Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Quintal com ‘jeito de vó’ e cozinha afetiva: saiba mais sobre o Bença Bençoi

Gostou? Compartilhe!

Aberto há pouco mais de dois anos, no bairro Lagoinha, o Bença Bençoi norteia-se pela vontade de ser um lugar descontraído, com bons comes e bebes

Patrícia Cassese | Editora Assistente

Bença Bençoi, ou simplesmente “Bença”. Localizado no icônico bairro Lagoinha, o estabelecimento abriu as portas ao público há pouco mais de dois anos. Os chamarizes da casa agradaram em cheio aos frequentadores: quintal “com cara de vó” (com direito a uma jabuticabeira), um pequeno palco para shows e, no cardápio, drinks e comidinhas de respeito. Com essas credenciais, o público comprou a ideia e, assim, basta entrar no perfil do bar no Instagram para ver como a agenda está lotada. Desse modo, nesta sexta, 1º de dezembro, tem apresentação Hendrick Souza. No sábado, dia 2, o Baile do Dom. Para encerrar a semana, no domingo, dia 3, Trio Passarada.

Língua de boi cortada fininha e regada com molho de cerveja preta e alcaparras (Foto: Victor Schwaner/Divulgação)
Língua de boi cortada fininha e regada com molho de cerveja preta e alcaparras (Foto: Victor Schwaner/Divulgação)

Um dos sócios da casa, Marcelo Oliveira conta que a semente do Bença Bençoi pode ser localizada na vontade de ter um local para frequentar onde pudesse efetivamente se sentir à vontade. “No qual tivesse um bom tira gosto raiz, cerveja gelada. Um local onde pudéssemos reconectar a essência de um quintal de vó sem precisar nos preocuparmos com julgamentos. Desse modo, onde a gente pudesse sentar e se divertir, ou só curtir o momento. Através da dificuldade em encontrar um local assim, a ideia de pegar e fazer surgiu”, pormenoriza ele.

A ideia do nome

Na sequência, veio, claro, a missão de escolher o nome. “Tinha que remeter à mineiridade que o bar gostaria de ter. O quintal remete à ‘casa de vó’, mais precisamente, de uma parente de uma das sócias, Cynara Gomes. Na casa dela, filhos e netos têm a mania de cumprimentar os entes dizendo ‘bença bençoi’, assim, de uma ‘vezada’ só, sem esperar que o outro responda. E casou demais com toda a proposta e concepção da casa. Ou seja, comendo letras, como o mineiro faz mesmo”, explica Marcelo.

Marcelo Oliveira, um dos sócios do Bença Bençoi (Victor Schwaner/Divulgação)
Marcelo Oliveira, um dos sócios do Bença Bençoi (Victor Schwaner/Divulgação)

O Bença Bençoi tem capacidade para 120 pessoas sentadas. Perguntado se há um recorte de público que frequenta o espaço, Marcelo diz: “Sempre recebemos todo o tipo de público, mas a grande maioria são pessoas entre 30 e 60 anos, que apreciam música (principalmente o MPB e o samba), apreciadores de buteco e da culinária mineira. Além do espaço aberto, há um ambiente interno. “No qual as pessoas podem se acomodar um pouco mais afastadas da música. Na verdade, tem também um outro ambiente interno, para o qual existe o projeto de montagem de um café”.

O quintal do Bença, com direito a um pé de jabuticabas (Maju Braz/Divulgação)
O quintal do Bença, com direito a um pé de jabuticabas (Maju Braz/Divulgação)

Cardápio

Outra sócia da casa, Arlete Terezinha é a responsável pelo cardápio. De acordo com Marcelo Oliveira, o prato mais pedido é o Torresmo Prensado (torresmo de barriga acompanhado de farofa crocante, chutney de abacaxi e molho de pimenta dedo de moça). Da mesma forma, o Carpaccio de Língua de Boi, que consiste em língua de boi cortada fininha, cozinha num molho de cerveja preta. E, ainda, Pernil com mandioca na manteiga de garrafa (iscas de pernil com mandioca cozida e depois frita na manteiga).
Tem, ainda, o Croquete de Vaca Atolada: croquetes cremosos de carne com mandioca, acompanhados por picles dedo de moça e molho da casa.

Versão agridoce da caponata, que vem acompanhada de torradas (Victor Schwaner/Divulgação)
Versão agridoce da caponata, que vem acompanhada de torradas (Victor Schwaner/Divulgação)

Mas sim, que fique claro: há opções também para quem deixou de comer carne. Caso da conserva de beringela servida com torradinhas. O Bença ainda oferece um PF durante a semana, com três opções que variam diariamente, ao custo de R$ 17 (pequeno) e R$ 19 (grande). O cardápio completo pode ser acessado na link que está na Bio do perfil no Instagram. O cardápio do almoço é postado todo dia pelas manhãs.

Bebidas

No que tange às bebidas, Marcelo lembra que, além da cerveja gelada, o Bença tem uma carta de drinks autoral e exclusiva da casa. “Os drinks mais pedidos são o Samba da Lagoinha, o Hilda Furacão e o Mulinha”. E explica um a um. “O Samba da Lagoinha leva gim, licor de araticum, solução cítrica, soda de baunilha e espuma de gingibre. Já o Hilda furacão, gim, licor de jenipapo, tangerina e soda de grapefruit. O Mulinha é feito com cachaça, mel, limão capeta, bitter de laranja, soda de gingibre e espuma de tangerina”.

A carta de drinks do Bença Bençoi abarca várias opções (Marcelo Oliveira, um dos sócios do Bença Bençoi (Victor Schwaner/Divulgação)
A carta de drinks do Bença Bençoi abarca várias opções (Marcelo Oliveira, um dos sócios do Bença Bençoi (Victor Schwaner/Divulgação)

A carta de drinks é assinada pelo bartender Conrado Salazar (foto abaixo, de Victor Schwaner/Divulgação)

Serviço

Bença Bençoi

(Rua Diamantina, 492, Lagoinha)
Funcionamento Bar:
Terça a sex – 18h a 00h
Sab: 16h a 00h
Domingo: 12h às 17h
Música ao vivo: Quarta a Domingo.

Funcionamento almoço PF:
Segunda a sexta: 11h às 14h
A casa não trabalha com reservas

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]