fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Brasilis: circo da Turma da Mônica chega a BH com sessão extra

Espetáculo fará quatro sessões no Sesc Palladium nos dias 28 e 29 de setembro. O tema é diversidade cultural brasileira.

Por Carol Braga

17/09/2019 às 08:24

Publicidade - Portal UAI
Fafy Siqueira no espetáculo Brasilis da Turma da Mônica. Foto: Rodolfo Magalhães/Divulgação

Poder falar sobre diversidade cultural para as crianças com a Turma da Mônica. E mais: de maneira grandiosa, com 54 artistas no palco, Fafy Siqueira como protagonista, trilha sonora original criada por Olodum e interpretada ao vivo por Paula Lima. Ou seja, motivos não faltam para Maurício de Sousa celebrar o espetáculo que chega a Belo Horizonte no próximo dia 28 de setembro. 

Brasilis é um musical circense da Turma da Mônica que comemora os 60 anos da Maurício de Souza Produções. A direção é de Mauro Sousa, o responsável pelas montagens teatrais do grupo. Mas, como conta, é sempre supervisionado de perto pelo pai, dele e da turma inteira. 

“O circo da Turma da Mônica é o maior da nossa história e não tinha como ser diferente”, diz Mauro que é o diretor de Brasilis. A escolha do nome do espetáculo tem a ver com o desejo “conversar” com as crianças sobre diversidade cultural. “Queríamos fazer um espetáculo que trouxesse esse patriotismo. Fazer com que o público não se esqueça das nossas riquezas”, completa. 

A história

Sendo assim, a dramaturgia de Brasilis contou com consultores artísticos ligados às causas da negritude e dos indígenas, por exemplo. “Obviamente nos ajudaram a falar sobre a cultura africana e indígena de maneira mais moderna, respeitosa e correta possível”, diz Mauro. A consultoria sobre cultura africana foi feita por Rafael Calça e sobre cultura indígena, por Katu Mirim e Danilo Baniwa.

A atriz Fafy Siqueira foi especialmente convidada para protagonizar a montagem. Ela interpreta Vó Dita, quem conta a história para as crianças da Turma da Mônica. “Sou fã dela. É uma atriz que tem um tempo de comédia e a gente precisava disso, além de trazer uma carga dramática”, comenta o diretor. Segundo ele, Seu Maurício também aprovou a escolha. “Meu pai ficou bastante emocionado. A personagem foi inspirada na avó dele, né. E ele disse que conseguiu enxergá-la ali. Foi o maior presente que poderíamos receber”. 

O espetáculo começa na casa de Chico Bento quando, no meio de uma brincadeira, Mônica, Magali, Cebolinha e Cascão se deparam com a pergunta: o que é diversidade cultural? Sendo assim, Vó Dita começa a contar histórias sobre nossas principais origens. 

 

Paula Lima canta ao vivo durante Brasilis, o circo da Turma da Mônica. Foto: Rodolfo Magalhães / Divulgação

 

Trilha sonora

A música foi especialmente composta para o espetáculo pelo Olodum. Ou seja, tudo a ver com o tema, né. Dessa maneira, a cantora Paula Lima interpreta as faixas ao vivo. No EP disponível no Spotify, por exemplo, é possível perceber como também na sonoridade há o desejo de contemplar a diversidade brasileira. 

A trupe circense foi montada especialmente para o espetáculo. O cenário é assinado por J.C Serroni, um dos grandes nomes dessa área no Brasil. Ele se encantou com as condições que teve para criar e, inclusive, afirma no material de divulgação se sentir em uma produção do Cirque du Soleil. Dessa maneira, segundo Serroni, o Brasil que será mostrado visualmente pela cenografia é alegre, diverso e folclórico. 

Ao todo, 54 artistas estão viajando o Brasil com a montagem. “Temos muitos efeitos especiais. É um espetáculo com muitas cores”, detalha o diretor. De acordo com Mauro, o elenco também foi pensado considerando também o aspecto da diversidade étnica. “Informação e educação são fundamentais para o desenvolvimento da sociedade. Se as crianças saírem do espetáculo aprendendo um pouco mais, respeitando um pouco mais as diferenças étnicas, isso não tem preço”.

Os 60 anos da Maurício de Sousa Produções

Assim como o filme, Turma da Mônica Laços, Brasilis também comemora os 60 anos da Mauricio de Sousa Produções. É considerada hoje uma das maiores empresas de entretenimento do Brasil. Por exemplo, somente no licenciamento de produtos trabalha com 150 empresas que utilizam seus personagens em mais de 4 mil itens. O canal no YouTube da Turma da Mônica já chegou a 9,2 bilhões de visualizações. Na área editorial, tem mais de 300 títulos lançados no mundo todo.

[O QUE] Brasilis – um espetáculo do Circo Turma da Mônica [QUANDO] 28 e 29/09, sábado, às 16h e às 19h (sessão extra), domingo, às 11h e 16h [ONDE] Sesc Palladium – Rua Rio de Janeiro,1046 – BH [QUANTO] De R$37,50 a R$140

[COMPRE AQUI]

photo

Arnaldo Antunes vem aí! Leitor do Culturadoria tem desconto para o show

Setembro tem Arnaldo Antunes em BH. E o melhor: os leitores e seguidores do Culturadoria tem 10% de desconto para conferir o show. Ele chega acompanhado do RSTUVXZ Trio para uma apresentação que mistura samba e rock. Bom, o que não falta à carreira de Arnaldo Antunes é referência em diversos gêneros, musicais e literários. […]

LEIA MAIS
photo

Bacurau: um filme sobre a que ponto chegamos

Deve ser normal as pessoas saírem de Bacurau com cara de susto, né? E também imagino que seja bastante comum, não conseguir falar sobre o filme dirigido por Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles logo após a sessão. Bacurau precisa de decantação. Ou seja, pelo menos pra mim, foi necessário um tempo para que eu […]

LEIA MAIS
photo

Uma caprichada lista com os próximos shows em BH para você se programar

Você está por dentro do que vem de show por aí até o fim do ano? Até dezembro, Belo Horizonte vai receber apresentações de grandes nomes da música brasileira e internacional. Por exemplo, Madeleine Peyroux chega à capital mineira com o seu mais recente trabalho e Dido desembarca pela primeira vez em terras brasileiras. Já entre as atrações […]

LEIA MAIS