Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Agenda cultural de BH: de 15 a 21 de abril

Gostou? Compartilhe!

A agenda cultural está movimentada por shows de grandes nomes da música brasileira e também uma atração internacional. 

Por Carol Braga

A agenda cultural de Belo Horizonte oferece atrações para os amantes da literatura, dança, teatro e música. Entre os destaques da semana estão o retorno do projeto ‘Ana Canta Belchior”, de Ana Cañas, desta vez ao Palácio das Artes. Será a quarta e última apresentação do projeto em BH. Além dela e de Belchior (claro!), vale destacar também presenças ilustres da história da música como João Bosco e Ritchie. 

Ritchie. Foto: Alessandra Tolc
Ritchie. Foto: Alessandra Tolc

A partir do dia 18 de abril, o projeto “Literatura no Palladium” inicia a programação de 2024 com um debate inédito entre duas vozes literárias indígenas de gerações distintas. Eliane Potiguara, autora de “O vento espalha minha voz Originária”, e Geni Núñez, com “Descolonizando afetos: experimentações sobre outras formas de amar”, se encontram para discutir sobre “Memória, Afeto e Ancestralidade”, mediadas por Daniela Muradas, coordenadora do programa Falas Indígenas e Cenários Institucionais na UFMG.

Para os amantes do teatro, de 19 a 21 de abril, a Minha Quase Companhia apresenta “Temporada de Caça”, uma obra que mergulha na tensão e competitividade de um processo seletivo para uma vaga de emprego, explorando as dinâmicas e relações entre os candidatos e recrutadores.

E na música, como já destacamos, a agenda cultural de Belo Horizonte recebe grandes nomes como João Bosco Quarteto, Ritchie e Magic!. João Bosco celebra seus 50 anos de carreira no dia 19 de abril com um repertório repleto de sucessos, enquanto Ritchie retorna aos palcos para celebrar os 40 anos do álbum “Voo de Coração” no dia 20 de abril. Já o Magic! traz sua mistura envolvente de pop reggae no dia 21 de abril, lançando seu novo álbum “Inner Love Energy”.

Além disso, no dia 21 de abril, Ana Cañas encerra o projeto “Ana Cañas Canta Belchior” com um show no Grande Teatro Cemig Palácio das Artes, relembrando os clássicos do ícone da MPB. Com uma agenda tão diversificada, Belo Horizonte promete uma semana culturalmente intensa e inesquecível para todos os gostos e idades.

Confira mais detalhes de todas a atrações:

GENI NÚÑEZ E ELIANE POTIGUARA

O projeto “Literatura no Palladium” abre a programação de 2024, recebendo duas mulheres indígenas, de gerações distintas, as autoras Eliane Potiguara, de 73 anos, e Geni Núñez, de 33, para debate sobre o tema “Memória, Afeto e Ancestralidade”. Elas também vão lançar os respectivos livros. Eliane escreveu “O vento espalha minha voz Originária” e Geni “Descolonizando afetos: experimentações sobre outras formas de amar”. A mediação será de Daniela Muradas, coordenadora do programa Falas indígenas e cenários institucionais na UFMG.

  • Dias: 18 de abril
  • Horário: 19h30
  • Local: Grande Teatro do SESC Palladium – Rua Rio de Janeiro, 1046 – Centro
  • Ingressos: A partir de R$ 2,50

OLE EDVARD ANTONSEN E FILARMÔNICA

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais recebe o trompetista norueguês Ole Edvard Antonsen na agenda cultural da semana para a primeira apresentação com a orquestra. Ole Edvard Antonsen é conhecido internacionalmente pela técnica e versatilidade musical, sendo um dos trompetistas mais aclamados do mundo. Nascido na Noruega, Antonsen iniciou a carreira solo em 1989 e desde então já se apresentou em mais de quarenta países, em palcos renomados como o Carnegie Hall em Nova York. O concerto, sob a regência do maestro Fabio Mechetti, presta um tributo aos 50 anos de morte do compositor francês André Jolivet e apresenta obras como o Concertino para trompete, de Jolivet, e o Concerto para trompete, de Hummel. Além disso, o programa inclui a Sinfonia nº 93 de Haydn e a obra sinfônica de Duke Ellington, “Preto, Marrom e Bege: Suíte”. 

