Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Confira destaques da 12ª edição do FIQ BH

Gostou? Compartilhe!

De 22 a 26 de maio, Belo Horizonte se torna mais uma vez a capital dos quadrinhos com a 12ª edição do Festival Internacional de Quadrinhos – FIQ BH, no Minascentro. A programação é totalmente gratuita e inclui mesas-redondas, feira de quadrinhos, oficinas, exposições, exibição de filmes, sessão de autógrafos, debates, duelos de HQs e rodada de negócios. 

Realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte em parceria com o Instituto Periférico, o FIQ BH recebe mais de 400 artistas brasileiros e internacionais em um movimento de aproximação entre produtores de quadrinhos e consumidores finais muito aguardado. A partir do recorte curatorial “Onde cabem os quadrinhos?”, o FIQ BH traz à capital mineira expoentes das HQs, vindos de 22 estados do Brasil (e Distrito Federal) e de mais seis países.

A programação é diversa e extensa, por isso separamos alguns destaques imperdíveis. Confira abaixo: 

Duelo entre quadrinistas no FIQ BH

22 a 26 de maio
Ao longo da programação, no Auditório Ziraldo

Quatro quadrinistas participam de uma disputa na qual desenham ao vivo a partir de palavras e temas sugeridos na hora com participação da plateia. O público decide quem venceu.

Exposição

22 a 26 de maio
“Reconstruir sobre o que apagam – os espaços reimaginados de Ana Koehler e Alves”

A exposição destaca a interseção entre passado e presente, natureza e cidade, através da fusão entre o delicado espaço urbano do início do século XX presente nas criações de Ana e a vasta paisagem poética do Cerrado explorada por Alves.

Programação inclui uma exposição com obras dos quadrinistas homenageados. Foto: Laura-Campregher

Os prompts estão prontos: HQ, inteligência artificial e direitos autorais

23 de maio, às 16h
Mesa de Debate com Daniel Werneck, André Maximus, Laura Athayde, Acir Piragibe. Mediação: Dan Aroeira
No Auditório Ziraldo

Textos e artes visuais feitas por IA rondam os quadrinhos. Mas quais são seus limites éticos, artísticos e legais? A inteligência artificial veio mesmo para ficar?

Rap e quadrinhos

23 de maio às 19h
Mesa de debate com Guilherme Match, Prisca, Rashid. Mediação: Roger Deff
No Auditório Ziraldo

Nesse mesa de debates, os participantes dialogam sobre a presença do rap nas HQs e a narrativa presente nessa existência.

Ditadura nunca mais! Quadrinhos e os 60 anos do golpe civil-militar

25 de maio às 19h
Mesa de debate com Matthias Lehmann, Julhelena, LOR. Mediação: Miriam Hermeto
No Auditório Ziraldo

O golpe de 1964 completou sessenta anos e as histórias em quadrinhos e seus autores e autoras refletem sobre a importância de não deixar esquecer – para nunca deixar repetir.

É possível produzir quadrinhos indígenas?

24 de maio, às 17h
Mesa de debate com Célia Tupinambá e Marcelo Borari. Mediação: Tai
No Audiotório Ziraldo

Nesse debate, os convidados dialogam com o público sobre a presença indigena nos quadrinhos e as possibilidades de narrativa nesse processo.

Cidade dos Piratas (2018)

24 de maio, às 19h
Mostra de Cinema de Animação.
No Cine Santa Tereza

Na trama, um diretor de cinema enfrenta uma situação complexa no meio da produção de seu longa metragem: a autora de “Os Piratas do Tietê” começa a rejeitar os personagens quando o enredo está praticamente pronto. Para tentar salvar o filme, ele decide contar a sua história e realidade e ficção se misturam em um caótico labirinto. Inspirado nos quadrinhos da cartunista Laerte a animação mescla a jornada de transição da artista com o próprio processo de realização do filme, durante o qual o diretor foi diagnosticado com câncer.

Cidade dos Piratas (2018), dirigido por Otto Guerra

Jornada criativa com Zoe Thorogood

25 de maio, às 14h30
Mesa de debate com Zoe Thorogood. Mediação: Gabriela Gullich
No Auditório Ziraldo.

Thorogood se destacou como uma das quadrinistas mais promissoras nos quadrinhos contemporâneos. Essa mesa de debate terá como foco a experiência da artista, como ela começou a fazer quadrinhos e como esse caminho foi se moldando a partir das suas vivências pessoais.

Passeando pela obra de Alves

26 de maio, às 14h30
Mesa de de debate com Alves. Mediação: Fabiano Azevedo
No Auditório Ziraldo

Das tiras humorísticas de jornal à potência poética das coisas simples, passando pela defesa aguerrida do cerrado brasileiro: a rica trajetória do cartunista, quadrinista e ilustrador itabirano Evandro Alves, que acumula mais de 50 prêmios em salões de humor no Brasil e no exterior.

Vale a pena conferir, também, a programação completa no site da PBH.

SERVIÇO
Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte
Dias: 22 a 26 de maio
Local: Minascentro (Rua dos Guajajaras, 1022 – Centro, Belo Horizonte)
Entrada gratuita.

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]