fbpx
Curadoria de informação sobre artes e espetáculos, por Carolina Braga

Confira as dicas para o seu fim de semana: 19 de outubro

Por Carol Braga

18/10/2018 às 07:02

Publicidade - Portal UAI
Foto: Kate Izor / Divulgação

A presença de Roger Waters em BH não é a única atração de peso em nossa Culturadoria. Temos ainda, estreia do novo espetáculo do Grupo Galpão, musical sobre Chaplin e a estreia da biografia de Neil Armstrong.

ROGER WATERS

Apesar de ser freguês do Brasil, será a primeira vez que Roger Waters estará em Belo Horizonte. Pelo que o show dele já deu o que falar nas outras cidades, podemos esperar – como sempre – uma apresentação bem política, com clássicos do Pink Floyd. O nome dessa turnê faz uma homenagem ao hit “Us and Them”, que está no antológico disco de 1973 do Pink Floyd, The Dark Side of the Moon. Para Roger Waters, “os artistas têm responsabilidades de usar a arte para expressar ideias políticas e criar demandas em favor dos direitos humanos para todos”.

Pedimos a fãs e críticos que apontassem motivos para as pessoas não perderem o show de Roger Waters em BH. Clique aqui e confira a matéria!

[O QUE] Turnê ‘Us + Them’, de Roger Waters [QUANDO] 21 de outubro, às 21h [ONDE] Estádio do Mineirão – Av. Antônio Abrahão Caram, 1001, Pampulha – BH [QUANTO] de R$ 150 a R$ 720

[COMPRE AQUI]

 

Foto: Eduardo Galeno / Divulgação

 

ALMIR SATER E RENATO TEIXEIRA

Mais do que um cancioneiro popular, Almir Sater e Renato Teixeira celebram juntos uma amizade. Eles são parceiros há mais de 30 anos. O show se concentra no repertório do disco ‘+AR’, lançado no início deste ano. Um diferencial do álbum é o fato deles terem feito a viola sertaneja flertar com ritmos como o folk rock e a MPB.

[O QUE] Show de Almir Sater e Renato Teixeira [QUANDO] 20 de outubro, às 22h [ONDE] Km de Vantagens Hall BH – Avenida Senhora do Carmo, 230, São Pedro – BH [QUANTO] De R$ 40 a R$ 200

[COMPRE AQUI]

 

Foto: Fernando Prates / Divulgação

 

NEM SECOS

A banda Nem secos comemora 15 anos com lançamento de novo disco: ‘Anti-Heróis Dançando a Vida’. O show comemorativo vai reunir amigos de todas as formações do conjunto. O repertório tem canções que prestam tributo aos Secos e Molhados, à Tropicália e à MPB na Ditadura. É claro que não ficam de lado as marchinhas finalistas do carnaval de BH.

[O QUE] Lançamento do CD ‘Anti-Heróis Dançando a Vida’, da banda Nem Secos [QUANDO] 19 de outubro, às 21h [ONDE] Teatro Francisco Nunes – Av. Afonso Pena, s/n, Centro – BH [QUANTO] R$ 20

[COMPRE AQUI]

 

Continua após a publicidade...

 

 

Foto: Guto Muniz/Divulgação

 

OUTROS 

Grupo Galpão estreita verticaliza a pesquisa sobre performance no novo espetáculo. ‘Outros’ é a segunda montagem dirigida por Marcio Abreu. É uma peça que leva para cena inquietações com os dias de hoje. Promete, mais uma vez, tirar o Galpão de um lugar já conhecido do grande público. O espetáculo nasceu a partir de uma série de performances realizadas pelos atores nas ruas de Belo Horizonte e São Paulo. Estivemos na coletiva de imprensa e listamos cinco tópicos sobre Outros. Clique aqui e confira a matéria.

[O QUE] Espetáculo ‘Outros’ [QUANDO] Cine Teatro Horto – R. Pitangui, 3613 – Horto– BH [ONDE] 19 de outubro a 18 de novembro, de quarta a sábado, às 21h, domingo, às 19h [QUANTO] R$ 40

[COMPRE AQUI]

 

Foto divulgada por Árvore Comunicação sem indicação de crédito.

 

CHAPLIN, O MUSICAL

Contar a história desse ícone por meio de um musical não é uma tarefa fácil, mas deve ser tão bonito. O ator Jarbas Homem de Mello é quem interpreta o ator e cineasta dos 13 aos 82 anos. A versão brasileira dessa peça foi escrita por Miguel Falabella e a produção é de Cláudia Raia. A peça conta desde a infância de Chaplin em Londres até a fama. O que sempre chama a minha atenção são as informações de bastidores. Por exemplo, para virar Chaplin, Jarbas demora uma hora na caracterização. Só para ele tem duas perucas, 20 bigodes e três bengalas.

