Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Cinco filmes brasileiros para ver no Inffinito Film Festival

Foram selecionados filmes produzidos a partir da retomada do cinema nos anos 1990. Eles ficam gratuitos por 24 horas a partir do lançamento
Inffinito Film Festival
Imagem do filme "Pureza". Crédito: Ligocki Entretenimento

Até o dia 29 de julho, o Inffinito Brazilian Film Festival realiza a Mostra 25 anos em 25 filmes. Trata-se de uma seleção de 25 filmes que marcaram o cinema brasileiro nas últimas décadas, online e de graça. Mas, atenção, porque as sessões ocorrem às terças, quintas e sábados, sempre às 20h, e os filmes ficam disponíveis por 24 horas. 

O Inffinito Brazilian Film Festival surgiu nos anos 1990 junto com a Lei do Audiovisual, que deu novo fôlego ao cinema brasileiro, e se tornou referência. Dessa forma, a primeira edição ocorreu em 1997 em Miami e foi pioneira na construção de festivais exclusivos com conteúdo brasileiro no exterior para promover e divulgar o país no mercado internacional. 

Por isso, destacamos cinco filmes que você não deve perder na Mostra 25 anos em 25 filmes. Para assistir, basta fazer um cadastro gratuito no site e aproveitar.

Aos olhos de Ernesto, de Ana Luíza Azevedo

A história sensível de Ernesto, um fotógrafo uruguaio que está perdendo a visão em decorrência da velhice, mas acha que pode disfarçar e enganar a todos. No entanto, Bia surge na sua vida. Ela é uma cuidadora de cães que passa a frequentar a casa dele e muda a sua rotina. Aos poucos, ele descobre que mesmo aos 70 anos ainda tem muita vida. Veja aqui a partir das 20h de 19 de junho.

Estômago, de Marcos Jorge

Raimundo Nonato (João Miguel) se muda do Nordeste para São Paulo para tentar uma vida melhor. Dessa forma, o longa conta com duas narrativas paralelas. De um lado, o protagonista trabalha como assistente de cozinha em um renomado restaurante italiano após descobrir que tem dom para cozinhar, do outro, está em uma prisão cumprindo cena. O que ocorreu só é revelado na parte final do filme. Entretanto, mesmo com temática pesada, a condução é leve e, em partes, divertida. Veja aqui a partir de 24 de junho, às 20h.

Revelando Sebastião Salgado, de Betse de Paula

De Aimorés, em Minas Gerais, para o mundo. O documentário conta a história de um dos maiores fotógrafos do mundo. Assim, passa pela infância, pela formação universitária em economia até chegar à ascensão como fotógrafo especialista em fotojornalismo na França. Além disso, explora o universo particular e personalidade de Sebastião Salgado para entender as técnicas, escolhas temáticas e estética. Veja por 24 horas a partir das 20h de 22 de junho.

Pureza, de Renato Barbieri

A excelente Dira Paes interpreta Dona Pureza, baseada na história real de uma mulher da cidade de Bacabal, no Maranhão, que parte em uma jornada para encontrar o filho desaparecido. Por sua vez, ele foi vítima de trabalho escravo contemporâneo em um garimpo no Pará. Dessa forma, Dona Pureza vai de fazenda em fazenda em busca do filho e testemunha o tratamento desumano de trabalhadores rurais. Veja o filme a partir de 29 de junho.

Janela da alma, de João Jardim e Walter Carvalho

José Saramago, Hermeto Pascoal, Wim Wenders e Marieta Severo são algumas das pessoas que participaram deste documentário sobre o olhar. Ao todo, 19 pessoas dão depoimentos sobre como veem as coisas, os outros e como percebem o mundo ao seu redor. Ou seja, são revelações pessoais e até inesperadas sobre a visão. Só para exemplificar, falam sobre uso de óculos, como a emoção transforma a realidade, funcionamento fisiológico dos olhos etc. Em resumo, é um ensaio poético e bem humorado sobre a temática. Veja a partir de 12 de julho, às 20h.  

Inffinito Film Festival
Imagem do filme “Aos olhos de Ernesto”. Crédito: Elo Company

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]