  • Data: 18 e 19 de abril, 20h30
  • Local: Sala Minas Gerais (Rua Tenente Brito Melo, 390, Barro Preto)
  • Ingressos: A partir de R$39,60 

13º TABLAO DE LA LUNA SHOW DE FLAMENCO COM MÚSICA AO VIVO

O Tablao de La Luna é um show de dança e música flamenca produzido pela Luna Flamenca – estúdio de dança e arte em cartaz na agenda cultural. Sempre trazendo para Belo Horizonte artistas profissionais convidados, na 13ª edição, o Tablao traz a bailarina paulista Cárol Zanforlin e o cantor flamenco carioca Diego Zarcón. A cantora Jhê, carioca, residente em Belo Horizonte fará uma participação.

  • Dias: 19 e 20 de abril, às 20h
  • Local: Teatro de bolso SESIMINAS, Rua Padre Marinho, 60 – Santa Efigênia
  • Ingressos: A partir de R$65 (meia). Entrada promocional R$70 (para todos os públicos) até 18 de abril.
Temporada de Caça - Créditos Gabriel Rega
Temporada de Caça – Créditos Gabriel Rega

TEMPORADA DE CAÇA

A Minha Quase Companhia, de Curitiba, apresenta em Belo Horizonte, o novo espetáculo “Temporada de Caça”, com direção do dramaturgo, diretor e ator mineiro Vinícius de Souza. Com texto do paranaense Dimis (inspirado na própria experiência de vida), “Temporada de Caça” conta a história de grupo de candidatos que disputam uma cobiçada vaga de trabalho. Recrutadores guiam os participantes em sucessivas entrevistas e dinâmicas coletivas. A montagem foi indicada ao 34º Prêmio Shell de Teatro na categoria Destaque Nacional e ao 40º Prêmio Troféu Gralha Azul em 8 categorias: melhor espetáculo, atriz, atriz coadjuvante, ator coadjuvante, figurino, iluminação, sonoplastia e dramaturgia. 

  • Dias: 19 a 21 de abril, sexta a domingo às 20h
  • Local: Galpão Cine Horto
  • Duração: 90 minutos
  • Ingressos: Contribuição espontânea com retirada de ingressos na bilheteria do teatro 1 hora antes do espetáculo

BELCHIOR, O MUSICAL

O musical “Ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro” volta aos palcos, trazendo consigo não apenas a memória de um ícone da Música Popular Brasileira, mas também a poesia e a filosofia de Antônio Carlos Belchior. Sob a direção de Pedro Cadore, a peça mergulha no universo do compositor cearense, apresentando não apenas uma biografia, mas uma imersão na mente de um dos artistas mais misteriosos do cenário musical brasileiro. A narrativa construída por Pedro Cadore e Cláudia Pinto, se desdobra a partir de trechos de entrevistas do próprio Belchior, proporcionando ao público um vislumbre da juventude do artista e suas reflexões sobre um mundo em constante desconcerto. O espetáculo tem no elenco Pablo Paleólogo, que encarna o cantor cearense, e Bruno Suzano, que dá vida ao “Cidadão Comum”, uma presença constante nas canções de Belchior, representando, de certa forma, o alter ego.

  • Dias: 19 a 21 de abril (Sex. e Sáb. às 21h, Dom. às 19h)
  • Local: Cine Theatro Brasil Vallourec – GRANDE THEATRO UNIMED BH
  • Ingressos: A partir de R$50 (meia)

JOÃO BOSCO QUARTETO – 50 ANOS DE MÚSICA

João Bosco retorna à agenda cultural de Belo Horizonte acompanhado pelo “João Bosco Quarteto”, composto por Kiko Freitas (bateria), Guto Wirtti (baixo) e Ricardo Silveira (guitarra). Celebrando seus 50 anos de carreira, o cantor, compositor e violonista revisita sucessos marcantes, incluindo músicas do premiado álbum “Abricó-de-Macaco”. Natural de Ponte Nova, Minas Gerais, Bosco compartilha sua jornada musical, desde sua infância rodeada de influências musicais até os sucessos consagrados como “Incompatibilidade de gênios”, “O Mestre-Sala dos Mares”, “O Ronco da Cuíca” e “O Bêbado e a Equilibrista”, prometendo um espetáculo emocionante e envolvente para o público.