[O QUE] Espetáculo ‘Chaplin, o musical’ [QUANDO] 19 e 20 de outubro, às 21h e 21 de outubro, às 18h [ONDE] Teatro SESIMINAS – Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia – BH [QUANTO] De R$ 50 a R$ 180

[COMPRE AQUI]

 

 

Foto: Igor Oliveira / Divulgação

 

SUASSUNA – O AUTO DO REINO DO SOL

Essa eu já vi e recomendo. É uma das peças mais lindas que vi ultimamente. É com o grupo Barca dos Corações Partidos, uma galera que se juntou para fazer um espetáculo sobre Gonzagão e nunca mais separou. O musical tem direção de Luiz Carlos Vasconcelos, músicas originais de Chico César, Beto Lemos e Alfredo Del Penho. A dramaturgia presta uma bela homenagem a Ariano Suassuna, com uma ode à poesia. O auto do reino do sol ganhou todos os principais prêmios de teatro, entre eles, o Shell de melhor música, figurino e autor.

[O QUE] Espetáculo musical ‘SUASSUNA – O AUTO DO REINO DO SOL’ [QUANDO] CCBB BH – Praça da Liberdade, 450, Funcionários – BH [ONDE] 19 de outubro a 12 de novembro, de sexta-feira a segunda-feira, às 20h [QUANTO] R$ 30

[COMPRE AQUI]

 

Foto: Paulo Lacerda / Divulgação

 

O HOLANDÊS ERRANTE

A nova ópera da Fundação Clóvis Salgado é inédita em Minas. O Holandês Errante, foi composta por Richard Wagner. A montagem narra a busca pelo amor inalcançável entre uma jovem que vive em uma vila portuária banhada pelo mar da Noruega, e um marinheiro amaldiçoado. A direção musical e regência são de Silvio Viegas e concepção e direção cênica de Pablo Maritano. Participam a Orquestra Sinfônico, o Coral Lírico de Minas Gerais, o barítono argentino Hernan Iturralde, a soprano Tati Helene, o baixo Savio Sperandio, a mezzosoprano Denise de Freitas, o tenor Paulo Mandarino, e GustavoEda, no papel de Timoneiro.

[O QUE] O HOLANDÊS ERRANTE – ÓPERA DE RICHARD WAGNER [QUANDO] 20, 22, 24 e 26 de outubro, às 20, 28 de outubro, às 19h [ONDE] Grande Teatro do Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1.537, Centro – BH [QUANTO] R$ 60

[COMPRE AQUI]

 

 

[youtube modulo=”2″]IHuQSTPQY6E[/youtube]

 

O PRIMEIRO HOMEM

Cada novo filme do diretor Damiel Chazelle, que fez La La Land, por exemplo, é cercado de expectativas. O primeiro homem não é diferente. O cineasta verticaliza a pesquisa de linguagem que tem marcado a carreira. É um longa mais técnico e racional do que emocional. Ao conta um pouco os bastidores do primeiro homem que pisou na lua, aborda os bastidores da operação e, ainda, as inseguranças e afetos envolvidos nesse grande passo para a humanidade.

 

Continua após a publicidade...

photo

Agendão do fim de semana: 13 de setembro

Antes do agendão do fim de semana de fato, vamos ao já tradicional giro pelas notícias da área. Os brasileiros continuam brilhando no cinema mundo afora. A atriz Bárbara Paz conquistou nesta semana o prêmio de Melhor Documentário no Festival de Veneza. Foi a estreia da artista na direção com o filme Babenco – Alguém […]

LEIA MAIS
photo

Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 12 de janeiro

Menos de um mês para o carnaval o ritmo de ensaios aumenta e eles acabam virando atrações. Culturadoria destaca vários no fim de semana para reforçar a robusta agenda teatral e os filmes indicados na temporada de prêmios que começam a chegar.   ENSAIO DO SAMBA QUEIXINHO O Unidos do Samba Queixinho é um dos […]

LEIA MAIS
photo

Produtores buscam soluções para sobreviver à seca na cultura

O ano de 2019 começa com muitas incertezas na área cultural. O Ministério da Cultura foi extinto. Virou secretaria vinculada à pasta da Cidadania, assim como Esportes e Desenvolvimento Social. Dessa forma, investimentos na cultura também podem diminuir, assim como incentivos por meio de lei. Diante do cenário de provável seca na cultura, produtores culturais […]

LEIA MAIS