Casa Grande, com direção de Felipe Barbosa. Crédito: Sesc Palladium
09 fev 2017

Tem cinema de graça e de qualidade no Sesc Palladium até o fim de fevereiro

Cena de A História da Eternidade. Crédito: Sesc Palladium

Demorei um pouco para me dar conta de que a programação da Mostra de cinema Nacional em cartaz no Sesc de Belo Horizonte merece um pouco mais da nossa atenção. É que serão exibidas produções que tiveram carreira bem sucedida por festivais, entraram em cartaz e, como é comum, são filmes de baixa performance comercial. Resultado: piscaram nas salas e muita gente ainda não viu.

Aquele tipo de filme que você comenta empolgada com os amigos, as pessoas querem ver, te perguntam onde está passando e você não sabe responder. É uma situação muito comum na minha vida.

Nesta sexta, por exemplo, será exibido o documentário Últimas conversas, com derradeiro documentário dirigido por Eduardo Coutinho. Ele entrevista diversos estudantes do ensino médio carioca querendo saber sobre as vidas atuais e as expectativas de futuro. O longa foi lançado depois da morte brutal de Coutinho, assassinado pelo próprio filho em 2014.

No sábado, destaque para o cinema produzido no nordeste brasileiro. Serão exibidos A história da eternidade, de Camilo Cavalcante e Tatuagem, de Hilton Lacerda. Ambos protagonizados por Irandhir Santos.

Casa Grande, com direção de Felipe Barbosa. Crédito: Sesc Palladium

Domingo tem outra dobradinha de categoria: Branco sai, preto fica, de Adirley Queirós e Casa Grande, de Felipe Gamarano Barbosa. São longas que parecem não se comunicar mas que tem seus pontos em comum. Relação entre dominados e dominadores.

Tudo bem que também estão na lista produções mais comentadas e conhecidas como Hoje eu quero voltar sozinho, de Daniel Ribeiro e O som ao redor, de Kleber Mendonça Filho. De toda forma, em geral são filmes que dificilmente você terá acesso pela televisão ou outro meio.

Aproveite, vá ao cinema porque ainda por cima é de graça!

Programação Mostra Nacional

10/2, 18/2 e 23/2: Eles Voltam

15/2: Sudoeste

16/2: O lobo atrás da porta

16/2: Super Nada

19/2: O fim e o princípio

11/2, 19/2 e 21/2: A História da Eternidade

12/2, 17/2 e 22/2: Branco Sai, Preto Fica

12/2, 17/2 e 23/2: Casa Grande

10/2 e 18/2: Últimas conversas

11/2, 14/2 e 24/2: Tatuagem

14/2 e 22/2: Hoje eu quero voltar sozinho

15/2 e 21/2: O Som ao Redor

[O QUE] Mostra de Filmes Nacionais. [QUANDO] Até 24 de fevereiro. [ONDE] Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420, Centro). [QUANTO] Grátis, com retirada de ingressos 30 minutos antes da sessão.

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

FETO 2018 amplia espaço e discussão sobre teatro estudantil

Vivência pessoais, luta e o documento mimeografado de Carlos Marighella foram as inspirações dos alunos do CEFART – Centro de Formação Artística e Tecnológica – para a criação do ‘Manual dx Guerrilheirx Urbanx’. O espetáculo de formação da turma de 2017 chega ao Teatro Francisco Nunes, no dia 23 de outubro, como parte das ações […]

Leia Mais

[Crítica em Diálogo] Insetos: um olhar irônico sobre a sociedade

A montagem que comemorou os 30 anos da Cia dos Atores esteve em cartaz em Belo Horizonte entre os meses de setembro e outubro. Dando continuidade ao projeto de buscar um diálogo crítico com os artistas de teatro, convidamos os integrantes do grupo a responder o texto crítico. Assim, acreditamos colaborar para o desenvolvimento, inclusive, […]

Leia Mais

Cinco tópicos sobre ‘Outros’, nova peça do Grupo Galpão

Toda estreia do Grupo Galpão é precedida de um agradável encontro com os atores. Em geral, ao chegar a este ponto, os discursos sobre a peça estão prontos. Pois o café da manhã para falar sobre Outros, a 24ª peça da Companhia, foi marcado também por diversos momentos em que os próprios artistas comentavam entre […]

Leia Mais

Comentários