fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Bienal do Livro de Contagem: veja o que você não pode perder

Conceição Evaristo, Miriam Leitão e Scholastique Mukasonga estarão presentes entre as atrações previstas para os dias 08 a 10 de novembro

Por Jaiane Souza *

07/11/2019 às 16:24 | * Escreveu com a supervisão de Carolina Braga

Publicidade - Portal UAI
Foto: Mario Ladeira / Divulgação

Em grandes eventos, como feiras, bienais e festivais, muitas atividades são realizadas ao mesmo tempo. De maneira idêntica, ocorre com a 3ª Bienal do Livro de Contagem. Isso porque, de 8 a 10 de novembro, a cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte sedia um evento que começou tímido e, agora, quatro anos depois, recebe grandes nomes da literatura e da arte nacional e internacional. 

“Ultimamente existe um discurso antiarte. Então, nós vamos aproveitar o espaço plural da bienal e colocar sarau, duelo de MCs e fazer com que todas as artes fiquem integradas”, explica Rafael Mansur, coordenador e idealizador da Bienal do Livro de Contagem.

A programação conta com nomes de peso como, por exemplo, Miriam Leitão, Conceição Evaristo, Ailton Krenak e Elza Soares, entre muitos outros. Ou seja, dá vontade de ver e participar de tudo. Pensando nisso, nós destacamos algumas atrações que você precisa ver, sem desculpas, na 3ª Bienal do Livro de Contagem. A programação completa está disponível no site e você pode escolher atrações de acordo com o seu gosto. 

Sexta-feira, dia 8

Entre as atrações de sexta,  destacamos o escritor indígena Daniel Munduruku que participa de bate-papo com Flávio Santos. O tema é A Ancestralidade: uma conversa, às 15h20, no Auditório principal. Ele é professor e escritor, autor de mais de 52 obras que têm como plano de fundo as tradições indígenas. Pala falar sobre memória, Márcia Maria Cruz conversa com Anielle Franco, irmã de Marielle na mesa A Saudade: Histórias que se constroem para a eternidade. Esta vai ser a primeira vez que a irmã da vereadora assassinada em 2018 vai falar publicamente após as últimas notícias sobre a investigação da morte de Marielle e Anderson. A atividade é às 17h também no Auditório principal.

Outro destaque de sexta-feira vai para a homenagem à escritora Conceição Evaristo. O bloco Afoxé Bandarerê vai ter um bandeirão com a foto da escritora, cuja obra gera grande impacto social, visto que retrata temas como discriminação racial, de classe e de gênero. A homenagem é às 20h30, logo após fala de Evaristo.

 

Scholastique Mukasonga
Foto: Diego Lopes / Divulgação

Sábado, dia 9

A 3ª Bienal de Contagem também inclui nomes como o de Rita Cadillac na programação. A cantora, atriz e dançarina participa da conversa A Trajetória: Histórias que se constroem com o tempo e com a força. Na atividade, Cadillac comenta sobre a autobiografia que está escrevendo. Nesse bate-papo, a artista pretende desmistificar o estereótipo colocado sobre ela ao longo dos últimos anos. “A Rita vai falar também sobre alguns projetos que tem, como, por exemplo, um de conscientização do combate às DSTs”, explica Rafael Mansur. 

Logo pela manhã, às 9h30, os ativistas Guigo Kieras, Augusto Alvarenga e Phéllyx participam da programação, na mesa Toda história de amor vale à pena: Bate-papo sobre literatura e o ativismo LGBTQI+. Por outro lado, o público nerd pode conferir a mesa O Futuro Geek, o que esperar das novas produções cinematográficas?, no fim da manhã, 11h20, recebe o YouTuber Nerd Rabugento, dono de um dos canais mais famosos destinados ao público geek.

Domingo, dia 10

No último dia, pela primeira vez em Minas Gerais, Scholastique Mukasonga também marca presença na Bienal de Contagem. A escritora estará na conversa A Guerra: Sobrevivendo em meio ao caos. A escritora sobreviveu a um dos massacres em Ruanda, nos anos 1990. Também conhecido como genocídio tutsi, o massacre foi realizado com o propósito de eliminar em massa as pessoas dos grupos étnicos tutsi, twa e hutus no país africano. A participação é às 15h, no Auditório principal.

Encerrando o dia e a terceira edição da Bienal do Livro de Contagem tem mais programação do espaço Pela Praça. Vai ter contação de histórias a partir das 13h15. Além disso, roda de conversa sobre Saberes tradicionais e exibição do filme No coração do mundo, feito pela produtora conterrânea da bienal Filmes de Plástico.

Além das nossas dicas, a programação completa, os locais e demais horários estão disponíveis no mapa da bienal.

Mapa e programação da III Bienal do Livro de Contagem

Vale lembrar que a maioria das atrações da bienal é gratuita. Entretanto, algumas atividades cobram entrada a preço popular (de R$ 7 a R$ 18). De acordo com Rafael Mansur, o valor vai ajudar em alguns custos de realização do evento. As vendas no site estão encerradas, mas haverá venda de ingressos antes da realização de cada atividade. Todo o valor arrecadado no bate-papo com Anielle Franco será doado para o Instituto Marielle Franco.

photo

5 filmes com Meryl Streep para você conferir no streaming

As expectativas foram altas para ver Meryl Streep em A Lavanderia. Mas, como está registrado aqui, foi uma decepção. Não com ela, claro, mas com o resultado final do longa dirigido por Steven Soderbergh. Então, para compensar, elaboramos uma lista com outras produções em que ela está no elenco e que marcam nossos corações!  Em […]

LEIA MAIS
photo

Dicas culturais para o seu fim de semana: 8 de novembro

dicas culturais A semana começou com a boa surpresa do tema escolhido para a redação do Enem. Muito importante propor a discussão sobre a democratização do acesso ao cinema no Brasil para milhões de jovens.  Teve também o lançamento do novo disco de Emicida e ele bombou. Publicamos também aqui no Culturadoria um conteúdo com a comparação entre […]

LEIA MAIS
photo

Paula Pimenta lança livro com lado B de Fazendo meu filme

A escritora Paula Pimenta não coloca panos quentes. Fazendo meu filme, a série de livros que marcou a estreia dela no gênero romance, é a preferida. E olha que sucesso não falta na carreira que começou em 2001, mas digamos que chegou ao auge da popularidade em 2008 com a história que ela retoma agora. […]

LEIA MAIS