Okja está disponível na Netflix. Crédito: Reprodução Internet
26 jul 2017

Okja: a história do “super porco” que fez Neflix sacudir o Festival de Cannes

Okja está disponível na Netflix. Crédito: Reprodução Internet

Francyne Perácio*

Animais falantes, amizade entre bicho e homem são algumas cenas comuns nas produções hollywoodianas. Retratar a relação de fraternidade entre uma adolescente e um “super porco” como foi abordado em Okja, é algo surpreendente.

O longa, transmitido pela Netflix, foge das histórias comuns entre ser humano e animais de estimação. Os exemplos mais comuns são Beethoven, Lessie e Marley e Eu. Na maioria destes casos casos, a trama gira em torno da separação entre dono e animal e a busca pelo reencontro. Okja vai além, traz nos 120 minutos de duração, um drama associado à produção pecuária mundial, em especial aos suínos.

A história inicia-se a partir de uma ideia revolucionária apresentada pela empresária Lucy Mirando (Tilda Swinton). Ela descobriu uma nova espécie de porcos gigantescos que se reproduz e gera 26 animais de uma só vez. Eles são enviados para fazendas em lugares distintos no mundo. Após 10 anos uma competição vai eleger o “Super Porco”. Um animal criado sem transgênicos, com baixo consumo de alimentos e produção de resíduos no ambiente para abolir a fome mundial.

Por trás do “milagre da natureza” está uma inusitada relação entre uma jovem sul coreana, Mija, interpretada por Seo-hyun Ahn, e Okja, a super porca.  A comunicação entre elas é marcada pelo olhar intenso do animal para a garota. O espectador embarca e vive a emoção dos personagens.

Continua após a publicidade

Críticas ao capitalismo

A obra já seria interessante se finalizasse nesse ponto, contudo Bong Joon-ho traz outro tema para a discussão: a relação do capitalismo e das grandes corporações frente ao agronegócio e suas consequências. Após a porca de Mija ser escolhida como “Best Super Pig” e levada para Nova York, onde será apresentada ao mundo, a adolescente inicia uma caçada em busca de retomar Okja e evitar que ela seja entregue ao matadouro.

Apesar das fortes cenas de maus tratos aos animais o filme não pretende induzir ninguém ao veganismo ou vegetarianismo. O intuito parte de algo maior: uma crítica à obsessão pelo dinheiro e prestígio no ambiente empresarial e de negócios. O final desta história fica para quem assistir ao filme, mas já adianto, prepare o estômago e os lenços. Drama, aventura e muitas emoções são o prato principal dessa produção.

*Sob a supervisão de Carolina Braga

Em tempo

Okja foi selecionado pelo Festival de Cannes em 2017 e causou a maior polêmica. Toda a discussão girou em torno se o fato dele ter sido produzido para uma plataforma de Streaming, sem planos de entrar em cartaz na telona, seria ou não cinema. Pedro Almodóvar, que presidiu o Juri do festival este ano, foi um do que criticou a participação do longa na disputa pela Palma de Ouro.

Netflix foi até vaiada antes da exibição. Lembre aqui.

Continua após a publicidade

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

O primeiro homem: experiência com grife Damien Chazelle

Não há dúvidas de que o diretor de O primeiro homem, Damien Chazelle, é um garoto prodígio. Aos 33 anos ele já recebeu três indicações ao Oscar e tem uma estatueta em casa pela direção de La La Land (2016). Mas não é isso que faz dele um jovem cineasta fora da curva. É o […]

Leia Mais

Carta-crítica para Lady Gaga sobre ‘Nasce uma Estrela’

Cara Lady Gaga, Tudo bem? Embora o formato desta crítica não seja lá muito tradicional, escrever uma carta para você foi o que me deu vontade de fazer ao sair da sessão de Nasce uma estrela. Se algum fã se interessar em traduzir, ficarei grata! Confesso que conheço pouco da sua carreira mas, no ano […]

Leia Mais

Spin-off de Invocação do Mal, ‘A freira’ entrega o que promete

Campeão na bilheteria americana logo na estreia, A Freira é um spin-off de Invocação do Mal 2 (2016). Chegou ao cinema cercado de expectativa já que, de certa forma, dá continuidade a elementos desta que é considerada a maior franquia de terror de todos os tempos. É o retorno da personagem que naquela ocasião andava […]

Leia Mais