fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Conheça Chris MC: belo-horizontino que se denomina o último dos românticos

Artista já venceu a maior batalha de rap do país e é um dos únicos a falar de amor nas letras

Especial para o Culturadoria | Por Arthur Paccelli, Carlos Fernandes, Joyce Oliveira e Lara Lage

07/07/2020 às 16:45

Publicidade - Portal UAI
Foto: Marcelo Martins / Divulgação

Victor Silva de Lima, mais conhecido como Chris MC, é mineiro, tem 23 anos e é virginiano. Filho da Eloísa, irmão de Clara e pai da Catarina, é atleticano apaixonado, costuma falar que gosta de música, futebol e mulher. Já cantou na igreja, em barzinho, mas gosta mesmo é de Rap. Cresceu na periferia de Belo Horizonte, poderia ter seguido outros caminhos mas resolveu falar de amor em suas músicas. Das batalhas do viaduto Santa Tereza para o mundo, conheça um pouco mais sobre o ‘último dos românticos’.

O talento pela música começou cedo: na escola. Chris conta que nunca foi um bom aluno, era da galera da bagunça, já foi expulso da escola e se formou aos 19 anos. “A diretora falava comigo que eu era assim porque sabia que um dia iria dar certo na vida”.

Carreira

E deu certo mesmo. Em 2017 Chris foi campeão da MIC MASTER BRASIL, a maior batalha de MC’s do Brasil. Levou para a casa um carro e a partir dali entendeu que ia ser MC. “Estava esperando a eliminatória, achei que ia perder e ganhei. Daí, eu pensei, caramba eu sou brabo mesmo”, lembra.

Conhecido por seu jeito especial de cantar sobre o amor, Chris costuma dizer que é o último romântico, mesmo com o pé no Trap. “Não acho legal falar de coisas ilegais, as crianças me escutam, elas veem em mim um exemplo. Em uma sociedade em que somos julgados pela cor da nossa pele, em que as pessoas se vendem para se incluir em padrões que são impostos, falta mais gente para falar sobre o amor. Essa é uma das razões por eu ser o último romântico. A outra é que minha mãe só gosta de música de amor então ela não curte muito que eu faça Trap”, revela.

 

Melhor de mim

Em maio, Chris lançou o mais recente trabalho, o single Melhor de Mim. Nele apostou em um estilo diferente, que condiz com as possibilidades de produzir algo dentro dos limites de isolamento. O vídeo teve uma pegada meio intimista. “O Gabiru a ideia de fazer o clipe de como as pessoas se sentiriam mexendo no meu Iphone, e aí levamos pra frente”.

Por meio do talento e trabalho Chris atingiu o sucesso. Bateu milhões de visualizações no YouTube, milhares de acessos nas plataformas digitais de streamings, participações em canções de grandes artistas.

Criado na região nordeste de Belo horizonte, o MC sempre faz questão de lembrar do lugar de onde veio e os amigos que sempre fizeram parte da vida dele. Além disso, ele sempre exalta o trabalho de artistas da mesma cena. “Na minha época de batalhas, a gente entrava pela porta dos fundos da boate e dividia o camarim com as atrações principais e, quando os caras chegavam, a gente tinha que dar licença. Agora quando eu faço show, eu chamo os moleques de batalha pra ficar comigo, porque eu gostaria que tivessem feito isso comigo”.

 

Foto: Cadu Andrade / Divulgação

Projetos futuros

Ele ainda conta que no novo álbum vai ter participações de artistas famosos, mas também dos que estão começando. Send assim, planeja lançar mais dois conteúdos, ainda, em 2020. O álbum Sobre o Amor e Outras Futilidades terá uma forma diferente de fazer as coisas: “ Meu novo trabalho vai ser outra parada, é outra pegada, é diferente.”

A pandemia atrapalhou um pouco a produção, mas ele garante que vem uma produção cheia de feats. Chris também é compositor. Tem mais de 100 músicas escritas que ainda não foram lançadas: “ Toda hora eu escrevo alguma coisa no meu bloco de notas,” revela.

Enquanto aguarda o lançamento do projeto, demonstra o carinho pelos fãs nas redes sociais. Por lá deixa broncas e conselhos amorosos. “Tenho um grupo, no WhatsApp, com meus 5 primeiros fã clubes, tem meninas até de Pernambuco, mas parece que todo mundo mora na mesma rua, de tanto que a gente se fala”, comenta.

Confira entrevista ping-pong com o MC

 

A reportagem é uma parceria do Culturadoria e os alunos de jornalismo da Una.

photo

Rock anos 1980: confira 5 álbuns para ouvir e se sentir em outra década

Falar em rock dos anos 1980 desperta sentimentos eufóricos e nostálgicos nos fãs mais próximos ao estilo. No Brasil, por exemplo, o gênero se destacou nessa época por causa da sonoridade, que vinha se aprimorando e ganhando novas características, mas também pela rebeldia, já que o contexto político de ditadura pedida protestos. Internacionalmente, o cenário […]

LEIA MAIS
photo

Filmes de animação para ver no streaming

Nos meses de férias escolares, como julho e dezembro, as animações bombam no cinema. Entretanto, o mar não está para peixe nos últimos meses. E com o cenário completamente diferente, sair de casa para ir ao cinema está fora de cogitação. Sendo assim, e para não fica tão diferente, selecionamos alguns filmes de animação para […]

LEIA MAIS
photo

Coisa mais linda: temática relevante em embalagem turística

A temática abordada pela série Coisa mais linda é tão, tão, tão importante que me parece delicado fazer qualquer observação contrária à produção. Falar sobre feminismo, mostrar os avanços e as conquistas da luta das mulheres por igualdade merece sempre muito destaque. E é isso que Coisa mais linda volta a fazer muito bem na […]

LEIA MAIS