Jaloo se apresenta na Autêntica nesta sexta (09/06). Crédito: Junior Franch
07 jun 2017

Quem é Jaloo, o cantor do Pará que caiu nas graças do indie brasileiro

Jaloo se apresenta na Autêntica nesta sexta (09/06). Crédito: Junior Franch

Por Larissa Vasconcelos*

Você que nunca ouviu falar deve estar se perguntando: ‘quem é? Onde vive? O que faz?’. Se você já escutou o som dele, sabe exatamente do que estamos falando né? Há um estranhamento inicial para quem se joga na musicalidade dele. Só no começo …

Jaime Melo mais conhecido como Jaloo vem conquistando os palcos do Brasil com um som muito peculiar. Tem batidas eletrônicas misturadas a um gingado paraense. Mais um caso de sucesso que começou pela internet e ele vem conquistando fãs por onde passa. Nesta sexta estará em BH para show n’A Autêntica.

Estilo

Com tons do indie e tecno brega, aliados a batidas psicodélicas, e um visual andrógeno – tem gente que o compara até a Björk -, Jaloo é tudo de bom ao vivo. Sabe aquele tipo de música capaz de te levar a outra dimensão. Meio psicodélico!

Apoiado pelo projeto de música Skol Music, o cantor ganhou destaque se apresentando em alguns festivais do país. Esteve no badalado Lollapalooza de 2017 e por lá conquistou até os amantes do punk.

Fez parte do line-up do festival Planeta Brasil realizado no início do ano em BH.  Entrou no palco com uma roupa toda branca e encapuzado. Ninguém esperava ver aquilo. Bastaram as primeiras batidas no teclado, soltar a voz que a plateia fica hipnotizada.

CARREIRA

O primeiro disco de Jaloo tem nome óbvio: #1. A identidade visual é toda trabalhada nas cores azul e rosa, neon.  O rosto nos revela seus traços de índio, com um cabelo maior e preto, sendo bem típico da sua região.

Atualmente Jaloo está com a barba por fazer, com o cabelo mais curto, tudo sugere, que é uma transição para o seu segundo disco, ainda sem data de lançamento e sem nome.

O show do Jaloo é simples, como rege a regra dos indies. Somente ele, a banda e suas canções (a maioria são de autoria dele também). Os efeitos de luz favorecem muito a sonoridade. As batidas dos instrumentos locais de sua terra Pará e uma energia inexplicável.

As letras são fortes e subjetivas, mas de um todo, são românticas. Jaloo fala sobre as fases da vida. É alegre e triste ao mesmo tempo. Uma caixinha de boas surpresas que a música nos deu.

Continua após a publicidade

 

[O QUE] Jaloo [QUANDO] 09 de junho, 22h [ONDE] A Autêntica (Rua Alagoas, 1172, Savassi, BH, (31) 3654-9251) [QUANTO] 1º lote: R$ 30 2º lote: R$ 35.

*Com a supervisão de Carolina Braga.

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

Rodeada de mulheres, Julia Branco, de Todos os Caetanos, chega ao primeiro disco solo

Mariana Peixoto* Júlia Carreira solo como cantora ok, mas compositora também? Esta foi a proposta que Julia Branco, cantora do grupo Todos os Caetanos do Mundo, recebeu do produtor Chico Neves. “Ele queria que eu gravasse uma afirmação do meu lugar de compositora, coisa que nos Caetanos era meio tímida”, comenta ela. Dessa forma, o […]

Leia Mais

Leve e antenado: uma conversa com Silva e seu Brasileiro

“Você sabe que mineiro e capixaba tem uma história, né? Amor de verão”, brinca o simpático Silva assim que atende o telefone. A leveza com que ele se apresenta à conversa sintetiza não apenas o que o artista é, mas também o que produz. Silva é leve. O tema da conversa é Brasileiro, o quinto […]

Leia Mais

Transmissão de jogos da Copa em BH terá shows de IZA e Jota Quest de graça

O clima da Copa do Mundo de futebol, aos poucos, vai dando os primeiros sinais. Sendo assim, vários produtores culturais aproveitaram o evento esportivo para realizar as transmissões dos jogos do Brasil com uma pegada cultural. Em Belo Horizonte uma das opções será o Mineirão Arena Nº 1 Brahma. Na programação da primeira fase o […]

Leia Mais