fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Cinco filmes com Tom Hanks para ver no streaming

"Relatos do mundo" está dando o que falar. Então, aqui vão mais alguns filmes estrelados por Tom Hanks para prestigiar ainda mais a carreira do ator.

Por Jaiane Souza *

22/02/2021 às 10:02 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Cena do filme "Forrest Gump". Crédito: Paramount Pictures

Sempre que se fala em Tom Hanks, uma infinidade de ótimos filmes vem à cabeça. Um exemplo mais recente é o longa Relatos do mundo dirigido por Paul Greengrass. O ator interpreta Capitão Kidd, personagem adaptado do livro de Paulette Jiles e que vive de ler notícias no Velho Oeste. E assim como Relatos do mundo, vários outros longas estrelados por Hanks conquistaram os fãs de cinema. Vários mesmo!

Ao longo da carreira ele já atuou em mais de 50 filmes. Além disso, também dirigiu e produziu vários trabalhos. Ganhou prêmios como Oscar de Melhor Ator, Globo de Ouro, BAFTA, Festival de Berlim como Melhor Ator e o People’s Choice Awards. Tudo isso sem contar o engajamento e ativismo politico e luta por causas ambientais. 

Pensando em trazer um pouquinho dessa carreira para cá. Destacamos cinco filmes que você deve ver ou rever com a participação de Tom Hanks. Confira! 

Forrest Gump

Começamos pelo clássico de 1995 que rendeu a Tom Hanks o Oscar de Melhor Ator Principal. Dirigido por Robert Zemeckis, o longa acompanha a vida de um jovem do interior dos Estados Unidos que entende o mundo à sua volta de maneira simples e literal. Dessa forma, passa por situações mirabolantes e incríveis justamente por causa do jeito peculiar e a uma ajuda eventual da sorte. Aos poucos, vivencia grandes momentos da história, como conhecer Elvis Presley, ir para a Guerra do Vietnã, conceder uma entrevista ao lado de John Lennon e até conhecer o presidente John F. Kennedy. Além do Oscar de Melhor Ator, o filme levou outras quatro estatuetas no Oscar.

Disponível na Netflix e Globoplay.

Filadélfia

Andrew Beckett (Tom Hanks) é advogado e trabalha em um grande e conceituado escritório de advocacia na Filadélfia. Ele vive fugindo do preconceito, não menciona sobre sua sexualidade e muito menos que é portador do vírus HIV. Entretanto, quando as complicações da doença começam a aparecer ele é demitido. Dessa forma, decide contratar os serviços de outro advogado, Joe Miller (Denzel Washington), para processar o escritório. No entanto, o advogado é, no fundo, homofóbico. Depois do lançamento, em 1993, o filme também foi muito bem recebido por crítica e público. Venceu cinco categorias do Oscar, incluindo a de Melhor Ator para Hanks, Globo de Ouro, Festival de Berlim, Grammy e BAFTA. 

Veja no HBO Go e no YouTube.

Náufrago

Lançado em 2000, o longa narra a história do engenheiro Chuck Noland. Ele é obcecado pelo trabalho e em resolver os problemas da sua empresa, a FedEx. Em uma das viagens a trabalho, sofre um acidente aéreo e acaba sozinho em uma ilha deserta. Sendo assim, fica por lá durante quatro longos anos. Enquanto isso, os amigos e a noiva acreditam que ele morreu e seguem a vida normalmente. Vale lembrar do Wilson, bola de vôlei que virou amiga imaginária do Chuck no filme, e que esse é um dos poucos longas de Hollywood que tem apenas um personagem em grande parte da produção.

Disponível na Amazon Prime Video e no Telecine Play.  

O resgate do soldado Ryan

Um dos filmes mais aclamados sobre a segunda guerra mundial marca o primeiro encontro entre Tom Hanks e Steven Spielberg. O longa se passa durante a invasão da Normandia durante a guerra e o capitão Miller tem a missão de comandar um batalhão no resgate do soldado Ryan. Dessa forma, eles partem em uma jornada para garantir o retorno do companheiro com vida. O filme também contou com ótima recepção e arrecadou a segunda maior bilheteria de 1998 no cinema dos Estados Unidos. Além disso, recebeu indicação a 11 categorias do Oscar, vencendo cinco delas. 

Veja na Netflix

À espera de um milagre

Narrado em flashback, o filme mostra a relação entre Paul Edgecomb (Tom Hanks) e John Coffey (Michael Clarke Duncan). O primeiro é chefe da guarda de uma penitenciária e o segundo um prisioneiro que está no corredor da morte durante a Grande Depressão. John Coffey foi condenado à morte pelo assassinato de duas jovens. No entanto, ele não apresenta o comportamento de quem cometeria um crime tão brutal, muito pelo contrário. Além disso, demonstra poderes sobrenaturais. Não vamos falar mais para não dar spoiler para quem ainda não viu, mas vale a pena porque o filme é emocionante.  

Veja no Globoplay

Tom Hanks

Cena do filme “Náufrago”. Crédito: Universal

photo

Maíra Baldaia inaugura 3ª temporada da Amora Sessions revisitando a música “Poente”

O afro pop mineiro, mesclando beats e um “blues sensual convidativo”, dita o ritmo do mais recente trabalho da artista Maíra Baldaia. A cantautora, em uma releitura da canção Poente, inaugura a terceira temporada da websérie Amora Sessions que, semanalmente, traz artistas independentes para tocarem suas músicas no YouTube. A música integra o disco POENTE […]

LEIA MAIS
photo

Relatos do Mundo: reflexões sobre a notícia como necessidade, mercadoria e performance

Eis um filme da temporada de prêmios que se tivesse sido lançado – e visto – no cinema teria feito diferença. Em Relatos do Mundo, o diretor Paul Greengrass capta a imensidão do deserto de um modo que, do lado de cá da tela, conseguimos imaginar o calor, a poeira e o tempo que o […]

LEIA MAIS
photo

Podcast #MomentosMusicais conta história de canções brasileiras

Você tem curiosidade de saber o que há por trás das músicas que você ouve? Quais são as histórias, por que foram escritas e quais as inspirações de cada uma? O podcast #MomentosMusicais responde essas questões. Ele é derivado de um projeto criado por Camila de Ávila, produtora editorial, jornalista especializada em história da cultura […]

LEIA MAIS