Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Para sua lista: a peça ‘In on It’ ganha versão online e está imperdível

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Quando eu gosto muito de um filme, uma peça de teatro, tenho muito receio em ver de novo. Pronto, confessei. É que geralmente prefiro cultivar aquela lembrança. Acredito que a fruição da arte também se deve muito ao contexto da nossa vida em determinado momento. É por isso que quando recebi a notícia de uma remontagem de In on It eu fiquei super dividida. 

Por dever de ofício, eu deveria me abrir a essa novidade. Afinal, é uma criação de dois jovens atores – Luís Galves e Lucas Teixeira – com uma diretora, Renata Gaspar, que também experimenta caminhos nessa função. Mas fiquei com o pé atrás. 

A primeira montagem no Brasil do texto do canadense Daniel Maclvor foi dirigida por Enrique Diaz, com Fernando Eiras e Emilio de Mello. Estreou em 2009 e percorreu o país por alguns anos. Lembro da sensação de sair do teatro impactada. Pelo texto, pela forma como o diretor construiu a cena, respeitando, sempre, a teatralidade criada por Mclavor. 

Antes de entrar na sessão do Zoom, eu me perguntava, mas como será que eles vão fazer isso no ambiente on-line? Ao terminar, tive certeza do quanto as remontagens são importantes, do quanto é interessante observar as leituras que pessoas diferentes podem ter de um mesmo texto. Ou seja, o ponto de partida – a dramaturgia de Daniel Maclvor – é a mesma. Porém, são resultados muito diferentes e igualmente interessantes.

Experimentação

O que marca a nova versão de In on It é a disposição para a experimentação e o resultado poético que advém disso. É audiovisual, claro, mas não é só cinema e nem só teatro. É esse entre que me interessa.

O que assistimos é algo que foi gravado previamente. O curioso é que foi feito totalmente em plano sequência. Ou seja, não teve corte, não teve paradinha, não teve repetição. Teve um valendo e foi. Tudo se passa dentro de um apartamento. 

Também podemos dizer que o teatro é um plano-sequência. Tem ensaio mas na hora é o que sair. A escolha por fazer assim é já é um dispositivo que conecta esse mundo híbrido à essência do palco. Há uma reverência nessa escolha.

Outra característica da peça que foi muito bem trabalhada na versão é a metalinguagem. Se a peça fala do teatro de maneira muito fina, a versão online também descortina muitos dos procedimentos de uma filmagem. Não tem uma quarta parede. Vemos as câmeras movimentando, as trocas de luz, tudo. 

Jogo

O trabalho dos atores é mais um ponto que também merece ser mencionado. Independentemente da plataforma, In on It não teria a força que tem se os atores que interpretam os protagonistas não estiverem abertos para o jogo. E é bonito ver como Luís Galves e Lucas Teixeira estão. Nós, espectadores, somos voyeurs. Parece haver duas dimensões. Uma técnica, que revela o avesso da cena, e uma ficcional e poética na qual os atores estão absolutamente imersos.

Respeito à teatralidade

Tem algo maravilhoso no teatro: um contrato que nós, espectadores, fazemos com a nossa própria imaginação. No caso de In on It, Maclvor cria diversos dispositivos assim. Renata Gaspar respeita todos eles e os potencializa. Por exemplo, um casaco diferencia um personagem do outro, um banheiro vira quadra de tênis, uma cozinha é o consultório médico e por aí vai. 

Isso é lindo. Em resumo: é respeitar e dar espaço à imaginação do outro. O cinema, em geral, é mais literal em relação a isso. O teatro não. In on It online também não. Que bom. É o que o potencializa. 

A diretora Renata Gaspar e os atores Luís Galves e Lucas Teixeira participaram da Live do Culturadoria. Veja o que eles contaram sobre os procedimentos para a peça. 

[O QUE] In on It [QUANDO] 18 de agosto a 6 de setembro, domingo e segundas, 20h30 [ONDE] Zoom [QUANTO] R$ 20 (metade da renda será revertida para o projeto social Grande Ajuda). Ao final do espetáculo, haverá bate-papo com os atores e a diretora do projeto. Compras pelo Sympla.

in on It
Frame da peça audiovisual In on It / Divulgação

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!