Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Mostra “A Cinemateca é Brasileira” leva grandes obras do cinema brasileiro ao Memorial Vale 

Gostou? Compartilhe!

Como parte da mostra “A Cinemateca é Brasileira”, serão exibidos os filmes “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, “Bacurau” e “À Meia-Noite Levarei Sua Alma”

Como parte do Projeto Viva Cinemateca, o Memorial Vale recebe a mostra itinerante “A Cinemateca é Brasileira”, que passará por espaços culturais e salas de exibição em Belo Horizonte, bem como em outras cidades do país. O evento será realizado, então, entre os dias 14 e 17 de setembro com entrada gratuita.

Programação

Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha (1964) – 14/09, às 17h30 (quinta)

Como parte da mostra “A Cinemateca é Brasileira”, serão exibidos os filmes “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, “Bacurau” e “À Meia-Noite Levarei Sua Alma”
Foto: Pixabay

Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e de Juliano Dornelles (2019) – 14/09, às 20h (quinta)

À Meia-Noite Levarei Sua Alma, de José Mojica Marins (1964) – 17/09, à 1h30 (madrugada de sábado para domingo)

Sinopse dos filmes

Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964)

Manuel (Geraldo Del Rey) é um vaqueiro que se revolta contra a exploração imposta pelo coronel Moraes (Mílton Roda) e, assim, acaba matando-o numa briga. Dessa forma, ele passa a ser perseguido por jagunços, o que faz com que fuja com sua esposa Rosa (Yoná Magalhães). O casal se junta aos seguidores do beato Sebastião (Lídio Silva), que promete o fim do sofrimento através do retorno a um catolicismo místico e ritual. Porém ao presenciar a morte de uma criança, Rosa mata o beato. Simultaneamente, Antônio das Mortes (Maurício do Valle), um matador de aluguel a serviço da Igreja Católica e dos latifundiários da região, extermina os seguidores do beato.

Bacurau (2019)

Pouco após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade pela primeira vez. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa (Bárbara Colen), Domingas (Sônia Braga), Acácio (Thomas Aquino), Plínio (Wilson Rabelo), Lunga (Silvero Pereira) e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.

À Meia-Noite Levarei Sua Alma (1964)

O sádico e cruel coveiro Zé do Caixão (José Mojica Marins) pretende gerar um filho perfeito para dar continuidade ao seu sangue. Mas sua mulher não consegue engravidar e ele acaba violentando a mulher do seu melhor amigo. A moça violentada pelo coveiro quer se suicidar, para regressar do mundo dos mortos e levar a alma de Zé do Caixão.

Serviço

Local: Memorial Minas Gerais Vale – Praça da Liberdade, nº 640, esquina com Rua Gonçalves Dias, Savassi

Horário de funcionamento: Terça, quarta, sexta e sábado: das 10h às 17h30, com permanência até as 18h. Quinta, das 10h às 21h30, com permanência até as 22h. Domingo, das 10h às 15h30, com permanência até as 16h. Entrada Gratuita

Excepcionalmente no sábado 16/09/2023, o Memorial funcionará das 13h até as 2h da manhã de domingo.

Gostou? Compartilhe!

[ COMENTÁRIOS ]

[ NEWSLETTER ]

Fique por dentro de tudo que acontece no cinema, teatro, tv, música e streaming!

[ RECOMENDADOS ]