  • Data: 19 de abril, 21h
  • Local: Grande Teatro Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1537)
  • Ingressos: A partir de R$85
FBC, sob as lentes de Bel Gandolfo.
FBC, sob as lentes de Bel Gandolfo.

BAILE DA LAMPARINA CONVIDA FBC

A banda Lamparina promove o Baile da Lamparina neste sábado. Só a apresentação do grupo já vale, mas tem mais: o também mineiro FBC é um dos convidados. O rapper e compositor mineiro lançou no mês passado um novo álbum. O trabalho conta com 13 versões ao vivo de faixas do último disco do rapper, todas injetadas com elementos de tecnologia avançada nos arranjos e produção. Em tempo: o disco do FBC tem um nome ótimo “O Amor, O Perdão e A Tecnologia Irão Nos Levar Para Outro Planeta”. Além dele, a festa que está marcada para começar às 16h, também terá apresentações de Djs Groove, Raquel Feu, Kingdom e banda Rádio Exodos. 

  • Dias: 20 de abril, a partir das 16h
  • Local: Catavento Cultural, Rua Ozanan, 711, bairro Ipiranga
  • Ingressos: R$70 (4º Lote)

RITCHIE

Ritchie retorna aos palcos para celebrar os 40 anos do álbum “Voo de Coração” com o espetáculo “A Vida Tem Dessas Coisas”, apresentando um repertório repleto de sucessos marcantes. A turnê, idealizada para homenagear o icônico hit “Menina Veneno”, promete emocionar diversas gerações, resgatando clássicos como “A Mulher Invisível”, “Casanova”, “Pelo Interfone” e “Transas”. Sob a direção de arte de Alexandre Arrabal e Kiko Dias, a produção utiliza tecnologia contemporânea para enfatizar o lado visionário das letras de Ritchie. Com um time de músicos excepcionais de São Paulo no palco e datas marcadas em várias cidades brasileiras, incluindo Belo Horizonte em 16 de setembro, a jornada musical busca encantar plateias, relembrando a atemporalidade das canções e a imprevisibilidade da vida.

  • Data: 20 de abril, 21h
  • Local: Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1537)
  • Ingressos: A partir de R$120
Ritchie. Foto Gal Oppido.
Ritchie. Foto: Gal Oppido.

MAGIC!

Magic! retorna ao Brasil – e marca presença na agenda cultural de BH – em meio a um momento de renovação na carreira de 12 anos, lançando o single ‘Good Feeling About You’ e anunciando o próximo álbum intitulado Inner Love Energy. O novo trabalho explora temas de conexões humanas, mantendo a essência do pop reggae com toques inovadores. Composta por Nasri Atweh, Mark “Pelli” Pellizzer e Ben Spivak, a banda já lançou três álbuns desde 2012, incluindo o sucesso mundial “Rude”, que alcançou o topo das paradas em vários países, assim como outros hits como “Cut Me Deep” com Shakira e “This Is Our Time”, da trilha sonora da Copa do Mundo do Brasil. 

  • Data: 21 de abril, às 17h
  • Local: Distrital – Rua Opala s/n
  • Ingressos: A partir de R$ 170

ANA CAÑAS CANTA BELCHIOR

Ana Cañas faz o show de encerramento do projeto  “Ana Cañas Canta Belchior” em Belo Horizonte no palco do Grande Teatro Cemig Palácio das Artes. Com uma coleção de sucessos que começou como uma live durante a pandemia e se transformou em uma extensa tour com mais de 150 apresentações pelo Brasil, o show recebeu o prêmio de “Show do Ano” pela APCA em 2022. O repertório inclui clássicos como “Como Nossos Pais” e “Sujeito de Sorte”, além de uma canção inédita de Belchior, intitulada “Um Rolê No Céu”, presenteada pelos filhos do compositor. 

  • Data: 21 de abril, 19h
  • Local: Grande Teatro Cemig Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537 – Centro – Belo Horizonte/MG)
  • Ingressos: A partir de R$ 65

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]