Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Cinco covers que são melhores que as canções originais

Gostou? Compartilhe!

Existem situações em que o resultado de covers se sobrepõem às versões originais. Separamos cinco casos em que isso acontece.

Por Letícia Finamore | Culturadora

Covers são formas com as quais artistas – desde os anônimos até os pra lá de conhecidos – buscam homenagear nomes da música que os inspiram ou os influenciam. Esse tipo de tributo também pode ser um modo de reviver, repaginar canções consolidadas no repertório do público. Sendo assim, diferentemente dos samples, que utilizam apenas trechos, colagens ou recortes das composições, os covers são regravações das composições originais, mas que podem aparecer com novos arranjos sem que a faixa original seja alterada em sua essência.

Miley Cyrus apresentando cover da música Zombie da banda The Cranberries. Crédito: Reprodução/YouTube
Miley Cyrus apresentando cover da música Zombie da banda The Cranberries. Crédito: Reprodução/YouTube

Existem situações em que o resultado das versões regravadas se torna mais atraentes do que as versões originais – mas isso não significa que as composições originais são ruins! Ou seja, o que conta é a nova roupagem que esses covers agregam às canções e que, por vezes, aparentam se encaixar melhor com aquela composição. Aqui estão cinco casos nos quais os covers superaram as versões originais:

O Rappa – Vapor Barato

Composta por Jards Macalé e Waly Salomão, a canção “Vapor Barato” ficou conhecida com a voz de Gal Costa após sua interpretação em seu aclamado álbum “Fa-Tal – Gal a Todo Vapor”. Vinte e cinco anos após seu lançamento, o grupo carioca O Rappa decidiu inserir um cover da composição em seu segundo disco, “Rappa Mundi”. A versão d’O Rappa se sobrepõe por seu estilo mais despojado porém igualmente melancólico que, de modo experimental, surpreende o ouvinte com sua mescla ao reggae. “Vapor Barato” entrega, assim, maior dinamismo aos ouvidos. 

Aretha Franklin – A Change Is Gonna Come

A voz de Aretha Franklin conquista ainda mais o público com sua interpretação de “A Change Is Gonna Come”, canção original de Sam Cooke. Assim como na versão de Cooke, a performance de Aretha é visceral – no entanto, a poderosa voz mezzo-soprano da artista faz com que, por vezes, seu cover chegue a ser considerado a versão original. A cantora recebeu muitos elogios por seus arranjos e interpretações de obras de outros artistas ao longo de sua carreira.

Miley Cyrus – Zombie

Meses antes do lançamento de seu último álbum, Miley Cyrus apostou na regravação de clássicas composições de rock. Um desses exemplares foi “Zombie”, canção marcada no repertório popular pela voz marcante de Dolores O’Riordan, saudosa vocalista do grupo irlandês The Cranberries. O cover de “Zombie” foi apresentado na casa de shows estadunidense Whisky a Go Go, em um evento beneficente para salvar casas de shows prejudicadas pela pandemia. A performance de Miley, embora não conste em plataformas de streaming, tem personalidade e dá um toque a mais de rock à composição.

Skegss – Here Comes Your Man

O jeito arrojado da banda Pixies consegue ser reproduzido em um estilo praiano pela banda australiana Skegss. Assim, o trio faz sucesso entre os jovens com sua mélange de punk, surf rock e, é claro, por sua personalidade. É com essa mistura que Skegss surpreende com um cover de “Here Comes Your Man”, composição clássica da banda estadunidense. Dessa maneira, a sonoridade alegre da canção ganha mais destaque com o arranjo fluido do trio australiano.

Sambô – Sunday Bloody Sunday

Foi com seu rock-samba – performances de rock interpretadas com instrumentos típicos de uma roda de samba – que o grupo Sambô conquistou destaque no cenário musical nacional. Muitas performances integram o repertório do grupo, mas é com o cover de “Sunday Bloody Sunday”, do grupo irlandês U2, que o Sambô cai na graça do povo. A performance permite que a banda de rock esteja presente até mesmo no churrasco mais brasileiro – não tem como não amar.

Retrato de Marcelo Falcão, ex vocalista da banda O Rappa. Foto: Jacques Dequeker
Retrato de Marcelo Falcão, ex vocalista da banda O Rappa. Foto: Jacques Dequeker

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]