Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Chico Buarque lança single gravado na turnê “Que Tal um Samba?”

Gostou? Compartilhe!

A versão ao vivo de “Meu Guri” anuncia a chegada do álbum duplo de Chico Buarque em novembro, com o registro integral do espetáculo 

Nesta sexta-feira, dia 20 de outubro, chega às plataformas digitais a versão ao vivo de “Meu Guri”, primeiro registro da turnê “Que Tal um Samba?”, de Chico Buarque. O single anuncia a chegada do álbum duplo com o registro integral do espetáculo, que revisitou quase seis décadas do cancioneiro do compositor. Desde a célebre temporada com Maria Bethânia (que deu origem ao álbum Chico Buarque & Maria Bethânia ao vivo, de 1975), Chico não dividia o palco com uma cantora. Em “Que tal um samba?”, é Mônica Salmaso quem brilha ao lado dele, em números solo e duetos.  Ao todo, foram 60 shows no Brasil e cinco em Portugal.

Em “Meu Guri”, Salmaso e Bia Paes Leme (voz e teclado) acompanham Chico Buarque no coro da nova versão da canção originalmente lançada no álbum “Almanaque”, de 1981. Com direção musical e arranjos do maestro Luiz Cláudio Ramos (violão), Chico foi acompanhado por banda na turnê. Os músicos que o acompanharam são: João Rebouças (piano e cavaquinho), Jorge Helder (Contrabaixo), Marcelo Bernardes (flauta e sax); Jurim Moreira (bateria) e Chico Batera (percussão).

Chico Buarque, que lança versão ao vivo de "Meu Guri" (Leo Aversa/Divulgação)
Chico Buarque, que lança versão ao vivo de "Meu Guri" (Leo Aversa/Divulgação)

Álbum ao vivo

O álbum “Que Tal um Samba? Ao Vivo”, de Chico Buarque, que a Biscoito Fino lança em 24 de novembro nas plataformas, em CD duplo e também no YouTube, foi gravado nas apresentações de 2 e 3 de fevereiro, no Vivo Rio. O repertório reúne registros ao vivo de sambas e canções. Assim, músicas como “Sem Fantasia” (1968), “Paratodos” (1993), “O Velho Francisco” (1987), “Sinhá” (2011), “Choro Bandido” (1985) e “Biscate” (1993).

Ficha Técnica – Single Meu Guri

Gravado ao vivo no Vivo Rio nos dias 3 e 4 de fevereiro de 2023.

Mixado e masterizado por Lucas Ariel no estúdio Biscoito Fino (RJ).

Arranjo e produção musical: Luiz Cláudio Ramos

Músicos:

Voz e violão: Chico Buarque

Arranjo e violão: Luiz Cláudio Ramos

Piano e cavaquinho: João Rebouças

Contrabaixo: Jorge Helder

Teclado: Bia Paes Leme

Flauta e sax: Marcelo Bernardes

Bateria: Jurim Moreira

Percussão: Chico Batera

Coro: Mônica Salmaso e Bia Paes Leme

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]