12 jan 2018

Confira as dicas de teatro infantil em cartaz na Campanha de Popularização 2018

Desde que me tornei uma tia coruja me aproximei do universo do Teatro Infantil. Descobri que é preciso escolher com muito cuidado no que levar as crianças.

Se para as produções voltadas ao público adulto não é fácil, imagina para quem faz arte para criança. Só pra começar o ingresso tem que ser mais barato para possibilitar o acesso da família inteira. E aí, como fechar a conta?

A questão é que quando falamos em formação de público, nada mais importante do que cuidar das montagens infantis. É sério, gente, um trauma teatral pode deixar sequelas para a vida toda eheheh!

Para ajudar mamães, papais, titias, titios, avós, avôs, madrinhas e padrinhos, segue a lista com alguns espetáculos que selecionei em cartaz na Campanha.

Pulei personagens do cinema e também os clássicos. Por que? Porque eu acho que é preciso fomentar uma dramaturgia autoral e investir em histórias que sejam menos comerciais. Frozen, Lady Bird e afins os meninos já tem acesso no YouTube, no cinema e na TV.

Gostaria de ressaltar que são apostas. Não vi todas as peças. Selecionei pela ficha técnica ou pelo que propõe a sinopse. Espero que sejam acertos. Bom espetáculo a todos!

 

 

PEDRO E O LOBO

Como o Giramundo está mesmo muito focado nesse universo infantil, O Pedro e o Lobo é sempre uma aposta certeira. Essa montagem é super elogiada. É a versão daquele clássico de Prokofiev, mas com marionetes a fio. A essência continua a mesma: compartilhar com as crianças a estrutura musical de uma orquestra, seus principais timbres e grupos de instrumentos.

[O QUE] Pedro e o Lobo com Grupo Giramundo [QUANDO] 06 jan a 28 jan | Sáb e Dom: 16h [ONDE] Instituto Museu Giramundo [QUANTO]R$19

 

 

 

JOJÔ E PALITO EM: BELÔ MEU AMOR

Não há nome mais tradicional no teatro infantil produzido em Minas do que o de Joselma Luchini. Já são anos e anos com sua Jojô em ação. A história inédita para 2018 é sobre BH. Os personagens vão proteger a Serra do Curral com a ajuda de animais como a Coruja, Tico-Tico, Lobo Guará e outros. A foto da montagem não é muito animadora mas acho que a Joselma merece um voto de confiança.

[O QUE] JOJÔ E PALITO EM: BELÔ MEU AMOR [QUANDO] 06 a 28 jan, Sexta a domingo, 16h30 (exceto 19 a 21 de fevereiro) [ONDE] Teatro da Assembleia [QUANTO] R$ 17

 

CARREGANDO A LUA

A música popular também é super importante em Carregando a Lua, montagem da Trupe Curativo. São três palhaços. Eles deixam a cidade natal no interior de Minas fazendo serenatas de amor e homenagens à lua. A peça também valoriza as brincadeiras tradicionais.

[O QUE] Carregando a Lua [ONDE & QUANDO] Teatro Francisco Nunes 05 jan a 14 jan | Qui a Dom: 19h; Teatro Santo Agostinho 17 fev a 04 mar | Sáb e Dom: 16h [QUANTO] R$ 11

 

 

 

 

PARACHICOS – MARIANA ARRUDA BUARQUEANDO PARA CRIANÇAS

É o cancioneiro de Chico Buarque dedicado aos pequenos que norteia o espetáculo cênico-musical de Mariana Arruda. Ela é atriz do grupo Maria Cutia. Aqui quem faz as honras é a palhaça Begônia. Estão no repertório canções como “João e Maria”, “Pedro

Pedreiro”, “Valsa dos clowns” e clássicos das trilhas de Os Saltimbancos e Os Saltimbancos Trapalhões como “A história de uma gata”, “A galinha”, “Hollywood”, “Alô liberdade” e “Piruetas”.

[O QUE] PARACHICOS – Mariana Arruda Buarqueando para Crianças [QUANDO] 28 jan | Dom: 16h [ONDE] Sesc Palladium (Grande Teatro) [QUANTO] R$11

 

 

 

AS AVENTURAS DO DOUTOR BOTICA

 Não precisamos ressaltar o quanto o Grupo Giramundo é uma referência nacional, né? Este espetáculo tem direção de Beatriz Apocalypse com texto de Ulisses Tavares. Fala sobre valores essenciais como amizade, compromisso, tolerância e inclusão. Sim, é teatro de bonecos de altíssima categoria. Um detalhe importante: a peça é rapidinha, apenas 38 minutos.

