fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

CineBH e MAX movimentam o setor audiovisual em BH

Por Thiago Fonseca *

28/08/2018 às 10:34 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Leo Lara / Divulgação

Esta é a décima segunda vez que Belo Horizonte recebe a Mostra de Cinema de Belo Horizonte e a terceira que acolhe a MAX Minas Gerais Audiovisual. No ano passado as duas até uniram forças e tiveram programação em conjunto. Neste ano não terão ligação direta. Entretanto, os dois eventos começarão nesta terça-feira, dia 28 e vão até o final de semana. Em suma, os objetivos semelhantes: promover encontros, exibições, aprendizados, debates, produções e também formar público.

Mostra de Cinema Internacional de Belo Horizonte

A CineBH trará o cinema do mundo para a capital mineira até o dia 2 de setembro. Dessa forma, com o tema ‘Pontes Latino-americanas’, destacará a produção da América Latina e receberá representantes da indústria internacional. Dentro dessa perspectiva, a produtora argentina ‘El Pampero Cine’ foi escolhida como destaque internacional. A mostra ocupará seis espaços culturais de BH e sediará o nono Brasil CineMund. O evento de mercado do cinema brasileiro receberá 23 convidados internacionais da indústria audiovisual de 12 países.

Assim, serão exibidos 75 filmes nacionais e internacionais. Toda programação é gratuita. Destaque para a pré-estreia do premiado ‘La Flor‘, de Mariano Llinás, com 14 horas de duração. O evento ainda contará com cinema ao ar livre na Praça Duque de Caxias, em Santa Tereza. A abertura da CineBH acontecerá no dia 28, terça, às 20h, no Cine Theatro Brasil Vallourec, com pré-estreia do filme “Sol Alegria”, de Tavinho Teixeira, e presença do cantor e ator Ney Matogrosso.

Colocando o cinema em diálogo com outras artes, a intensa programação artística contará com performances, apresentações musicais, espetáculos teatrais, cine concerto, performance circense, exposição e rodas de conversa.  A programação tem atrações para toda a família. Destaque para cine-concerto d’O Grivo e shows de Marcelo Veronez em apresentação inédita com Thiago Delegado e Barulhista, Constantina, Maurício Tizumba, Toda Deseo e, por fim, Orquestra Atípica de Lhamas. Ainda há na programação palestras, encontros, oficinas e exposição. Clique aqui e confira a programação completa.

 

Continua após a publicidade...

 

Um cinema a céu aberto será montado na Praça da Estação,  no centro de BH, para a Mostra Cinema para Todos – Foto: Leo Lara / Divulgação

Minas Gerais Audiovisual

Já a MAX 2018 trabalhará até o dia primeiro de setembro o conceito ‘Indústria Audiovisual 360’. Dessa forma, irá abordar temáticas relevantes para o desenvolvimento do audiovisual e de outros setores importantes da indústria criativa. São eles, games, música, tecnologia e comunicação. A programação se articulará em torno de cinco eixos principais: Desenvolvimento de mercado; Cultura e tendências; Políticas e regulamentação; Técnicas e ofícios; e Capacitação de empresas.

Serão discutidos em cinco dias assuntos, como por exemplo, Film Comissions, realidade virtual e aumentada, vídeos sob demanda, investimentos para o setor, trilha sonora e inclusão. Além disso, na Praça da Estação, no centro de BH, serão exibidos filmes na mostra Mostra Cinema para Todos. A programação é gratuita. Por lá serão exibidos os filmes ‘Marinheiro de Encomenda’, ‘Tubarão’, ‘O Menino e o Mundo’ e outros. O evento ainda abre portas para negócios, oficinas, exposição, mostra de curtas e rodas de conversa. Clique aqui e confira a programação completa.

Continua após a publicidade...

photo

Carta-crítica para Lady Gaga sobre ‘Nasce uma Estrela’

Cara Lady Gaga, Tudo bem? Embora o formato desta crítica não seja lá muito tradicional, escrever uma carta para você foi o que me deu vontade de fazer ao sair da sessão de Nasce uma estrela. Se algum fã se interessar em traduzir, ficarei grata! Confesso que conheço pouco da sua carreira mas, no ano […]

LEIA MAIS
photo

Prostituição é tema de encerramento da 4ª Mostra de Cinema Feminista

A exibição do longa “Dancing Whit Monica”, da diretora Anja Dalhoff, que mostra a vida de uma prostituta Colombiana, seguido do debate sobre prostituição e violência de gênero, marcaram a noite de encerramento do 4ª Mostra de Cinema Feminista, nessa sexta-feira, dia 16. Durante oito dias foram exibidos 69 filmes, produzidos por mulheres, e cinco […]

LEIA MAIS
photo

‘Robin Hood – a origem’: cheio de fórmula e pouco resultado

Por Ana C. A. Souza* O Robin Hood – A origem é uma aventura com cara de novidade. Mas, infelizmente, usa algumas formuletas para alcançar o efeito desejado. No entanto, o objetivo não é alcançado. Ao lado de histórias milenares como Rei Arthur e Peter Pan, o príncipe dos ladrões já esteve diversas vezes nas […]

LEIA MAIS