fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Campus Aberto do UniBH homenageia as festas juninas e transmite jogo do Brasil

Por Thiago Fonseca *

05/07/2018 às 09:45 | *Colaborador

Publicidade - Portal UAI
Foto: Samuel Mendes / Divulgação

A alegria dos dançarinos do grupo ‘Feijão Queimado’, o clima de forró do bloco ‘Pisa na Fulô’ e o sertanejo de dupla Henrique e Léo tomarão conta do Campus Aberto UniBH em edição especial de arraial. O evento marcado para o dia 06 de julho, no Boulevard do UniBH, em suma, resgatará as tradições das festas juninas e ainda transmitirá o jogo do Brasil contra a Bélgica, a partir das 14h.

O UniBH já estava com a ideia de fazer uma festa junina para os alunos, que se mobilizarem nas redes sociais. O pedido foi aceito, dessa maneira, a festança foi marcada.

Para dar o clima junino à festa foram convidadas três atrações musicais. Todas com ritmos diferentes que dialogam com o tema da festa. O ‘Pisa na Fulô’ é um bloco de carnaval famoso por animar os dias de folia ao som de forró. Surgido em 2014 é fruto de uma oficina de criação do Di Souza. De lá para cá só soma números. Animou 40 mil pessoas no último carnaval e promete fazer da mesma forma no UniBH. Serão 50 músicos na apresentação.

“Estamos felizes com o convite. Nosso grupo tem conexão com os jovens e os universitários. Vamos levar um show com os clássicos do forró, como por exemplo, Luiz Gonzaga e Gilberto Gil. A característica da nossa música é o uso do Triângulo, Agogô e Zabumba. Vamos fazer uma festa bem animada e bonita. Essa ainda é uma oportunidade de levar o Pisa na Fulô para outros espaços”, afirma Drica Mitre, cantora e integrante do bloco.

 

Pisa na Fulô – Foto: Lincon Zarbietti / Divulgação

Resgate da cultura brasileira.

Foi de uma junção de vizinhos e parentes que ao grupo de quadrilha ‘Feijão Queimado’ surgiu. Há 38 anos, em 1980, a fundadora Lúcia Helena Coelho, decidiu montar uma quadrilha para se apresentar na festa de um ano da filha. Após a apresentação na festa infantil o grupo caiu no gosto do povo. Logo depois, foi convidado para dançar na paróquia São Dimas, no bairro Serrano, em BH. Foi lá que surgiu o nome do grupo. Era necessário batizar a quadrilha com urgência. A única coisa que martelava a cabeça o nariz dos responsáveis era cheiro de feijão queimado que vinha da casa da vizinha.

Logo decidiram: ‘Feijão Queimado’. Hoje, é o grupo de quadrilha junina mais premiado de Minas Gerais. Desembarcará no UniBH com a mesma coreografia que disputou o Arraial de Belô neste ano: ‘Nuances e as luzes de São João’. Serão 40 integrantes na dança. Todos com a tarefa de resgatar a cultura brasileira por meio da quadrilha. Para o grupo, se apresentar no UniBH é uma alegria, ainda mais em uma instituição que educa vários integrantes do grupo.

 

 

“É um prazer imenso se apresentar no UniBH. Temos vários integrantes e amigos que estudam lá. Esses dias encontrei com uma ex-integrante e ela disse que esta feliz em poder nos encontrar na faculdade em que estuda. Seja como for, nosso maior foco é valorizar e manter viva as tradições da quadrilha, que é uma representação da cultura popular que está sendo esquecida”, pontua Danilo Martins, diretor de comunicação do grupo.

A entrada do evento é gratuita e os ingressos já podem ser retirados aqui. A abertura dos portões será às 14h com a transmissão do jogo do Brasil x Bélgica. Logo após, começa o Arraial. O evento contará por fim, com espaço para comidas típicas e brincadeiras.

photo

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 7 de setembro

Não há duvidas que o feriado da independência impactou a agenda cultural de BH. Se compararmos com as outras semanas, o número de atrações que ganham nossa aposta caiu drasticamente. Mesmo assim, quem ficar na cidade, terá onde se divertir!   Tribalistas Pode ser que o anúncio do show de Tribalistas na cidade, com tanta […]

LEIA MAIS
photo

Confira nossas dicas para o seu fim de semana cultural: 05 de outubro

  Beth Carvalho e Fundo de Quintal A garra de Beth Carvalho é algo que tem me impressionado muito. Você ficou sabendo que ela tem feito shows deitada por um problema de coluna? Sim, deitada! O espetáculo que tem circulado o Brasil comemora os 40 anos do álbum “De pé no chão”, gravado com o […]

LEIA MAIS
photo

Confira as dicas para o seu fim de semana: 15 de fevereiro

O fim de semana cultural de Belo Horizonte está marcado por variedade. Quem esteve nos últimos shows de Gal Costa em BH, ou ouviu os últimos discos, sabe que ela está em uma fase muito interessante da carreira. Prova disso, são os elogios que vem recebendo da crítica nacional. Outro destaque da nossa agenda é […]

LEIA MAIS