 [O QUE] As aventuras do Doutor Botica [QUANDO] 03 fev a 04 mar | Sáb e Dom: 16h (exceto 10 fev e 11 fev) [ONDE] Instituto Museu Giramundo [QUANTO] R$19,00

 

Continua após a publicidade

 

 

QUEM ROUBOU O BRANCO DO MUNDO?

Quem escreveu essa peça é Luciano Luppi, ator e dramaturgo respeitado na cena mineira. Por meio das cores, ele fala sobre união, respeito, alegria e paz. A sinopse me fez lembrar de Flicts, de Ziraldo. Obviamente a peça deve ter sua originalidade. A direção é de Paulo Lobo e são dez atores no elenco.

[O QUE] Quem roubou o Brando do Mundo? [QUANDO] 03 fev a 04 mar | Sáb e Dom: 16h30 (exceto 10 fev e 11 fev) [ONDE] Teatro Marília [QUANTO] R$ 13

 

 

ESCOLA DE HERÓIS

O diretor e professor de teatro Antônio Hildebrando é quem comanda a montagem de Escola de Heróis. O texto, que se passa na Espanha do Século XVII, também é dele. Na história, uma trupe de atores investiga se é possível ensinar alguém a ser herói. Eles vão estudar com Dom Quixote. Imagina! Acredito que a montagem seja mais adequada para crianças com mais de três anos.

[O QUE] Escola de Heróis [QUANDO] 17 fev e 18 fev | Sáb e Dom: 19h [ONDE] Teatro Francisco Nunes [QUANTO] R$ 11

 

 

BERENICE E SORIANO

Este é o caso de um espetáculo que recomendo com tranquilidade por conhecer a equipe envolvida. A direção é de Fernanda Vianna, do Grupo Galpão. É um espetáculo que valoriza o cancioneiro popular brasileiro, as cantigas de roda. A música tem uma participação fundamental na aventura da garota Berenice, em busca do sabiá Soriano.

[O QUE] Berenice e Soriano [QUANDO] 24 fev a 04 mar | Sáb e Dom: 11h [ONDE] CCBB-BH [QUANTO] R$ 10

 

 

MARI E CELI ESTÃO NA CIDADE!

Pra começo de conversa, quem faz o espetáculo é Marina Machado e Celinha Braga. Pronto, já pode ir tranquilo! Depois, elas embalaram as memórias em lindos pontos de crochê. Todo o cenário foi produzido por elas. Enquanto cantam e contam as histórias, tecem. Um trabalho artesanal, afetivo que ganha mais poesia quando misturado com a música.

[O QUE] Mari e Celi estão na cidade! [QUANDO] 24 fev e 25 fev | Sáb e Dom: 17h [ONDE] C.A.S.A. (Palco) [QUANTO] R$11

 

Continua após a publicidade

 

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

BH ganha sala de teatro dedicada a monólogos

É nítido o crescimento de monólogos nos últimos anos pelo Brasil afora. Da mesma forma, o cenário em Belo Horizonte não é diferente. Com o intuito de fomentar essa produção o Galpão Cine Horto inaugura nesta quinta-feira, dia 17, a Sala ‘Solo’. O espaço pioneiro na cidade pretende acolher e ajudar a dar corpo à produção […]

Leia Mais

Crítica em Diálogo: provocações sobre o Tiradentes em Cena 2018

O exercício da crítica, assim como a busca de novas possibilidades para este gênero jornalístico é um dos desafios do Culturadoria. Acredito na possibilidade de construção de diálogos sobre as obras e os eventos artísticos. O convidado da vez é o Tiradentes em Cena. A dinâmica é a seguinte: registramos aqui as impressões que ficaram […]

Leia Mais

Questões sociais emergentes ocupam a pauta do Tiradentes em Cena

Trazer um espetáculo para estrear em um festival é uma escolha arriscada. No Tiradentes em Cena o solo Urbana, da atriz Glaucy Fragoso, foi uma dessas apostas. A única do festival. Surpreendeu de maneira positiva. A segunda-feira, dia 07,  ainda contou com a apresentação de ‘Sapato Bicolor, de Fabiano Persi. Um dia para ser lembrado […]

Leia Mais

Comentários