser uma comédia romântica, gênero pouco explorado no teatro e menos ainda tratando da relação de dois homens. No meu ponto de vista, a montagem peca pelo excesso de romantismo e, em alguns momentos, força a barra para o humor. Mas, pensando bem, qual o mal disso, né? A direção é de Maurício Canguçu.

[O QUE] Certos Rapazes, com direção de Maurício Canguçu [ONDE & QUANDO] Teatro da Biblioteca Pública 05 jan a 28 jan | Sex e Sáb: 21h, Dom: 19h Cine Theatro Brasil Vallourec (Teatro de Câmara) 01 fev a 04 mar | Qui a Sáb: 21h, Dom: 19h (exceto 08 fev a 11 fev) [QUANTO] R$ 17 [COMPRE AQUI]

 

GUARA-PA-RIR

Entre as tantas comédias repetidas, escolhi Guara-pa-rir para indicar neste primeiro fim de semana da Campanha. Sabe por que? Porque eu admiro a  Kayete e sei que ela arrasa. Nessa empreitada interpreta ao lado de Guilherme Oliveira um casal ZN, que vai passar férias na Praia do Morro em Guarapari – Praia do Morro. É pra rir mesmo da farofada mineira. Todo ano eu me planejo ir e acaba não dando. Em 2018, fiz o mesmo plano!

[O QUE] Guara-pa-rir [ONDE & QUANDO] Teatro Bradesco 05 jan a 28 jan | Qui a Sáb: 21h, Dom: 19h; Espaço Alternativo Itaú Power Shopping 08 jan a 29 jan | Seg: 21h; Teatro Estação Cultural 09 jan a 30 jan | Ter: 21h; Espaço Cultural Partage Shopping Betim 10 jan a 24 jan | Qua: 20h; Teatro Izabela Hendrix, 02 fev a 04 mar | Sex e Sáb: 21h, Dom: 19h (exceto 09 fev a 18 fev) [QUANTO] R$ 17 [COMPRE AQUI]

 

Crédito: Campanha de Popularização do Teatro e da Dança/Divulgação

INTIMIDADE INDECENTE

Esse texto de Leilah Assumpção já teve uma montagem incrível protagonizada por Irene Ravache e Marcos Caruso. Agora chegou a vez do diretor Pedro Paulo Cava nos apresentar seu olhar. É uma história de um relacionamento maduro. Outro ponto que me faz querer ver essa peça é o elenco: Andreia Garavello e Geraldo Peninha são dois grandes nomes do teatro mineiro.

[O QUE] Intimidade Indecente, com direção de Pedro Paulo Cava [ONDE & QUANDO] Teatro da Cidade 06 jan a 04 mar | Sex e Sáb: 20h30, Dom: 19h (exceto de 09 fev a 11 fev) [QUANTO] R$ 19 [COMPRE AQUI]

Crédito: Campanha de Popularização do Teatro e da Dança/Divulgação

CARREGANDO A LUA

Agora uma dica para levar a garotada de férias: Carregando a lua. Resolvi recomendar um espetáculo que fugisse da coisa dos clássicos ou então dos personagens de cinema. Essa história é de palhaço. São três que nos contam, em uma montagem cênica-musical a história de uma Trupe Mambembe. Fala sobre o interior de Minas com humor e muitas homenagens, principalmente às serestas e brincadeiras tradicionais.

[O QUE] Carregando a Lua [ONDE & QUANDO] Teatro Francisco Nunes 05 jan a 14 jan | Qui a Dom: 19h; Teatro Santo Agostinho 17 fev a 04 mar | Sáb e Dom: 16h [QUANTO] R$ 11 [COMPRE AQUI]

 

Maria Alcina é convidada da abertura do VAC. Crédito: Murilo Alvesso

Orquestra Atípica de Lhamas convida Maria Alcina e Grupo de Dança

O outro evento que agita nosso janeiro também começa neste fim de semana. O Verão Arte Contemporânea 2018 vai até o dia 04 de fevereiro com mais de 25 atrações em 11 espaços culturais da cidade. O abre-alas será em grande categoria. A “mineiríssima” Orquestra Atípica de Lhamas convida Maria Alcina e Grupo de Dança. Alguma dúvida de que isso será mega animado? O conjunto é formado por 17 artistas, todos engajados com o carnaval de BH, apaixonados pela cumbia e atuantes na cena musical e teatral da cidade. As Lhamas vem de bandas e blocos como ICONILI, Pequena Morte, A Fase Rosa, Djalma Não Entende de Política, Frito na Hora, Chama o Síndico, Roda de Timbau, Juventude Bronzeada, Alcova Libertina, Couro Encantado e Trampulim, além das cantoras solo Claudia Manzo e Laura Lopes. Uma ótima mistura para abrir o VAC!

[O QUE] Orquestra Atípica de Lhamas convida Maria Alcina e Grupo de Dança [QUANDO] 07 de janeiro, 19h [ONDE] Sesc Palladium – Grande Teatro R. Rio de Janeiro, 1046 – Centro [QUANTO] R$2 (inteira) e R$1 (meia) [COMPRE AQUI]

 

 

Viva – A vida é uma festa

Animação da Pixar já sabe, né? Pode esperar o melhor. Tanto nos quesitos técnicos, como nas temáticas. Viva – a vida é uma festa, pelo que diz a crítica publicada pelo Adoro Cinema, aborda mortes. Principalmente os fins simbólicos. O filme está indicado ao Globo de Ouro na categoria de melhor animação. É a história de um garoto que tem o sonho de ser cantor. Como vive em uma família muito tradicional, realiza-lo não é das tarefas mais simples. Pode esperar porque, como é tradicional da Pixar, Viva – a vida é uma festa tem um montão de sacolejo para os adultos.

[Coco, Estados Unidos, 2017], de Lee Unkrich (Disney). Gênero: animação. Elenco: Anthony Gonzalez, Benjamin Bratt, Gael García Bernal. 3D. Classificação: Livre

 

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

FIT-BH: Últimos dias para inscrição de espetáculos locais

Oito produções cênicas nas categorias palco, rua ou espaço alternativo de grupos mineiros serão selecionadas para se apresentarem na mostra local da 14ª edição do FIT-BH, o Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte. O evento será realizado do dia 13 a 23 de setembro. As inscrições para o processo seletivo já […]

Leia Mais

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 10 de agosto

  Vamp Se você foi fã da novela, dificilmente não vai curtir este musical. A turma é praticamente a mesma. Entre os 32 atores que fazem parte da montagem estão Claudia Ohana e Ney Latorraca. Ou seja, Natasha e Vlad. É uma montagem grandiosa, com 350 figurinos, 13 cenários. A trilha sonora tem várias músicas […]

Leia Mais

‘Pagliacci’ é um dos destaques do Festival Mundial de Circo

Uma grande homenagem à arte do palhaço e uma das montagens mais elogiadas do ano passado em São Paulo. Só por essa combinação, Pagliacci a mais recente montagem da Cia LaMínima, já deveria estar na programação do Festival Mundial de Circo de 2018. Porém, existe uma série de outros fatores afetivos que fazem a presença […]

Leia Mais

Comentários